Um sistema de suspensão de um carro serve múltiplas finalidades, a maioria relacionada ao fornecimento de aderência máxima entre pneus e estradas, garantindo simultaneamente a segurança e o conforto dos ocupantes do veículo. O sistema de suspensão e amortecimento de um carro é usado para suavizar passeio de um veículo, mesmo em terrenos acidentados, minimizando os efeitos de choques e solavancos sobre o motorista e passageiros. É também utilizado para melhorar a dirigibilidade e frenagem do veículo.

Cuidado com o kit de amortecedor

Um kit de amortecedor só terá itens dos amortecedores (molas, pistões, coxims, etc). Um kit de suspensão inclui também braços oscilantes, articulações, rolamentos, entre outras peças. Quando for trocar o kit de amortecedor, verifique todo o sistema de suspensão pois, geralmente, mais partes além do amortecedor precisarão de troca.

Kits de amortecedor do carro: quais são os componentes?

O kit de suspensão e amortecimento do carro, quando precisa de manutenção, envolve a troca de vários de seus componentes ao mesmo tempo. Por isso, são vendidos kits de suspensão e amortecimento, afim de já oferecer ao dono do veículo uma opção completa para a manutenção do carro. Em alguns casos, vale a pena comprar as peças dos kits separadamente, para obter cada peça de uma marca, e com a melhor qualidade possível. Isso é válido porque tem muita peça de kit de suspensão que uma marca faz a peça muito bem, enquanto essa mesma marca faz uma outra peça do kit muito mal. Exemplo: a marca faz uma mola de excelente qualidade, mas o amortecedor quebra com facilidade. Ou faz os coxims com material de pior qualidade, e os braços oscilantes são muito bons.

Partes de um kit completo de amortecedores.

Um kit completo de amortecedores vem com todas as partes que devem ser trocadas do par de amortecedor: coxim, batente, amortecedor, mola, e coifa de proteção. (Foto: www.amazon.com)

O mais importante na hora de escolher um kit de amortecedor: pesquise e compare bastante. A qualidade varia de marca para marca, e carro para carro. Uma mesma marca pode fazer um kit de amortecedor de excelente qualidade para um carro, e um kit de amortecedor de péssima qualidade para outro. Fóruns, clubes de carros, mecânicos, são excelentes fontes de informação sobre os melhores kits de amortecedor.

Vamos aos componentes básicos de um kit de amortecedor:

Coifa protetora – É uma capa, geralmente feita de borracha ou outro material flexível, colocada sobre a haste metálica da suspensão para proteger contra poeira, vazamentos, e impactos de detritos.

Batente do amortecedor – Atua como auxílio para a absorção de impactos. É onde a mola do amortecedor se encaixa, ou seja, onde ela termina seu curso. Reduz a batida da mola, dando a ela maior vida útil.

Coxim do amortecedor – É, basicamente, um componente de encaixe do amortecedor à carroceria do veículo. Só que ele é feito, geralmente, de um material macio, ajudando a absorver a energia de impacto que não foi dissipada pelos outros componentes do sistema de suspensão, evitando danos à carroceria do veículo.

Amortecedor – Composto pela mola e uma haste, geralmente preenchida por fluido hidráulico em alta pressão. São os dois principais elementos de um sistema de suspensão e de um kit de amortecedor.

Como saber o que substituir em um sistema de amortecimento e suspensão?

Ao realizar a troca dos amortecedores, você tem que trocá-los em pares, ou seja, os dois amortecedores dianteiros, e os dois amortecedores traseiros. Durante a troca, o mecânico responsável deverá verificar todo o sistema de suspensão, que inclui os braços oscilantes, homocinéticas, juntas, hastes de metal, e eixo da suspensão. A mão de obra para a troca do kit de amortecedor deve ser aproveitada para realizar a troca de qualquer parte danificada do sistema de suspensão.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários, e faremos o possível para responder e ajudar nossos leitores!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)