Só quem passa pelo sofrimento de ter que limpar o carburador da ferrugem entende o sofrimento que é passar por isso. Isso vale tanto para carros quanto para motocicletas. Mas não é só isso que a ferrugem causa. Vamos entender um pouco mais das causas e consequências da ferrugem.

Quais são as causas e consequências da ferrugem em um tanque de combustível?

Com uma gasolina brasileira de má qualidade e aditivos que não protegem nossos tanques da ferrugem, é difícil que tanques até de veículos mais novos, não passem por este problema. Ele é ocasionado pelo contato do ar com o material que reveste a parte interna do tanque.

Na teoria, o tanque era para nunca enferrujar. Mas na prática, nossa gasolina acaba com o tanque pouco a pouco. Quem gosta de veículos antigos passa por este pequeno problema com uma certa frequência, se não tiver tratado bem o tanque.

A ferrugem no tanque, se não tratada, pode ocasionar:

  • Entupimento do carburador e dos tubos de combustível;
  • Danos ao motor, que irá trabalhar com partículas sólidas;
  • Moto “engasgando” em altas rotações, por conta de ferrugem entupindo um ou mais filtros do sistema de alimentação;
  • Carburador sujo e entupido, necessitando de limpezas mais constantes para que não haja perda de desempenho no motor;
  • Furos no tanque, resultando em vazamentos de combustível (para casos mais extremos) e necessidade de reparos com um torneiro mecânico;
  • Carro ou moto demorando para pegar ou morrendo “do nada”;
  • Outros.

Como saber se meu tanque está enferrujado?

Para verificar se seu tanque está enferrujado, retire a tampa dele e usando uma lanterna LED ou o flash de um celular, verifique se há manchas marrons no tanque. Elas normalmente aparecem nos locais onde fica pouca gasolina e comumente no fundo, como acúmulo de partículas. Podem aparecer algumas manchas que mesmo pequenas, mostram que sue tanque já não está mais protegido contra a ferrugem. Em motocicletas, essa verificação é bem mais fácil. Em carros, talvez seja necessário retirar o tanque inteiro. Ou, melhor ainda, você pode fazer uma verificação no carburador e buscar por partículas de ferrugem. Se tem alguma coisa ali, pode ter certeza que seu tanque tem problemas, ainda mais se seu veículo tiver mais de 10 anos de estrada.

Cuidados com os “especialistas!

Quando você aparece com esse problema, serão muitos os “especialistas” que irão oferecer ajuda. Uns dirão para você comprar um tanque novo, outros irão dizer para usar produto X ou produto Y, além das famosas receitas caseiras. Eu vou fazer o meu guia baseado na minha experiência e custos de reparo. Afinal, teria sido mais barato comprar um tanque usado no mercado depois dos meus ensaios e erros, além de extensas pesquisas em inglês, português, em fóruns nacionais e internacionais e em sites especializados em reparos de veículos antigos.

O que fazer com o tanque enferrujado?

Primeiramente, remova todo o combustível do meu tanque e separe em um recipiente. Use esse combustível para qualquer fim, mas não volte ela para o tanque. Por ela estar contaminada, ela pode acabar com todo o processo de limpeza que você fez. Remova o tanque inteiramente de seu veículo e troque todos os filtros de combustível nele presentes. Todos os tubos de alimentação devem ou ser trocados ou serem lavados muito bem com detergente neutro, água pura e depois secos, para não contaminar o combustível.

Agora vem o “pulo do gato”: dentro do seu tanque, pode ter um filtro que tem de ser retirado para a limpeza. Se o seu tanque não tem esse filtro, dê um jeito de comprar um. Vale lembrar que esses bucais tem também anéis de vedação essenciais para não vazar combustível e se estiverem danificados, você deve trocá-los. Se você não tem conhecimento das partes de seu veículo, passe esse guia para quem conhece ou faça todos os procedimentos com o manual de serviços do seu veículo do lado.

