Muitas fabricantes hoje em dia oferecem garantias para os carros. Como condição para manter essa garantia, as fabricantes e concessionárias impõe uma condição aos compradores: fazer a revisão do carro na concessionária. Só que eles não te dizem que você não precisa fazer a revisão de todos os itens na concessionária para manter sua garantia.

Perda da garantia por falta de revisão?

A primeira pergunta ser respondida é uma das mais importantes a responder. Você pode perder sua garantia se não fizer as revisões corretamente. As revisões são uma forma de garantir que o veículo está recebendo a manutenção apropriada, reduzindo as chances de que o veículo não terá uma um defeito precoce e precisará de acionar a garantia mais cedo do que o normal, gerando custos a mais para a concessionária e para a fabricante. Portanto, os itens básicos de uma revisão tem que ser verificados sim, na concessionária, para manter sua garantia, e ter seus direitos garantidos, e dentro do calendário previsto no manual do  proprietário.

Revisão fora da concessionária perde a garantia?

A condição para manter a garantia de fábrica é levar o veículo para revisão na concessionária. A revisão fora da concessionária não tem como garantir que todos os itens do veículo foram verificados corretamente. Dessa forma, a concessionária não será obrigada, contratualmente, a cumprir a garantia do veículo, salvo se for comprovado que o defeito apresentado pelo veículo é um defeito comprovadamente de fabricação (o que pode exigir a contratação de um perito, processar a fabricante, etc). Você pode até fazer a revisão mais pesada e cara fora da concessionária, mas precisará levar o carro depois na concessionária para fazer a revisão agendada e receber o selo de manutenção.

Garantis de veículo e manutenção na concessionária

Para manter a garantia do veículo, você precisa fazer algumas revisões e manutenções na concessionária, mas não é tudo que é preciso ser feito lá não. Economize um pouco de dinheiro só fazendo o necessário. (Foto: cars.lovetoknow.com)

Revisão e garantia do veículo: o que é obrigatório?

O proprietário não pode modificar características originais do veículo. Isso significa, principalmente, alterações no motor ou na programação da central de injeção do veículo, modificações que tem se tornado bem comuns. A modificação da aparência do veículo (pintura, carenagem, estofamento, etc), também vai resultar na perda de garantia para essas peças, mas geralmente não resulta em perda de garantia para o motor e parte elétrica do veículo. O proprietário deve verificar no contrato os termos para garantir que nenhum deles foi violado. Acessórios, como precaução, devem ser instalados na concessionária, pois estão entre os itens que mais dão defeito. Toda manutenção que envolver modificação ou manipulação do motor deve envolver a concessionária se o veículo estiver na garantia.

Revisão e garantia do veículo: o que não é obrigatório?

Serviços como a troca de óleo, filtros, alinhamento e balanceamento, e outras manutenções básicas podem ser feitos fora da concessionária, desde que respeitem os parâmetros estabelecidos pela montadora. Será necessário, porém, fazer o “carimbo” dessas revisões na concessionária, garantindo que os itens foram realmente revisados.

Revisões, garantias, e o jeitinho brasileiro

Conhecemos muitos profissionais que atuam no mercado de veículos no Brasil. Conhecemos, inclusive, profissionais que atuam no mercado jurídico para concessionárias e montadoras, assim como vários casos de pessoas que tiveram problemas com a garantia de seus veículos. Poucas foram as vezes em que as concessionárias estavam erradas, por incrível que pareça. Na maioria dos casos, o proprietário do veículo fez uma ou mais manutenções fora da concessionária, ou deixou de fazer as manutenções previstas no manual, perdeu a garantia, o carro apresentou um defeito e então, o pedido de garantia foi indeferido. É lógico que há exceções para este caso, como concessionárias que não querem garantir o direito dos consumidores. Mas a maioria dos casos são de consumidores que quiseram economizar na revisão e fogem das concessionárias, indo para oficinas mecânicas que acabam não oferecendo uma manutenção de tão boa qualidade. Mão de obra barata pode resultar em qualidade questionável para sua manutenção, já cansamos de falar sobre isso.

Entenda: siga o que seu contrato manda para a garantia do veículo não ser perdida. Vale a pena ler e não desrespeitar às regras, ok? E se tiver alguma dúvida, não se esqueça de que podemos te ajudar através das perguntas nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)