Os braços oscilantes desempenham um papel importante para o sistema de suspensão do seu carro. Os braços oscilantes são também conhecidos como braços de controle. Suas buchas podem se desgastar com o tempo e precisam ser substituídos, mas sintomas vão aparecer claramente para que os reparos sejam realizados.

Qual a função do braço oscilante?

Braços oscilantes podem não ser um nome familiar para muitos proprietários de automóveis. Você pode nunca ter ouvido falar deles – até que seu mecânico diga que é hora de ter novos.

Eles são um componente crítico do sistema de suspensão do seu carro que permite que os pneus subam e desçam suavemente de forma independente e com estabilidade para o funcionamento do veículo.

Sem eles, seu veículo não proporcionaria um passeio divertido. Seria como andar em uma carroça, com tudo muito duro no caminho.

O que é um braço oscilante?

Os braços oscilantes controlam o movimento das rodas para que fiquem alinhadas com o corpo do carro. Onde a função da suspensão é segurar tudo, o braço oscilante basicamente absorve a estrada. É o que abre caminho. Ele se move para cima e para baixo para que o pneu possa se mover. Quando você atinge uma colisão, o braço de controle comprime o peso e desce sobre ele. Ele mantém a parte inferior do pneu no lugar.

Braço oscilante de carro

O braço oscilante ajuda a deixar o veículo estável, facilitando a direção do carro. (Foto: Autoweek)

Especialistas em automóveis dizem que os braços de controle conectam a suspensão do carro ao quadro real do veículo. Eles são conectados à estrutura por meio de um componente chamado bucha, enquanto se fixam à suspensão por meio da junta homocinética. Isso permite que o veículo gire sua roda e gire, conectando o pneu à suspensão do carro.

O conjunto do braço de controle tem formato triangular, com duas buchas em cada extremidade e na junta homocinética. Isso permite que o carro suba e desça livremente.

Os carros normalmente têm dois a quatro braços de controle, dependendo se o sistema de suspensão do veículo possui amortecedores ou amortecedores. Muitos dos carros de hoje só têm braços de controle na suspensão dianteira.

Alguns veículos têm braços de controle superiores e inferiores, embora os especialistas em automóveis digam que a maioria dos carros hoje só vem com os inferiores devido à forma como o conjunto do suporte é projetado.

Os carros com braços de controle superiores e inferiores são chamados de suspensão triangular dupla, em que os braços trabalham paralelos entre si.

Sintomas de defeitos no braço oscilante

Como qualquer componente do carro, com o tempo, os braços de controle se desgastam e precisam ser substituídos. Hawley diz que muitos conjuntos de braço de controle se desgastam a cada 140.000 a 160.000 quilômetros.

Os braços oscilantes podem dobrar ou quebrar ao passar por grandes buracos ou saliências, enquanto as buchas também podem se desgastar sozinhas.

As pessoas começarão a ver os pneus não se desgastando corretamente. Se houver desgaste dos pneus, pode ser necessário examinar os componentes.

Os especialistas em automóveis dizem que outros sinais comuns de que o conjunto do braço de controle precisa ser substituído é se o volante está vibrando ou há barulho de batida ao dirigir sobre lombadas.

Custos para substituir o conjunto do braço de controle

O custo para substituir um braço de controle pode ser caro. Muitas vezes, as escovas e as juntas homocinética são substituídas como parte de toda a unidade de montagem do braço de controle – embora isso dependa do nível de dano e desgaste. Todos eles trabalham juntos. Você não pode ter um braço de controle sem uma junta homocinética.

O braço de controle sozinho custa até barato, e o tempo de trabalho geralmente pode levar algumas horas. O preço da substituição de um braço de controle pode variar muito, dependendo do tipo de carro.

Normalmente você tem que substituir o braço oscilante e buchas juntos.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)