Se você está planejando pintar seu tanque ou mesmo fazer uma reforma estética, faça ela depois de remover a ferrugem do tanque, seja ela interna ou externa. Aliás, sempre pense nos problemas “mecânicos” antes dos “estéticos”, para qualquer coisa em seu veículo.

Removendo a ferrugem com importados

Produtos importados, caso você consiga comprar, são muito mais eficientes e menos danosos ao meio ambiente e à sua saúde. (Foto: www.orisonmarketing.com)

Removendo a ferrugem: erros, falhas, muito dinheiro indo embora até acertar!

Bom, agora para começar a remoção da ferrugem, vou contar primeiro minha experiência com minha motocicleta, que teve muita coisa que deu errado, antes de detalhar as etapas.

Pensei em usar inicialmente uma mistura de ácido muriático que achei na internet (1L de ácido Muriático, 1L de Querosene, 200g de Bicarbonato de sódio). Acho que é a mistura mais barata, mas são muitas reações químicas prejudiciais pro meu gosto e o processo tem etapas demais. Afinal, não tinha um espaço muito aberto pra fazer tudo isso (fiz toda a limpeza na varanda do meu apartamento).

Comprei então um removedor de ferrugens genérico aqui na minha cidade. 1 L total em 2 garrafas de 500 ml. Esvaziei dentro do meu tanque e deixei lá, sacudindo ele de vez em quando, por uns 4 dias. A ferrugem foi completamente removida e eu era uma pessoa feliz de novo. Cometi então o erro de remover o líquido do tanque. Enferrujou tudo que já estava enferrujado e todas as outras superfícies que não estavam. Deixei de lado o tanque da ferrugem e fui então restaurar a pintura da parte inferior do tanque, que nem é tão importante, mas eu queria aprender alguns macetes de pintura.

Aprendi com isso que não poderia deixar meu tanque “vazio” depois de remover a ferrugem, já que pelo visto, o removedor também deixa o metal limpo de toda a proteção possível contra o contato com o ar. Comprei então 2 L do removedor de ferrugem Quimox, que você pode encontrar em lojas online e pode ser reaproveitado. Além disso, seu cheiro é bem mais agradável e ele é bem mais eficiente que o genérico. E comprei um kit do Tank Film, um produto à venda no site Motos Antigas (funciona para carros também). No momento em que escrevi este tutorial, o custo de um kit para um tanque de até 50 L era de R$120,00. Eu usei metade do kit, desperdicei boa parte dele por falta de proporção na mistura e ainda sobrou bastante pro meu tanque de 14 L. Dava para fazer todo o processo com 1/4 do kit, sem problemas e ainda dividir os custos com algum amigo que tivesse o mesmo problema.

O que eu vou precisar para remover a ferrugem do meu tanque?

Então, basicamente o que você vai precisar:

  • 2 L do removedor de ferrugens Quimox. Não recomendo outro no mercado. Preço total: aproximadamente R$60,00. É ainda reaproveitável;
  • Kit Tank Film. R$90,00 o kit para um tanque de até 50 L. Preço total (com envio para MG): R$120,00. Para tanques de 14 L de motocicletas, dá para até 4 aplicações, sem exagero;
  • 1 L de gasolina aditivada;
  • Recipiente para armazenar o Quimox após a remoção da ferrugem (um balde simples serve);
  • Pote de sorvete para misturar o kit do Tank Film;
  • Espátula de plástico para misturar o Tank Film;
  • Desengripante para as peças que fazem parte do tanque (válvulas, canos, parafusos etc);
  • Cano de plástico que encaixe na saída de combustível do tanque (facilita a remoção do Quimox e do combustível). Use um cano que possa ser vedado ou tampado na extremidade;
  • Silver tape, fita crepe, fita crepe automotiva ou qualquer outro tipo de adesivo que possa ser usado para fechar a tampa do tanque de combustível e outros orifícios
  • Peças do sistema da válvula do tanque: filtros e anéis de vedação.

