Hoje em dia, embreagens podem durar mais de 80.000 km se você usá-las suavemente e manter uma boa manutenção. Se não forem bem cuidadas, as embreagens podem começar a ter problemas na metade dessa quilometragem. Veículos que são consistentemente sobrecarregados ou que frequentemente rebocam cargas pesadas também podem ter problemas com embreagens relativamente novas. Quando sua embreagem está dura ou patinando, pode ser um claro sinal desse desgaste. Mas vamos entender isso.

Por que a embreagem desgasta?

O problema mais comum com as embreagens é que o material de fricção no disco se desgasta. O material de fricção em um disco de embreagem é muito semelhante ao material de atrito nas almofadas de um freio de disco ou as sapatas de um freio de tambor. Depois de um tempo, ele se desgasta. Quando a maior parte ou a totalidade do material de fricção se for, a embreagem começará a escorregar e, eventualmente, não transmitirá qualquer potência do motor às rodas.

A embreagem só se desgasta enquanto o disco de embreagem  eo volante estão girando em velocidades diferentes. Quando eles são pressionados, o material de fricção é mantido firmemente contra o volante, e eles giram em sincronia. É somente quando o disco de embreagem está em atrito contra o volante que o desgaste ocorre. Então, se você é o tipo de motorista que usa muito a embreagem, você vai desgastá-la muito rápido.

Às vezes, o problema não é com a embreagem “patinar” pela falta de aderência, e o problema pode ser o excesso de aderência. Se sua embreagem não liberar corretamente, continuará girando o eixo de entrada. Isso pode causar moagem, ou impedir completamente o seu carro de entrar com a marcha.

Problemas com embreagem

Uma embreagem desgastada ou com um funcionamento prejudicado vai apresentar problemas como “patinar” ou ficar muito “dura” para ser usada, o que demonstra necessidade de troca ou manutenção no sistema. (Foto: Auto Care & Diagnostics ACD Automotive Services)

Embreagem trepida na saída, embreagem patinando, embreagem dura: o que pode ser?

Algumas razões comuns que podem levar uma embreagem a patinar ou ficar dura incluem:

  • Cabo de embreagem quebrado ou esticado: o cabo precisa da quantidade certa de tensão para empurrar e puxar de forma eficaz a embreagem.
  • Cilindros de embreagem com fuga ou com defeito: fugas impedem que os cilindros construam a quantidade necessária de pressão para funcionar o sistema.
  • Ar na linha hidráulica: o ar afeta o sistema hidráulico ocupando o espaço que o fluido precisa para construir pressão.
  • Ligação fora de ajuste: quando o pé toca no pedal, a ligação transmite a quantidade errada de força.
  • Componentes de embreagem não compatíveis: nem todas as peças de reposição funcionam com sua embreagem, e pode ter sido usado um modelo impróprio para seu caso.

Todas as embreagens requerem alguma quantidade de força para se comprimir completamente. Se você tiver que pressionar duramente no pedal, pode haver algo errado. Problemas na articulação do pedal, cabo, eixo transversal, ou no pivô são causas comuns. Às vezes, um bloqueio ou selos desgastados no sistema hidráulico também podem resultar em uma embreagem dura.

Um outro problema associado com as embreagens é um rolamento desgastado. O rolamento da embreagem aplica força sobre os dentes da placa de pressão giratória para liberar a embreagem. Se você ouvir um som estridente quando a embreagem se engatar, você pode ter um problema com esse rolamento.

Embreagem patinando, fazendo barulho ou dura: o diagnóstico

Se você não ouvir nenhum ruído durante estes quatro passos, então o problema provavelmente não é a embreagem. Se você ouvir o ruído em marcha lenta e ele sumir quando a embreagem é pressionada, pode ser um problema no ponto de contato entre a embreagem e o pivô.

Inicie seu carro, acione o freio de mão ou coloque a marcha em P (Park), e coloque o carro em ponto morto.

Com o seu carro em marcha lenta, tente ouvir um barulho de partes metálicas em atrito, sem empurrar a embreagem acionada. Se você ouvir alguma coisa, é mais provável que seja um problema com a transmissão. Se você não ouvir um ruído, continue com o teste.

Com o carro ainda em ponto morto, comece a empurrar a embreagem ouvindo o ruído. Se você ouvir um ruído metálico agudo enquanto você pressiona a embreagem, é mais provável que o problema esteja na liberação da embreagem, ou no rolamento. Se você não ouvir um ruído, siga com o teste.

Empurre a embreagem todo o caminho até o fundo. Se você ouvir um ruído metálico, o problema está provavelmente no rolamento ou bucha do eixo piloto.

Como sempre, nossa dica é que você leve o seu veículo a um mecânico de confiança se você sentir que a embreagem está desregulada ou com desgaste. Seu mecânico é a melhor pessoa para fazer um diagnóstico correto e proporcionar o reparo mais barato e efetivo ao seu veículo.

Ficou alguma dúvida sobre sua embreagem? Deixe nos comentários suas perguntas e nós iremos te ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)