A decisão de comprar uma moto grande não deve acontecer da noite para o dia. Viver com uma motocicleta maior no Brasil, mesmo uma motocicleta abaixo das 1000 cc de nível de entrada, não é nada como possuir uma pequena moto antes e percorrer o seu mundo nela. Há chances de que todas as experiências deixem você desapontado, e a moto encontrará i caminho nos classificados muito antes do que você jamais imaginou. Mas espero que os cuidados abaixo possam te ajudar a escolher uma ou decidir por não ter uma moto dessas.

A compra de motos grandes exige a aprovação da família

Obtenha a aprovação da família para uma moto grande. Dito isto, se você tiver extrema dificuldade em convencer a família sobre a segurança da vida em um conjunto tão poderoso de rodas, então não compre a moto muito cedo. Convencê-los para uma compra é apenas o começo da jornada. A verdadeira questão é quando você precisa convencê-los antes de cada passeio, grande ou pequeno. E, infelizmente, eles tem seu próprio conjunto de razões convincentes que podem ser difíceis de contestar variando de segurança a não passar tempo suficiente com a família. O propósito final da compra é provar que ela será segura, e seu histórico como motorista de motos vai contribuir para isso. Não há nada pior do que sair para um passeio de moto já sabendo que quando chegar em casa a família vai reclamar.

Motos para comprar são motos para andar

A realidade é que você precisa fazer uma introspecção antes da compra em si, principalmente analisando se você já será capaz de montar com uma certa frequência. Eu, pessoalmente, vi amigos venderem suas motos novas porque não estavam usando.

As razões podem ser muitas, tais como as responsabilidades familiares e de trabalho, preocupações com a saúde, etc. Muitos de nós trabalhamos todos os dias, e só podemos estar tendo um ou outro raro fim de semana de folga. Fins de semana vem 4-5 vezes por mês, mas muitos são preenchidos com responsabilidades sociais também. Você não pode priorizar um passeio ao invés levar as crianças para os eventos escolares, ou comparecer ao casamento do primo, ou até mesmo levar a esposa para jantar fora. Uma razão pela qual muitos motociclistas de motos grandes se limitam a ter apenas passeios pela manhã. Este ponto é especialmente aplicável se você é o pai de uma criança pequena. Pense bem se a compra da moto é pra andar ou para enfeitar a garagem.

As motos de altas cilindradas mudam como as pessoas te enxergam

Esta é uma compra que muda sua pessoa, ou pelo menos a maneira como sua pessoa é percebida. Gastar R$50 mil em um carro é muito mais aceitável nos círculos sociais do que gastar R$30 mil em uma motocicleta. As pessoas começam a te ver como um aventureiro, que se arrisca muito. E vão ter pedidos de amigos e familiares para andarem na sua moto. Resista e não deixe, a não ser que eles tenham uma experiência comprovada na direção de motos. Ou pelo menos, resista a dar passeios nos primeiros momentos. Sua tendência será acelerar para causar uma impressão, e isso definitivamente não é seguro para quem ainda está conhecendo uma moto grande.

Moto grande

Claro que você não precisa exagerar no tamanho da moto, mas comprar uma moto grande traz uma série de questionamentos importantes. (Foto: LeatherUp Blog)

Motos grandes não são projetadas para o trânsito brasileiro

Aros amassados, bunda dolorida, costas duras e pernas queimadas são uma realidade das motos no trânsito brasileiro. Estas motos grandes não são realmente projetadas com as condições brasileiras em mente. A suspensão em muitas dessas máquinas, especialmente as mais esportivas, são projetadas para manter contato máximo com o asfalto em condições variadas, e não para lidar com os buracos que as estradas brasileiras tem a oferecer. Se o aro não levar o golpe, principalmente suas costas vão. De qualquer maneira, é uma luta.

Toda moto é um compromisso de um jeito ou de outro. Então, dependendo de seus planos de longo prazo, escolha uma com a qual você possa conviver. Pense nas motos grandes que tem um curso de suspensão maior, ou que sejam para uso misto (on road e off road). Assim, você reduz as chances de problemas.

Motos grandes não são para o deslocamento cotidiano

Este tópico pode ser debatido, já que muitos motociclistas usam suas máquinas grandes para o deslocamento cotidiano. No entanto, mesmo eles não podem negar que não é ideal para o uso na cidade. A maioria dessas máquinas gera muito mais calor do que pode ser tolerado em nossos verões, e isso é exagerado durante as condições de tráfego de parada contínua. Algumas das máquinas parecem piorar com as mudanças de rotação na cidade, enquanto outras não desenvolvem tão bem quando você realmente precisa seguir em frente. Na melhor das hipóteses, os deslocamentos do cotidiano precisarão ser planejados adequadamente para evitar horas de pico de tráfego.

Mesmo que a máquina seja adequada ao tráfego, você acabará queimando peças extremamente caras (pneus, correntes, pastilhas de freio, etc) ao longo do ano, que podem ser desviadas para a compra de outra boa motocicleta para o uso na cidade. Lembre-se que motos grandes tem peças mais caras, e quanto mais você as usar, mais cara vai ficando a manutenção.