Pode parecer um reparo “caro”, mas além de poder dividir custos com os amigos, você pode guardar o que sobrou para mais reparos ou até vender para um mecânico ou amigo que tenha um veículo antigo.

Protegendo o tanque da ferrugem

A ideia após remover a ferrugem é proteger a superfície para que ela não volte a ter problemas com a corrosão. (Foto: www.motosantigas.com.br)

E se meu tanque tiver furos?

Se seu tanque tiver furos por causa da ferrugem, ou você compra um novo ou leva ele a um torneiro mecânico que possa fazer o reparo e tirar a ferrugem do tanque para você. Mas note que esta retirada de ferrugem será um processo bem temporário, pois desconheço algum torneiro mecânico que faça uma proteção interna do tanque permanentemente contra a ferrugem.

Como remover a ferrugem do meu tanque?

Vamos então às etapas da remoção de ferrugem:

  1. Remova o tanque de combustível, fechando todas as entradas e saídas de combustível dele;
  2. Esvazie todo o tanque do combustível;
  3. Separe a válvula e troque os filtros e anéis de vedação, além de outras peças “externas” ao tanque. Passe apenas um desengripante nas partes metálicas da válvula e substitua os filtros e os anéis de vedação. Mantenha as peças metálicas longe do Quimox, pois a reação pode oxidar os metais;
  4. Retire a tampa do tanque de combustível e mantenha ela longe do Quimox;
  5. Tampe o tubo conectado na saída do tanque de combustível para facilitar a retirada do Quimox;
  6. Despeje o Quimox no tanque. Tampe o tanque com a fita adesiva de sua opção (eu usei fita crepe automotiva).

Sacuda o tanque a cada 30 minutos por no mínimo 30 segundos. Isso irá garantir que o Quimox atinja todas as superfícies internas do tanque. Após sacudir, deixe o tanque em repouso em uma posição diferente da anterior, seja vertical, horizontal, de cabeça para baixo ou qualquer outra posição. Isso garantirá que o Quimox tenha tempo de reagir com a superfície afetada pela ferrugem. Deixe o tanque de molho por um dia, no mínimo. Eu deixei por 4 dias, repetindo os movimentos pelo menos duas vezes por dia. Vai depender da seriedade da oxidação do seu tanque e sua paciência. Verifique regularmente o tanque para ver se a ferrugem saiu durante o “molho”. E aí, seguimos para a próxima etapa:

  1. Remova o Quimox. Não se esqueça que dá para reaproveitar a substância, portanto, guarde o que foi usado e filtre os resquícios de ferrugem que irão sair com o Quimox;
  2. Use a gasolina aditivada para limpar o tanque dos resquícios do Quimox. 3 a 4 lavagens, com sacudidas bem fortes já dão pro gasto. Drene bem a gasolina do tanque e jogue-a fora ou use para outros fins, que não a alimentação de um veículo;
  3. Deixe o tanque separado ao ar livre e aberto para “evaporar” a gasolina.

Acabada essa etapa, você livrou seu tanque da ferrugem. E imediatamente, você tem que estar pronto e preparado para blindar seu tanque desta praga corroedora de metais.

Aplicando o Tank Film

Existem muitos produtos importados para “blindar” seu tanque da ferrugem. No Brasil, o melhor e mais barato é o Tank Film. E abaixo, segue sua aplicação:

  1. No pote de sorvete, misture o Tank Film proporcionalmente ao tamanho do seu tanque. Siga as instruções do manual que vem com o kit;
  2. Retire o tubo que você usou na saída de combustível do tanque. Agora é hora de vedar a saída de combustível. Use um pedaço de borracha, rolha, fita isolante. Qualquer coisa que vede a saída e não deixe nada escapar vale;
  3. Derrame o Tank Film dentro do tanque e vede a tampa do tanque novamente. Mexa o tanque, devagar, em todas as direções por no mínimo, 1 hora. Isso vai garantir que uma película protetora se forme, impedindo que a ferrugem volte ao seu tanque;
  4. Remova a vedação e remova o excesso de Tank Film. Coloque o Tank Film que sobrou dentro do pote de sorvete e não jogue fora, ao contrário do que diz o manual. O Tank Film que fica no pote de sorvete serve como referência para você saber como está indo o “endurecimento” da película protetora dentro do seu tanque;
  5. Deixe seu tanque de repouso por 4 dias em um lugar mais elevado, na horizontal, de forma a excessos poderem escorrer pela saída de combustível. O manual do Tank Film recomenda 3 dias, mas sempre sou conservador nesses casos e deixo um dia a mais. Verifique também como está o endurecimento do Tank Film no pote de sorvete (ele vai ficar igual uma pedra);
  6. Remova a vedação do tanque e verifique como ficou o Tank Film. Por conta da cor do Tank Film, vai parecer que seu tanque inteiro enferrujou, mas na verdade é a proteção que foi criada;
  7. Coloque a válvula de volta no seu tanque e outras peças. Não se esqueça dos anéis de vedação e dos filtros;
  8. Encha seu tanque com gasolina aditivada de qualidade. Mantenha o tanque cheio por um bom tempo. É melhor sempre encher o tanque do que esperar ele esvaziar todo e colocar só um pouquinho de gasolina. Depois, você pode ir alternando entre gasolina aditivada e normal, só para fazer a limpeza legal do tanque.
  9. Reinstale o tanque.

Recomendo que vocês separem um dia inteiro só pra fazer essa remoção. Só a aplicação do Tank Film é um processo de 1 hora em que você vai ter que ficar movendo o tanque em várias direções diferentes. E deixar seu tanque “vazio” após a remoção da ferrugem só vai fazer com que ela volte com mais força.

Como evitar a ferrugem?

Vale lembrar que sempre escolher postos de combustível de qualidade irá te ajudar a economizar na manutenção do veículo. Além disso, também recomendo que antes da reinstalação do tanque, seja feita toda uma limpeza do sistema de carburação ou injeção eletrônica, evitando assim mais dores de cabeça com o desempenho. Mantenha seu tanque sempre cheio também, para protegê-lo do ar.

Considerações finais

Para muitos, colocar a mão na massa não é uma opção. Para outros, pode ser uma necessidade. Você pode passar esse guia para um mecânico e ele fazer todo o processo para você ou simplesmente, pegar o tanque separado e fazer você mesmo. A melhor solução seria comprar um tanque novo, mas sabemos que isso pode ser difícil de encontrar para alguns veículos mais antigos.

Esperamos ter ajudado nossos leitores com essa solução simples e prática deste problema que aflige os aficionados por veículos antigos.

8 comentários para “Tem como remover a ferrugem do tanque do seu carro ou moto?”

  1. Glauber

    Belo artigo e muito bem explicado. Parabéns por compartilhar seu conhecimento que demandou tempo e dinheiro para adquirir.

    Responder
    • Equipe Carro de Garagem

      Olá, fico feliz com o reconhecimento.
      Obrigado pelo comentário.

      Responder
  2. M.bastos

    Muito obrigado pela explicação e a generosidade de compartilhar.

    Responder
  3. Leonardo

    Parabéns pelo senso de ajuda. Considere ser candidato pois este é o tipo de pessoa que pensa coletivamente, sem pensar em se dar bem.
    Obrigado

    Responder
    • Equipe Carro de Garagem

      Disponha! Se você tiver mais alguma dúvida e quiser ajuda, é só deixar sua dúvida nos comentários!

      Responder
  4. Hanri

    Tenho uma ninja 600 antiga, esta parada a dois anos, fui botar gazolina e começou a vazar gazolina em varios pontos, o que devo fazer. Só trocando ou será que da para consertar.

    Responder
    • Equipe Carro de Garagem

      Hanri, leve a moto a um mecânico de confiança. Pode ter recuperação, mas só um mecânico muito bom e uma funilaria de qualidade poderá conseguir isso pra você.

      Responder
  5. Normand Neto

    Muito bem explicado. Obrigado, obrigado, obrigado…

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)