É provável que os mecânicos de garagem e os entusiastas de automóveis estejam familiarizados com um determinado tipo de anúncio. Aparecendo em revistas de automóveis e em páginas da Internet focadas em carros, esses anúncios oferecem uma gama de produtos com uma afirmação semelhante: ao apertar, conectar ou despejar o Produto X em seu veículo, você experimentará um incrível aumento na eficiência de quilometragem.

Os aparelhos que aumentam a quilometragem existem há anos e parecem voltar sempre que os preços da gasolina disparam. Embora a embalagem possa mudar de acordo com as épocas do ano, uma grande pergunta paira sobre esses produtos: Algum deles realmente funciona?

Kit de economia de gasolina funciona?

A resposta, muitas vezes, é não. Muitos dos chamados dispositivos de economia de combustível são simplesmente boatos bem-embalados que baseiam suas alegações em ciência questionável e oferecem pouca ou nenhuma alteração no desempenho de um veículo. Em alguns casos, esses dispositivos podem prejudicar a quilometragem e causar danos ao motor.

Então, como você pode evitar fraudes e tirar o máximo proveito do seu veículo? Um bom primeiro passo é conhecer os fatos subjacentes a várias reivindicações que aumentam a milhagem, para ajudá-lo a determinar se um produto encontrado é real ou se é uma farsa que economiza combustível.

Os dispositivos que aumentam a quilometragem geralmente se enquadram em uma de três categorias gerais: manipuladores de fluxo de ar, intensificadores de queima de combustível e aditivos de combustível ou óleo. Primeiro, veremos os manipuladores de fluxo de ar.

Aprimorador de fluxo de ar

O fluxo de ar no motor do seu carro pode desempenhar um grande papel em sua eficiência. Os carros modernos são projetados para que uma quantidade precisa de ar entre no motor, seja misturada com vapor de combustível e depois flua para os cilindros para combustão. Vários dispositivos no mercado alegam aprimorar esse processo, geralmente com o uso de um gerador de vórtice adicionado à entrada. A alegação por trás desses dispositivos é que eles melhorarão a mistura de combustível e ar, ajudando a aumentar a eficiência e a potência.

A verdade é que esses dispositivos frequentemente interrompem o fluxo de ar, alterando as condições de entrada do que os engenheiros pretendiam. Os computadores de gerenciamento de motores dos carros modernos compensam isso ajustando o fluxo de combustível – em alguns casos, injetando mais combustível do que o necessário para compensar o fluxo de ar alterado. Testes sugeriram que esses dispositivos também podem servir como restritores, reduzindo a potência do motor.

Kit a vapor de gasolina e outros modificadores de fluxo de combustível

Essa categoria de dispositivos inclui injetores de vapor, ionizadores de combustível e motor, ímãs de linha de combustível e catalisadores metálicos inseridos no tanque de combustível. Todos esses dispositivos são comercializados sob a alegação de que eles fazem com que o combustível se comporte de maneira diferente, essencialmente possibilitando queimar combustível com mais eficiência.

Alguns desses dispositivos usam ímãs, campos eletromagnéticos ou os chamados “geradores de coroa iônica” para alterar a estrutura molecular da gasolina ou do diesel. Os fabricantes desses produtos afirmam que essa alteração faz com que o combustível queime mais rápido e completamente na câmara de combustão.

Outros produtos afirmam ter um efeito semelhante ao injetar vapor de combustível no motor vaporizando a mistura. A alegação por trás desses dispositivos é que eles introduzem combustível no motor em um estado mais queimável.

Além da questão de saber se esses dispositivos realmente podem alterar a composição do combustível, a ideia de fazer o combustível queimar mais rápido ou melhor é um pouco exagerada. A queima de combustível na maioria dos carros modernos é otimizada ao ponto em que apenas uma pequena porcentagem do combustível injetado sai do motor sem ser inflamada. Mesmo que esses dispositivos melhorassem a queima de combustível, a melhoria não produziria aumentos de 9 a 13 por cento, como afirmam os sites de alguns produtos como os kits de vapor de gasolina.

Outro fator a considerar é que dispositivos como injetores de vapor são essencialmente substituídos pelo computador do motor. Adicionar combustível extra através de um injetor de vapor pode fazer com que o motor reduza o fluxo de combustível de seus injetores. O motor se adapta ao novo fluxo de combustível, com pouca ou nenhuma alteração em seu desempenho.

Vapor de gasolina

O kit vapor de gasolina não funciona para a economia de combustível. (Foto: YouTube)

Aditivos para combustível e óleo

A variedade de aditivos, melhorias de octanagem e produtos de limpeza para sistemas de combustível é impressionante; é fácil encontrar as prateleiras longas desses produtos em qualquer loja de autopeças. Alguns afirmam limpar os depósitos de carbono do seu motor, enquanto outros afirmam melhorar o desempenho do combustível ou óleo através de uma variedade de reações químicas. Outros ainda afirmam que revestem as peças do motor, reduzindo o atrito e prolongando a vida útil.

É difícil incluir todos esses aditivos na categoria de embuste, já que alguns realmente limpam as peças internas do motor e outros podem conter lubrificantes que não danificam o motor. Mas tenha cuidado ao colocar um aditivo em seu carro sem primeiro verificar seu conteúdo: alguns aditivos podem danificar os sensores do motor dos carros modernos, levando a reparos caros. Os aditivos são todos diferentes, portanto, é prudente pesquisar qualquer coisa que planeje colocar no tanque de gasolina ou no cárter.

Existe algum produto ou tecnologia para melhorar a quilometragem do seu veículo?

Em um mundo de aparelhos falsos de melhoria de quilometragem, existem dicas, técnicas ou dispositivos que realmente melhorarão o consumo? Existem sim, por incrível que pareça. Também pode ser surpreendente que esses impulsionadores de quilometragem geralmente exijam pouco ou nenhum investimento.

A manutenção adequada do carro é a chave principal para obter a melhor quilometragem possível para o seu carro. Um motor em bom funcionamento e um sistema de transmissão bem lubrificado não apenas mantêm o carro funcionando por mais tempo, mas também contribuem para uma experiência de condução mais agradável. Consulte o manual do proprietário para saber os intervalos de manutenção recomendados para seus carros.

As técnicas de direção também desempenham um papel importante na maximização de sua quilometragem. Paradas e partidas suaves ajudam a evitar desperdício de energia: um carro consome mais gasolina, acelerando rapidamente, do que durante uma aceleração gradual. Da mesma forma, usar os freios de maneira repentina e irregular pode desperdiçar energia, exigindo mais gasolina para que o carro volte à velocidade de cruzeiro.

Por fim, considerar o que está no seu carro pode fazer a diferença na distância que o carro percorre em um galão. Uma mala ou caminhonete cheia de itens pesados ​​e desnecessários prejudica a quilometragem. Uma limpeza simples e completa pode fazer o mesmo pela sua quilometragem em alguns casos, como o mais recente dispositivo de economia de combustível que você poderia esperar.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)