Se você estiver no mercado para um carro novo ou usado, em breve, essa lista de coisas poderá poupar-lhe um monte de dinheiro. Seu uso te dará uma poderosa arma contra vendedores que são treinados para vender, ajudando assim com que você poupe dinheiro e também tenha maior poder de negociação. Além disso, ela trará dicas cruciais na grande guerra que é a busca de um carro com o melhor preço e melhores condições.

Vamos então descobrir as 10 coisas que um vendedor de carros nunca irá te dizer!

A internet é sua arma mais poderosa

Anos atrás, concessionárias de veículos e sua força de vendas tinha todas as cartas, e os compradores tinham muito poucas cartas para negociação. Mas isso mudou completamente. Agora, com informações e acesso a especialistas em carros na palma da sua mão, você pode efetivamente marginalizar o vendedor de carros. Com a internet, você sabe o preço médio nacional do carro, custos de manutenção e preços dos concorrentes. Com um smartphone em mãos, melhor ainda, porque você poderá mostrar em suas mãos a prova do que está dizendo.

Ainda, com a internet, você pode enviar e-mail para mais de 20 concessionárias dentro de um raio de quilômetros, dizer-lhes o que você está procurando, e pedir-lhes para lhe enviar de volta uma cotação. A partir dessas citações, escolha os menores e leve-os a qualquer concessionária que quiser. Eles costumam ser forçado a bater os preços, destruindo qualquer margem de lucro que eles estavam esperando. E antes que você se sinta muito mal, as concessionárias recebem bônus enormes por bater certas metas de vendas. Eles podem lhe dar o carro a um custo e ainda sair com uma boa pilha de dinheiro.

Desconfie de vendedores que falam que vão negociar com o gerente

Se você de alguma forma ficar preso no escritório do vendedor em discussões sobre números, ele pode pedir um tempo para ir negociar com o gerente. Este é um velho truque que alguns ainda usam para deixá-lo ansioso. Muitas vezes, eles retornam com nenhuma condição melhor, esperando que você aceite a última oferta feita. Não aceite e peça melhores valores. Acredite ou não, ele precisa mais dessa venda do que você precisa da compra.

Cuidado com os vendedores de carros

Se prepare: ir comprar um carro é como ir à uma guerra e você deve estar armado contra as estratégias dos vendedores! (Foto: autos.aol.com)

Você está sofrendo um grande golpe ao dar seu carro usado como entrada

Se o carro que estiver em negociação está em boas condições, você não estará fazendo um bom negócio nele. A tabela FIPE já tem valores que são uma média do que é pago pelos veículos, inclusos ali tanto aqueles em mal estado de conservação quanto os que estão em bom estado de conservação. Uma concessionária irá pagar um valor menor do que a tabela FIPE sendo que, por fora, para um veículo em bom estado de conservação, você poderá conseguir até mais do que a tabela dita como preço. Faça uma pesquisa de vendas e nunca deixe que um vendedor te convença que dar seu carro usado como entrada é um bom negócio, pois nunca é.

Você tem o poder para controlar a venda

Se em algum momento você não se sentir bem sobre a sua compra, você pode simplesmente ir embora. Muitas vezes, o vendedor vai bater em você com uma oferta muito menor quando você se levanta de sua cadeira e diz que você decidiu contra ela, pois não satisfaz suas necessidades. Lembre-se, eles não podem fazer o negócio sem você, e você está sempre em posição de dizer “NÃO”. Você não perde nada, mas algumas horas de seu tempo, e eles perdem uma comissão e um bônus. Não raramente, eles irão te ligar no mesmo dia com um preço menor do que tinham te oferecido. Aproveite deste poder.

Garantias estendidas e serviços da concessionária são para os tolos

Mesmo se você começar a concordar com um preço que é basicamente o que a concessionária pagou pelo carro, você ainda tem que selar o negócio. Se você financia, paga à vista ou qualquer outra forma de pagamento, eles vão tentar empurrar cada opção que podem em você. Isso inclui uma garantia estendida que você pode conseguir de forma mais barata com uma empresa de seguros. A concessionária faz um monte de dinheiro com esses contratos de serviços. Eles vão fazer o que podem para espremer mais dinheiro fora de você antes de sair. Resumindo: não compre nenhum serviço da concessionária. São mais caros, a qualidade nem sempre é a melhor e eles não irão atender à todas as suas necessidades.

