O sistema de direção é uma parte importante do mecanismo de controle de um veículo. Ele fornece controle sobre a direção que o motorista quer guiar o carro. Um problema como o volante difícil de virar é perigoso porque pode levar a acidentes quando você está dirigindo em uma rodovia ou em uma rua cheia de carros ou pessoas. Imagine uma situação em que você precisa mudar de faixa ou dar uma virada, mas o volante se move ou se move devagar. Pode ser uma situação mortal se você estiver dirigindo em uma estrada traiçoeira e montanhosa.

A manutenção irregular e a manutenção tardia, juntamente com o desgaste de alguns componentes, são as razões do volante rígido. É importante saber sobre eles, pois isso ajudará você a identificar os sinais cedo e levar o carro para manutenção antes que eles se tornem piores.

Direção elétrica pesada devido a pressão dos pneus

Surpreendentemente, a má pressão do ar pode ser uma das causas do giro do volante. A pressão inadequada dos pneus, especialmente pneus desinflados, pode desencadear este problema. Todos os pneus do seu veículo devem ter sido inflados de acordo com o PSI recomendado pelo fabricante.

Além disso, o alinhamento frontal é outra coisa importante. O desgaste irregular dos pneus dianteiros fará com que o carro puxe para um lado enquanto dirige ou faz uma curva. O piso irregular do pneu leva ao desalinhamento das rodas, o que também pode causar uma direção rígida e rígida no momento de fazer curvas na estrada.

Direção elétrica dura pelo braço de direção

O braço da direção é conectada à roda através de uma série de eixos e articulações em U. Estas peças e o próprio braço ficam danificados e desgastados simplesmente por causa da condução diária. Se você encontrar a roda rígida logo após ligar o carro, o problema é definitivamente com o braço de direção. A roda ficará gradualmente livre para se mover quando você continuar dirigindo. Isso acontece porque o componente fica mais quente com o funcionamento do motor, permitindo que o lubrificante se acomode. Você pode continuar dirigindo com essa condição, mas deixará o componente deteriorado e aumentará o problema.

Correia/polia da direção elétrica danificada

Outra causa comum de volante difícil de girar é uma correia rachada ou quebrada. A correia ou polia fica desgastado com o tempo, porque funciona o tempo todo quando você dirige o carro. A roda começa a mostrar o sinal de rigidez quando a correia começa a corroer e fica solta. Atrasar o reparo ou a substituição fará com que a correia se quebre, fazendo com que o volante se solte.

Vazamento de fluidos na direção elétrica

O nível inadequado de fluido no sistema de direção é outro dos principais motivos. Acontece quando a área da mangueira pressurizada desenvolve um vazamento ou se solta. O fluido vaza através dessa rachadura, levando à redução da pressão no sistema e ao ressecamento da bomba. Como resultado, a roda não recebe suprimento suficiente de fluido para funcionar livremente.

Mau funcionamento da bomba na direção elétrica

Junto com o fluido, a bomba também tem um papel importante na criação da quantidade certa de pressão no sistema de direção hidráulica e elétrica. Se a bomba ficar danificada ou parar de funcionar por qualquer motivo, será difícil girar o volante. Uma bomba danificada não irá parar a roda completamente. Você ainda será capaz de movê-lo, mas precisará de muito mais esforço, o que pode ser perigoso quando você precisar dar uma virada na estrada.

Direção elétrica de veículo

Se a direção elétrica do seu veículo estiver muito dura, veja as possíveis causas para encontrar uma solução rápida e eficiente, antes que se torne perigoso dirigir o veículo. (Foto: YouTube)

Fluido grosso na direção elétrica

Como todos os outros tipos de fluido em um veículo, o fluido da direção hidráulica ou elétrica também coleta sujeira e detritos com o tempo. Torna-se muito espesso para fluir livremente e lubrificar todas as partes do sistema, se você não alterá-lo dentro do período especificado. Isso faz com que o volante seja duro de girar em baixas velocidades. A única solução é remover o fluido antigo do sistema e enchê-lo com líquido novo e fresco.

