Moto que não tem marcha, como escolher?

Escrito na categoria "Automóveis e veículos" por André M. Coelho.

Você provavelmente já ouviu muito sobre uma motocicleta automática, ou de moto que não tem marcha. Mas uma moto automática sem marcha é boa? Vale a pena comprar?

Vamos dar uma olhada mais de perto a transmissão automática e as coisas que tem para nos oferecer.

Moto que não tem marcha e moto manual: quais as diferenças?

A mudança de marchas é um dos processos mais críticos de pilotagem de uma motocicleta. Em uma transmissão manual, as maarchas deslocadas envolvem o método usual de apertar na alavanca da embreagem e levantando a alavanca de mudança com o dedo do pé esquerdo. Você faz esse processo cada vez que você levanta em engrenagens mais altas ou para baixo para velocidades mais baixas.

Por outro lado, uma motocicleta automática não exigirá que o piloto mude as marchas. Motocicletas com transmissão automática posicionam mecanicamente as marchas, dependendo da revolução do motor, a rigidez da mola central, e o peso dos componentes.

A transmissão automática fornece uma grande variedade de velocidades, permitindo que o motor opere em uma faixa confortável.

No que diz respeito à marcha, a automática funciona da mesma maneira que uma transmissão manual.

Sua principal diferença é o conjunto de engrenagens que estão usando.

Motocicletas manuais estão usando diferentes conjuntos de marchas para produzir diferentes proporções de marchas.

Motocicletas automáticas estão usando a mesma marcha para obter diferentes razões. Este conjunto único de engrenagens em uma transmissão automática é chamado de “conjunto de engrenagens planetárias”.

Um conjunto de engrenagens planetárias consiste em 3 componentes: uma engrenagem solar, engrenagens satélites e as engrenagens do anel.

Todos esses componentes estão em uma malha constante. E o fluxo de torque através deste sistema ocorre ao longo de um único eixo, para entrada e saída.

Ele fornece diferentes taxas de engrenagens conectando essas engrenagens em posição diferente e ordem.

É por isso que a transmissão automática é a melhor opção para os pilotos casuais que querem se libertar da atividade de mudanças continuamente.

Motos sem marcha

Motos automáticas sem marcha podem ser ótimas opções para quem quer mais conforto e praticidade. (Imagem: Best Beginner Motorcycles)

Moto que não precisa passar marcha é pequena ou grande?

Quando você ouve o nome ‘motocicleta automática’, sua primeira impressão deve ser a de uma scooter ou moto pequena. Modelos populares incluem a Biz e a PCX da Honda, ou o Burgman da Suzuki. Mas isso acontece e é compreensível porque estes modelos foram os primeiros a receber marchas automáticas nas motos. Mas modelos de motos grandes, até modelos de touring, já tem também marchas automáticas.

Como pilotar uma moto sem embreagem automática?

Se você não é um fã de mudar marchas de vez em quando, você precisa obter uma motocicleta automática agora. Vai melhorar seu lazer e conforto.

Alguns casos de acidentes de motocicleta são causados ​​por uma passagem de marcha ruim. É por isso que dominar a arte de deslocamento de marchas é uma obrigação se você quiser garantir um passeio emocionante e com segurança.

A transmissão automática foi muito útil para iniciantes, e foi principalmente preferida por mulheres por sua facilidade de uso. Mesmo os pilotos experientes que querem eliminar o fardo da mudança de engrenagem constante preferem motos automáticos sobre os manuais.

Para iniciantes, aprender a mudar a embreagem, a mudança e a frenagem usando as duas mãos e os pés podem ser problemáticos e confusos. E o medo de possíveis mudanças errôneas que podem levar ao acidente só faz tudo pior.

A essência de uma viagem alegre é adversamente diminuída quando você tem muito a se preocupar. Com uma motocicleta automática, você não precisa se preocupar mais com muda ruim. Tudo o que você precisa fazer é acelerar o motor e deixar a moto mudar a marcha para você.

Diferentes tipos de motocicletas automáticas

Carros automáticos já assumiram o mundo. No entanto, o mesmo não pode ser dito para a motocicleta automática. Embora o conceito seja o mesmo, alguns pilotos ainda rejeitam a ideia de remover a emoção da mudança de marchas.

Enquanto eles têm um ponto válido, é apenas uma questão de tempo antes que as pessoas comecem a perceber a conveniência e a segurança das motos sem marcha. Apesar de alguma resistência, não será uma surpresa ver a maioria dos pilotos que aceitam a transmissão automática em breve.

Além disso, o desenvolvimento da motocicleta não pára aqui. Mas por enquanto, você pode escolher qualquer um desses tipos diferentes de motocicletas automáticas.

1. Câmbio CVT

CVT é a sigla em inglês para Continuously Variable Transmission ou transmissão continuamente variável. Este tipo de transmissão oferece a liberdade de uma mudança de marchas totalmente automatizada. Não há alavanca de embreagem e alavanca para mudar marcha. Tudo o que sobrou é para torcer o acelerador para se movimentar.

2. Dupla embreagem

Este tipo de transmissão é híbrido de transmissões manuais e automáticas. É um sistema que usa não uma, mas duas transmissões de embreagem que podem controlar as engrenagens uniformes ou as engrenagens ímpares da marcha.

Ele é projetado para permitir que o piloto escolha entre dois modos diferentes de mudança de marcha. Com um modeloo de embreagem dupla, você pode optar por mudar manualmente em seu próprio ritmo ou andar de lazer com uma transmissão automática.

3. Design de embreagem centrífuga

Este é o outro termo para transmissão semi-automática. Esses tipos de motocicletas não têm uma alavanca de embreagem montada no guidão, mas ainda precisarão que você mude as marchas pisando em uma alavanca de pé.

Moto sem marcha da Honda, Suzuki, Yamaha, vale a pena?

Para responder a esta pergunta, você precisará se perguntar primeiro. Você prefere ir para uma moto sem marcha? Deixando suas marchas de lado, vai mudar bem sua experiência de pilotagem. E hoje, como as motos, automáticas não são limitadas apenas às scooters, há uma gama mais extensa de motocicletas de tamanho real automático para escolher.

Para te ajudar, aqui estão os prós e contras da transmissão automática em motos:

Prós

Contras

Você já tem ou já teve uma moto automática? Qual você tem ou teve? Qual você está planejando comprar?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário