Negociar pode parecer desesperador, algo como colocar um amador contra uma equipe de profissionais. Mas, definindo as regras básicas cedo, você pode nivelar o campo de jogo de uma negociação de preço de um carro. Quando você começa a barganhar, trabalhe a partir de suas posições de força na negociação. Isso inclui seu lance de abertura, baseado no que o revendedor pagou pelo veículo ou o que você estabeleceu é um preço justo e as ofertas competitivas de outras concessionárias locais ou sites de compra de carros. O vendedor provavelmente começará a discussão concentrando-se no valor da tabela do veículo ou no valor do financiamento. Não deixe que a negociação tome esse rumo.

Se ele ou ela começar com o preço, certifique-se de negociar o preço mais baixo e trabalhar para cima, não para baixo do preço sugerido. Ao começar com seu pagamento mensal como foco, o vendedor pode agrupar todo o processo, incluindo o preço do novo veículo, a troca e o financiamento, se apropriado. Isso dá ao vendedor muita latitude para semear confusão.

Em vez disso, insista em negociar uma coisa de cada vez. Sua primeira prioridade é se contentar com o menor preço que você pode obter no novo veículo. Só depois de ter trancado isso, você deve começar a discutir um trade-in ou financiamento, se necessário.

Vamos então a uma pequena lista de táticas de negociação que podem te auxiliar em fortalecer esses pontos.

Não negocie o carro mais barato

Diga ao vendedor e ao gerente de vendas que você assinará a papelada no momento em que acertar sua meta. Polidamente recuse qualquer contra-oferta, dê a eles o seu número de telefone e saia da concessionária. Se o preço que você propôs está dentro do campo de possibilidades, eles ligam para você em algum momento. É uma estratégia que pode demorar, mas funciona na maioria das vezes.

Encontre o carro nacional mais barato nos sábados

Vá para a concessionária nos sábados uma hora antes do horário de encerramento. Ligue e peça para falar com o vendedor ou gerente com quem você falou antes. Lembre-os de que você é um comprador quando eles atendem ao valor estipulado, mas que eles não devem perder seu tempo se não o fizerem. Se a sua oferta for possível, a oportunidade de fazer mais uma transação antes do final do dia pode obrigá-los a trabalhar com você, especialmente se a concessionária estiver tendo um final de semana ruim e tiver que bater metas.

Pesquise pelo seu carro no final do mês

Faça a visita no último dia do mês. Mais uma vez, vendedores e gerentes estão sob pressão para encontrar mais uma transação antes do final do mês. Um negócio que não fazia sentido no dia 25 poderia fazer sentido no dia 31 se o mês não tiver atingido às expectativas. Jogue com esses desespero dos vendedores a seu favor.

Encontre carros populares mais baratos em dias com clima ruim

Visite as concessionárias em dias ou meses que tiveram um clima terrível. Um um dia de vento e chuva, por exemplo, pode afetar drasticamente as vendas de carros. Ligue e lembre ao vendedor ou ao gerente que você ficará feliz em atender quando eles atenderem à sua oferta. Novamente, o fato de não estarem vendendo carros pode fazer com que eles se curvem a seu favor.

Faça o mesmo processo ao mesmo tempo com alguns outros revendedores em sua área. Verifique se eles tem o carro que você quer e, em seguida, dê a eles a missão de encontrar o veículo que você deseja.

Comprando carro barato

Compre um carro mais barato seguindo dicas para baratear os custos com facilidade. (Foto: SATOV Consultants)

Saiba o que vale um carro barato

Se você está comprando um carro novo, muitos sites fornecem estimativas de valores reais que são razoavelmente precisas. Se você está comprando um carro usado, classificados e a própria tabela FIPE são também um ótimo recurso, já que eles informam com precisão o valor médio dos veículos.

Minha sugestão é tentar comprar um carro novo por até R$5.000 menos do que o valor real de mercado. Isso é agressivo, mas supondo que você tenha tempo e esteja disposto a trabalhar no telefone, muitas vezes você pode encontrar uma concessionária disposta a investir em sua reserva financeira para fazer mais um acordo.

Se você está comprando um carro usado, tente um desconto de 10 a 15% sobre o valor de venda. É muito difícil, mas de vez em quando um comerciante vai levar um carro no comércio abaixo do valor de mercado. Se você fizer esse tipo de oferta agressiva, poderá obtê-lo de vez em quando.

Garanta seu próprio financiamento, se puder

Uma ótima maneira de evitar o drama no escritório de finanças é obter um financiamento com boas taxas de um banco ou outra instituição financeira. No entanto, se você está comprando um carro novo e quer aproveitar uma taxa de juros especial (como 0%), você terá que trabalhar com a pessoa de finanças da concessionária.

Se o vendedor te oferecer muito um financiamento, você pode recusar. Você pode lidar com isso. Seja educado, mas diga não a tudo. Não é pessoal, é apenas negócios.

Se você tem crédito ruim, o escritório de finanças da concessionária vai ajudá-lo (pelo menos um pouquinho). No entanto, isso não significa que você precisa fazer um favor e comprar uma garantia ou algo assim: apenas diga não se o financiamento não satisfazer às suas expectativas.

Seja sempre educado na negociação do carro mais barato

Não ameace, não diga ao vendedor que ele deve pegar ou largar sua oferta. Isso não é um bom conselho. Há um monte de coisas que sugam as pessoas quando trabalhando em uma concessionária de carros, e ser tratado mal pela maioria das pessoas que você lida é algo problemático. Enquanto os funcionários da concessionária aprendem a “aquecer os clientes” (normalmente leva apenas um ou dois minutos para que um estranho ria e relaxe um pouco) é emocionalmente desgastante.

Portanto, quando alguém começa a ditar termos e fazer ameaças, a maioria dos vendedores e gerentes de vendas respondem de maneira agressiva. É a natureza humana. Em vez de encontrar uma maneira de fazer um acordo, você será avisado para esperar uma hora porque alguém está em um telefonema.

Portanto, seja gentil e respeitoso com todos com quem você lida. Se você é uma pessoa genuinamente boa, é muito mais provável que o vendedor faça algo incomum para você (como vender um carro zero mais barato).

Além disso, as concessionárias agora são pagas com frequência em suas pontuações gerais de satisfação do cliente. Os clientes educados e corteses são muito mais propensos a dar uma avaliação positiva à concessionária, e os revendedores sabem disso. O pior cenário de um revendedor é vender um carro barato a alguém que lhe dá uma péssima avaliação na pesquisa de satisfação do fabricante. Não só ele não conseguiu ganhar dinheiro quanto o gerente vai chamá-lo para criticar a atuação naquela venda.

Para encerrar, a desvantagem desse processo é que você pode ter que comprar um carro no final de semana, pode ter que comprar um carro durante uma chuva etc., mas terá o preço que deseja (ou pelo menos chegar mais perto do que você jamais imaginou ser possível).

Quais outras dicas vocês usam para comprar um carro barato? Como fazem para conseguir os preços que desejam?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)