Para quem não tem o valor à vista na compra de um carro, o financiamento de veículos é uma das alternativas, podendo valer para carros novos e usados. Ele consiste basicamente no crédito concedido por um banco, com a finalidade única da compra do veículo. Chamado CDC (crédito direto ao consumidor), essa forma de empréstimo direcionado ao consumo é praticada por bancos públicos e privados, cada qual com uma taxa de juros específica. O valor a ser financiado e o número de parcelas a serem pagas são definidos a partir do salário do comprador, e a negociação é feita diretamente com o banco, sem interferência da concessionária vendedora do veículo. As taxas de juros são fixadas no início do contrato e não sofrem modificação ao longo do pagamento. Ao financiar o veículo, este se torna posse do comprador, mas não pode ser negociado até que ele quite as prestações do financiamento. Isso significa que o carro está “alienado ao banco”.

Simulador de financiamento de carro

O que é financiamento de veículo

Se você se interessou pelo financiamento de carros, nos sites dos bancos você encontra as condições para simular o financiamento de veículos, de modo que o consumidor comparar as taxas de juros e as condições do financiamento.

  • O financiamento de veículos Bradesco exige a entrada de pelo menos 10% do valor total do carro, podendo ser financiado os 90% restantes.
  • O financiamento de veículos Caixa financia até 90% do valor total do veículo e divide as prestações em até 60 vezes.
  • O financiamento de veículos Itau exige que você pague 20% do valor total do carro, podendo financiar até 80%. A simulação online pode ser realizada no site do banco.
  • O financiamento de veículos Banco Real/Santander financia até 100% do valor total do veículo, além de aprovar rapidamente e sem burocracia a sua solicitação.

É importante lembrar que caso o consumidor deixe de pagar as parcelas ao banco, o banco pode entrar na justiça para reivindicar a posse do carro, que será leiloado. O valor adquirido com o leilão será usado para pagar o valor restante do financiamento, e o que sobrar é  devolvido ao comprador. Evite essa dor de cabeça e pague em dia o seu financiamento!  Se você ainda tem dúvidas se essa é a melhor escolha, confira antes se vale a pena comprar um carro financiado.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)