O público não respeita as motos grandes

Então você gastou todas as suas economias em uma motocicleta e equipou-a com os melhores acessórios. Mas o seu ativo torna-se um passivo assim que um terceiro o vê, pois a maioria deles quer que suas fotos sejam tiradas com a moto ou que seus filhos tirem as fotos. Alguns educadamente pedem o mesmo, enquanto os outros apenas mantem as crianças nos bancos ou pulam nas motos e reivindicam seus direitos de selfie. Mas que mal faria uma simples sessão de fotos? Nada demais, mas os pedidos não vão parar por aí com certeza. isso quando há pedidos, pois muitas vezes as pessoas vão posar com sua moto quando ela estiver estacionada e longe dos seus olhos. Espelhos, interruptores, etc são alvos fáceis de curiosos. Sem mencionar a possibilidade de que as pessoas podem deixar sua moto grande cair, o que pode causar sérios prejuízos.

Disponibilidade e qualidade do combustível são importantes para motos grandes

A maioria dessas máquinas grandes são projetadas para funcionar com combustível de alta octanagem. Não só torna extremamente caro para executar, mas a disponibilidade é um verdadeiro ponto de interrogação também. Isto é especialmente verdadeiro no caso das motos que se orgulham de figuras de alta potência, enquanto que as versões mais humildes devem se sair melhor com o combustível disponível em todos os postos de combustível. Para piorar a situação, a maioria dessas máquinas tem um consumo alto e tanques de combustível com pouco espaço para viagens mais longas. Suas visitas aos postos de combustível serão comuns, saiba disso.

O serviço e peças de reposição pode ser um problema

É razoável esperar que os centros de serviço tenham apenas as peças de reposição disponíveis para serviços e problemas comuns. Isso seria verdade para qualquer uma das motos maiores no Brasil, porque nenhuma das marcas pode se dar ao luxo de manter um estoque de todas as peças caras em um mercado que não vende tantas motos. Mesmo peças como pneus não são tão fáceis assim para obter. Motos grandes e mais populares podem ter uma disponibilidade de peças maior. Apesar do mercado ter evoluído muito, ainda pode ser bem difícil achar peças de certas marcas e modelos.

Motos grandes te tornam um alvo ambulante

O custo de peças sobressalentes de tais máquinas é exorbitantemente alto e as bicicletas também correm o risco de ficar fora de ação por algum tempo, caso você consiga derrubá-la ou quebrá-la. Além do dinheiro em caixa que você precisa para manter uma moto dessas, é preciso considerar o seguro e um alarme para sua moto, pois motos grandes são quase sempre alvos de ladrões. De nada adianta gastar todas as economias numa motocicleta e depois não proteger sua compra.

Pode ser difícil achar mecânicos para motos grandes

Se você tem uma motocicleta, você vai cair algum dia. Quando isso acontecer, você vai precisar procurar um mecânico para consertar a motocicleta. Os centros de serviços para a maioria das grandes marcas de bicicletas estão disponíveis apenas em algumas poucas cidades, e você precisará transportar seu precioso veículo de volta para eles. Quando você faz isso, a disponibilidade de peças sobressalentes e a história de horror de preços começam.

Deixar motos grandes nas mãos de mecânicos amadores pode ser uma história de terror à parte. Falando sobre meu exemplo, estou restaurando uma moto antiga de 350 cc, e desmontei o motor todo dela. Só em desmontar o motor já vi: parafusos espanados, peças que foram instaladas incorretamente e ficaram desgastadas por isso, um carburador que estava faltando peças, entre outros problemas causados por maus mecânicos. Imagine se fosse uma moto maior, que tem muito mais peças? Pois é. Seu prejuízo seria muito maior.

Acidentes e mortes são parte da vida de quem monta grandes motos

Ao andar em motos grandes, geralmente você nunca está sozinho. Isso se traduz na forma de passeios de motoclubes, encontros de motociclistas, e mais. Isso também tem um lado negativo. A vida sobre duas rodas tem seus perigos, e muitas pessoas sofrem acidentes e morrem sobre as duas rodas. Tenha consciência que ao entrar nesse clube de motociclistas, você terá de preparar suas emoções para lidar com os amigos acidentados e que se vão no seu caminho.

A vida nas motos grandes é vivida dentro do equipamento de segurança

Há apenas uma maneira de andar em motos grandes: da forma mais segura possível e usando o melhor equipamento de pilotagem que você puder pagar. Não obstante o fato de que o equipamento de pilotagem também é insanamente caro, e há sempre um melhor.

No entanto, o ponto aqui é que a vida dentro do equipamento de segurança não é fácil, dadas as nossas condições climáticas, principalmente. Em um determinado dia de verão, você estará suando como um porco. O capacete estará pingando de suor e você estaria desejando um banho gelado o quanto antes, especialmente se você está preso no trânsito por muito tempo. As coisas não melhoram durante as chuvas também porque a moto vai ficar estacionada na garagem, apenas esperando.

Os acessórios são insanamente caros para motos grandes

Falando sobre os preços dos equipamentos, descansos centrais, bauletos laterais, mata cachorros, protetores de carenagem e outros acessórios de motos são insanamente caros para modelos grandes. Não seria um problema, mas as motos grandes precisa de muitas dessas coisas para chegar perto de nossas expectativas realistas. Um grande orçamento precisa ser levado em conta, considerando o fator de acessibilidade desses veículos.

Tudo dito, eu não estou falando para as pessoas não comprarem motos grandes. Estou só dizendo a realidade desse tipo de motocicleta. Consciente disso, você fará uma compra mais inteligente ou até decidirá por um modelo que melhor se encaixe no seu estilo de vida.

Como você escolheria uma moto grande? Quais critérios julga importantes nessa escolha?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)