O Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) limita o peso máximo por eixo que cada veículo pode carregar. Tal limite é necessário para garantir não apenas a segurança dos veículos nas estradas brasileiras, mas também a conservação das mesmas. Isto porque quanto maior o peso de um veículo, maior a força que os pneus vão aplicar sobre a camada de asfalto e maior será o desgaste das estradas brasileiras, aumentando ainda mais os custos de transporte no Brasil. Mais eixos e rodas significam que o caminhão poderá carregar mais peso, porque ele será melhor distribuído, causando menor degradação ao asfalto, em resumo.

O que é o peso bruto máximo?

Entenda que o peso bruto máximo é a soma da carga que o veículo é capaz de carregar somado ao peso do próprio veículo.

Capacidade de carga de caminhões: Veículo Urbano de Carga

Como caminhão de menor porte, usado em áreas urbanas, é também o que pode carregar a menor carga.

Largura máxima: 2,2 metros

Comprimento máximo: 6,3 metros

Capacidade de carga: 3 toneladas.

Capacidade de carga de caminhões: caminhão toco ou semi-pesado

Eixo simples frontal, com eixo traseiro de rodagem simples.

Comprimento máximo: 14 metros.

Capacidade de carga: até 6 toneladas.

Peso bruto máximo: 16 toneladas.

Peso máximo permitido por eixo: 6 toneladas dianteiro, 10 toneladas traseiro.

Como varia capacidade de caminhão

A capacidade de um caminhão varia de acordo com seu tamanho, tipo, e finalidade de uso. (Foto: www.transportadoras.org)

Capacidade de carga de caminhões: caminhão truck ou caminhão pesado

Eixo duplo na carroceria (dois eixos juntos). Um dos eixos traseiros recebe a força do motor.

Comprimento máximo: 14 metros.

Capacidade de carga: 10 a 14 toneladas.

Peso bruto máximo: 23 toneladas.

Peso máximo permitido por eixo: 6 toneladas no eixo dianteiro, 17 no eixo traseiro.

Capacidade de carga de caminhões: carretas, cavalo mecânico, cavalo mecânico trucado, LS

Caminhão onde a parte que recebe a força do motor, possui as rodas de tração, e tem a cabine do motorista, é separada da parte de carga. Pode ser acoplado a diferentes módulos de carga, que recebem o nome de semi-reboque. O cavalo mecânico trucado ou LS tem o diferencial de ter um eixo duplo para carregar mais peso, distribuindo a carga por mais rodas e exercendo menos pressão pelas rodas no chão.

Como a capacidade de carga de carretas é definida pelo semi-reboque acoplado ao cavalo mecânico, os tipos diferentes são:

  • Carreta 2 eixos: semi reboque com 2 eixos. Comprimento máximo de 18,15 metros. Capacidade de carga: 23 toneladas. Peso bruto máximo de 33 toneladas. Peso máximo permitido por eixo: 6 no eixo dianteiro, 10 no eixo central, 17 no eixo traseiro.
  • Carreta 3 eixos: semi reboque com 3 eixos. Comprimento máximo: 18,15 metros. Capacidade de carga: até 25 toneladas. Peso bruto máximo: 41,5 toneladas. Peso máximo permitido por eixo: 6 toneladas no eixo dianteiro, 10 no eixo central, 25,5 no eixo traseiro.
  • Carreta cavalo trucado: um cavalo mecânico trucado e semi reboque com 3 eixos. Comprimento máximo: 18,15 metros. Capacidade de carga: até 30,50 toneladas. Peso bruto máximo: 45 a 46 toneladas. Peso máximo permitido por eixo: 6 toneladas no eixo dianteiro, 10 no primeiro eixo, 10 no segundo eixo, 17 no eixo traseiro.

Capacidade de carga de caminhões: caminhão bitrem ou treminhão

O bitrem ou treminhão é um tipo de caminhão um tanto diferente, e que apesar de geralmente ser um cavalo mecânico acoplado a um reboque merece uma classificação à parte. Sua combinação permite que seja composto por até sete eixos.

Comprimento máximo: 17,15 a 19,80 metros

Capacidade de carga: 38 toneladas

Peso bruto máximo: 57 toneladas

Peso máximo permitido por eixo: 6 toneladas no eixo dianteiro, 17 nos 3 eixos restantes.

 

 

Capacidade de carga de caminhões: rodotrem

O rodotrem é um tipo de caminhão muito específico, composto por dois semi reboques e nove eixos. Os dois semi reboques são interligados por um veículo intermediário, afim de tornar o veículo todo mais estável. Para que esse veículo transite, é necessária uma Autorização Especial de Trânsito (AET) e um trajeto definido para ele rodar.

Comprimento máximo: 25 a 30 metros

Capacidade de carga: 48 toneladas

Peso bruto máximo: 74 toneladas

Peso máximo permitido por eixo: 6 toneladas no eixo dianteiro, 17 nos 4 eixos seguintes.

Tabela de capacidade de carga de caminhões: tolerância e legislação

Para quem vai para a estrada, precisa obrigatoriamente relacionar o peso e as dimensões do veículo, bem como o tipo de caminhão usado no transporte. Essas informações acima são apenas uma referência inicial, para se ter uma ideia e se fazer um planejamento da carga a ser carregada pelo veículo. Alguns estados, como São Paulo, tem limitações ao tráfego de caminhões em certas rodovias, e os caminhoneiros devem estar atentos a isso.

Há uma tolerância de 5% (cinco por cento) sobre os limites de pesos regulamentares para o peso bruto total (PBT) e peso bruto total combinado (PBTC) e 5% (cinco por cento) sobre os limites de pesos regulamentares para o peso bruto total (PBT) e peso bruto total combinado (PBTC), mas é bom o caminhoneiro tomar cuidado para não ultrapassar a carga máxima permitida e acabar multado. Ao carregar o veículo, a recomendação é carregar com 5% a 10% menos do que a capacidade total do mesmo, como margem de erro para quaisquer imprevistos. Não adiantará, afinal, agregar o caminhão em uma empresa se você depois perder todo o seu lucro pagando multas, não é?

Deixamos as informações aqui na forma mais simples que podemos encontrar e apresentar à vocês. Mas se ficou alguma dúvida, não tenha vergonha de perguntar nos comentários. Lembrem-se que estamos aqui para ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)