Volante difícil de girar em baixas velocidades

O problema do volante difícil de girar torna-se mais perceptível quando você está dirigindo em baixa velocidade porque a maioria das pessoas diminui a velocidade do carro ao fazer uma curva. Quando este problema ocorre, você pode estar certo de que há uma falha no seu sistema de direção hidráulica. Pode ser o fluido, a bomba ou a correia. Todas estas coisas funcionam em conjunto para reduzir a resistência da roda no momento da rotação. Quando alguma ou todas estas coisas não funcionarem corretamente, você experimentará um volante rígido devido ao alto nível de resistência. As soluções para o volante difícil de virar:

Verifique a pressão do ar dos seus pneus

Se você descobrir que seu volante é difícil de girar em baixas velocidades, a primeira coisa que você deve verificar é a pressão de ar de todos os seus pneus. Todos os pneus de um carro devem ser cheios com ar igual e permaneceram na PSI recomendada da montadora para evitar a quantidade de ar inadequada em pneus que leva a direção rígida.

Verifique a condição da direção hidráulica e o nível do fluido

O volante difícil de girar em baixas velocidades pode acontecer devido a alguns problemas relacionados ao nível e condição do fluido da direção hidráulica. Portanto, se este caso ocorrer, você precisará verificar tanto a condição da direção hidráulica quanto o nível do fluido. (Nota: Você pode facilmente encontrar o fluido da direção hidráulica em um reservatório cilíndrico que esteja próximo a uma correia de direção hidráulica e seja rotulado claramente. O cilindro pode ser um cilindro de plástico ou um de metal). Fluido inadequado é a razão que dificulta a direção. Assim, você precisa manter o fluido no nível total preciso e a cor deve ser vermelho escuro. Se você observar que a cor do fluido é muito escura e antiga, é hora de trocar o fluido.

Verifique a polia na unidade de direção hidráulica

Quando seu volante é difícil de girar, inspecionar a polia na unidade da direção hidráulica é o que você deve fazer. Observe que você só verifica a polia quando o motor do seu carro está desligado para garantir a segurança. Normalmente, a tensão adequada não excede uma polegada de jogo ou três quartos. Para verificar a tensão, basta pressionar o polegar no cinto. Certifique-se de que a condição da correia da polia esteja boa o suficiente sem rachaduras ou bordas desgastadas. Além disso, você também faz uma verificação visual com o motor do carro em funcionamento para garantir que a correia da polia esteja funcionando bem. Se você observar que o cinto está escorregando, poderá enfrentar a direção rígida e errática.

Verifique a unidade de direção hidráulica

A próxima coisa a fazer é inspecionar a unidade de direção hidráulica. Como um vazamento de mangueiras de pressão de conexão irá diminuir a sua pressão e, portanto, leva a direção difícil. Portanto, uma verificação visual para vazamentos de fluido aqui é o que você deve fazer.

Verifique as partes da frente

Verifique as peças da extremidade dianteira, como as extremidades da barra de direção e as juntas esféricas quanto a desgaste e lubrificação. O desgaste excessivo das juntas esféricas ou dos tirantes é muito perigoso e pode fazer com que o volante também gire. Inspecione essas peças para certificar-se de que seu carro tenha o alinhamento adequado da extremidade dianteira. Um sinal de aviso seria desgaste irregular do pneu dianteiro e o seu carro puxará para um lado quando você dirigi-lo. Você pode enfrentar a direção rígida, especialmente quando você faz uma curva se todas as rodas do seu carro não estiverem alinhadas com precisão.

Além disso, a manutenção regular e a manutenção programada são as melhores maneiras de manter seu carro livre desse problema. Você deve verificar o nível do fluido em intervalos regulares. Além disso, certifique-se de ter o sistema de direção assistida diagnosticado toda vez que você enviar o carro para uma oficina de manutenção para o check-up da programação.

Espero que este artigo ajude a responder a pergunta “Por que meu volante é difícil de girar?” E oferece alguns métodos úteis para lidar com ele. Se você tiver alguma dúvida sobre carros, deixe um comentário abaixo e nós responderemos para você.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)