Os vendedores têm maneiras de mexer com sua cabeça

Você dirige para uma concessionária com o seu carro usado que dará de entrada. O vendedor olha-o, balançando a cabeça, dando a conversa habitual. Mas ele vai perguntar coisas como “ele tem direção hidráulica?” ou “ele tem um teto solar?” Ele já sabe a resposta. Ele sabe a especificação do carro e que vale a pena. Ele só quer que você diga muitos “não”. E dizendo não mais e mais, você começa a desvalorizar o seu veículo, e esperar menos para ele. Haja o que houver, mantenha o valor justo em sua cabeça e não fuja dele. Além disso, eles normalmente irão te enrolar ao máximo na concessionária para tentar te “quebrar” com outros valores. Não ceda e tenha muita paciência.

Convencendo as companhias

Um cuidado muito importante: ao levar alguém para comprar um carro com você, se o vendedor convencer essa pessoa, dificilmente você conseguirá escapar da compra. (Foto: autos.aol.com)

Nunca fale sobre o seu pagamento de entrada ou à vista

O vendedor vai perguntar logo no início “quanto é que você pode dar de entrada?” Parece uma pergunta razoável, mas você está deixando de lado uma arma de barganha muito cedo. Uma história, citada em livros de economia, fala sobre um velho que tinha US$10.000 para dar em um caminhão, e, basicamente, a concessionária elevou o preço do caminhão para compensar esse pagamento. Com efeito, o velho saiu fora da oferta. Espere até conhecer o preço do veículo antes de falar sobre um pagamento.

Os pagamentos mensais são enganosos

Você deve ter um valor em sua cabeça do que você pode dar ao luxo de pagar para o carro e não para o pagamento mensal. A razão é simples. A concessionária pode mexer com os números, a duração do empréstimo, e reduzir o seu pagamento mensal, mas você pode acabar pagando mais para o carro que você concordou primeiro. Olhe para o custo final, e só o custo final. Se o seu preço mensal para isso é muito alto, você está gastando mais do que você quer. Principalmente com nossas taxas de juros altíssimas, se você não olhar o custo total poderá pagar mais do que a metade do carro só em juros!

Alguns opcionais de fábrica são absurdamente mais caros do que elementos de qualidade superior ou semelhante no mercado paralelo

Muitos comerciantes irá adicionar “extras” para o carro. Uma tinta especial, spoilers, sistemas de som, alarmes, bancos de couro etc. Muitos destes sistemas não terão tudo que você precisa e você pode comprar algo de melhor qualidade no mercado paralelo. Vale uma pesquisa para saber valores e se o desconto no valor do carro é equivalente ou maior do que o produto que você quer instalar em seu veículo depois. Se for, esqueça de alguns opcionais e separe o dinheiro para instala-los depois.

Obtenha seu próprio financiamento antes de comprar

Você pode negociar melhores condições com antecedência, com uma cooperativa de crédito ou outra instituição financeira. Consiga tudo isso pré-aprovado com a instituição antes de colocar os pés em uma concessionária e você potencializa seus recursos de negociação, além de pagar juros muito menores do que pagaria com um financiamento direto com a montadora.

2 comentários para “10 Coisas que um vendedor de carros nunca vai lhe contar!”

  1. Eloir Z Rodrigues

    De fato tenho um citrõem 13-14 na garantia ainda e fis uma cotação para a troca por um palio fiat 15-16 e avalizram meu carro em 33.900.porem na pratica saiu por -75, cento e não 90 como eles dizem-o meu na tabela fipe e de crs 37.900-vejam o tanto k a gente perde no papo do vendedor na forma e uma e nos finalmente sai por 75 por cento

    Responder
  2. Vilmar

    Excelente post!

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)