Muitos proprietários de carros vendem seus veículos de forma privada, seja para lojas de venda de usados ou diretamente para outros motoristas. Da mesma forma, muitos proprietários de automóveis tem seus carros financiados através de bancos ou cooperativas de crédito. Em alguns casos, o dono fica um ano ou mais sem pagar IPVA, DPVAT, licenciamento, multas Isso levanta a questão: se preciso comprar ou vender um carro com dívidas, o que devo fazer?

Carros a venda com dividas para assumir: determinando o valor da dívida

O primeiro passo é descobrir quanto que o proprietário do veículo ainda deve, seja você o comprador ou vendedor. Você pode fazer isso entrando em contato com o banco que detém o empréstimo e simplesmente pedindo o montante para a quitação do débito. O proprietário pode ser o responsável por ter que obter esses dados, diretamente com o banco, incluindo também informações sobre o quanto já foi pago pelo veículo.

Outras informações de dívidas devem ser obtidas no site da Secretaria da Fazenda de seu Estado, consultando sobre o IPVA do veículo, e no site do DETRAN, consultando multas, licenciamento, etc. Serão necessários dados sobre o chassi, placa, e possivelmente o RENAVAM do veículo.

Resumindo, as dívidas somadas serão os seguintes valores:

  • IPVA e juros
  • DPVAT e juros
  • Licenciamento
  • Multas
  • Montante restante do financiamento do veículo

Some estes valores, anote, e deixe separado essa anotação.

Como comprar ou vender carro com dívidas

Antes de comprar um carro com dívidas, garanta que o vendedor será o responsável por pagar todas as dívidas, mesmo que o dinheiro venha do comprador do veículo. (Foto: www.mortgagecalculator.org)

Carros com dividas a venda no OLX, Carros com dividas a venda no RJ, SP, não importa: o comprador terá de arcar com as dívidas

Aqui está a parte complicada de vender ou comprar um carro com dívidas: uma vez que o retorno foi determinado e o carro foi vendido, o dinheiro do comprador é que será usado para pagar as dívidas. Claro, você pode usar seu próprio dinheiro, também. Para muitos vendedores, no entanto, pagar o carro não será possível sem o dinheiro do comprador.

O resultado é que alguns compradores não ficarão confortáveis com este tipo de transação. Para aliviar a preocupação de um potencial comprador, seja o mais aberto e sincero possível sobre a dívida. Se necessário, vá ao banco com o comprador, para que o próprio gerente explique a situação do veículo.

Depois que todos os dados estão reunidos, é preciso adotar alguns procedimentos legais para transferir o carro para o novo dono.

Comprar, vender, ou transferir carro com dívida de financiamento: passo a passo

O vendedor e o comprador devem ir ao banco juntos para fazer a transferência do financiamento para o novo proprietário do veículo. Será necessário fazer uma análise de crédito do novo proprietário, o que exige a apresentação de comprovante de renda, comprovante de residência, e um documento de identificação. O banco então terá a opção de aprovar ou não a transferência da dívida para o novo proprietário. Mais bancos podem ser consultados, até que um disponibilize a linha de crédito para o comprador.

Em resumo, passo a passo:

  1. Comprador deve ter comprovante de renda, documento de identificação oficial, e comprovante de residência em mãos
  2. Com o vendedor, ir ao banco onde o carro está financiado, e solicitar uma transferência de dívida.
  3. O banco fará uma análise de risco do comprador. Caso não disponibilize linha de crédito, o comprovador e vendedor devem consultar ou banco, e transferir a dívida através da portabilidade.
  4. Com a transferência aprovada, preparar um contrato especificando o prazo para o veículo ser transferido para o comprador, com estabelecimento de multa e os valores ainda devidos pelo comprador, e as dívidas que o vendedor ainda tem de pagar.
  5. Reconhecer firma no cartório para o contrato.
  6. Confirmar a transferência de dívida no banco.

Comprar, vender, ou transferir carro com multa: passo a passo

Vamos colocar o passo a passo antes de colocar algumas ressalvas importantes na transferência e venda de veículos com multa:

  1. Verifique no DETRAN o valor total de débitos com multas. Tire um extrato pelo site do DETRAN do seu estado.
  2. O vendedor e o comprador devem estar cientes de que algumas multas podem demorar mais de um mês para constar no sistema. No contrato de transferência de propriedade, deve estar explícita a responsabilidade de pagamento por parte do vendedor, caso outras multas apareçam.
  3. No contrato de transferência, devem constar também os valores das multas, e descontados dos valores devidos ao vendedor.
  4. O vendedor deve pagar as multas com o dinheiro do comprador. O comprador pode escolher pagar as multas com seu próprio dinheiro, mas não recomendamos, pois dá brechas para problemas com as dívidas do veículo.
  5. Se houve também a transferência de dívida de financiamento, o contrato deve conter uma cláusula com as regras do pagamento das multas, e o contrato deve ser assinado com firma reconhecida.

Destacamos que é possível vender um carro com multa, se esta ainda não está em fase de apelação. Contudo, vendedor e comprador devem estar atentos, para que multas não sejam pagas por quem não deve.

Veja abaixo uma pessoa que passou uma certa dor de cabeça com carro vendido com dívidas, por não ter seguido nosso passo a passo:

Comprar, vender, ou transferir carro com dívida de IPVA, DPVAT, Licenciamento: passo a passo

Após as etapas acima, será necessário pagar todos os tributos e taxas devidos para que o veículo possa ser transferido ao novo proprietário, e propriamente vistoriado. Aqui, o passo a passo é simples: ir no site da Secretaria da Fazenda de seu estado e imprimir/pagar os boletos devidos de IPVA, ir no site do DPVAT e pagar os DPVATs atrasados, ir no site do DETRAN e pagar a taxa de licenciamento.

Serão calculados juros e multa sobre os valores devidos. No contrato de transferência, devem constar os valores exatos que foram pagos, e descontados do valor devido ao vendedor pelo comprador.

Como vender meu carro com dívidas? Como comprar carro com dívidas?

O preço de um carro com dívidas deve ter o mesmo preço ou um preço um pouco menor do que um carro semelhante, mas sem dívidas. O vendedor deve lembrar que será tomado algum tempo para resolver todas essas questões documentais, e esse tempo deve ser compensado na forma de desconto ou vantagens ao comprador.

Você já vendeu um carro com dívidas? Como foi? Teve alguma dor de cabeça depois da venda?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)