A Fiat, há pouco tempo, modificou completamente o Uno, lançando o modelo Novo Uno, com várias inovações, modificações, um design inovador e conforto. Tudo isso em um carro popular, que se provou um grande sucesso, superando o Gol como líder de vendas rapidamente. O novo design deve durar, pelo menos, 10 anos, e os proprietários do Novo Uno terão um veículo moderno por um bom tempo. Mas e a segurança? E o crash test do Novo Uno? Vamos com calma, pois chegaremos nessa parte.

Por que o Uno?

O Novo Uno é um carro diferente, divertido o bastante robusto para não destoar das versões anteriores. O Uno sempre foi visto como um carro resistente, de manutenção barata e o modelo de entrada da marca. O consumo foi melhorado ainda mais e, ao que tudo indica, o Novo Uno irá manter a continuidade do sucesso de mais de 30 anos do modelo.

O antigo Uno, porém nunca foi um exemplo no quesito segurança. E é nesse aspecto específico que queremos dar um destaque para esse veículo.

Escolhendo o carro levando a segurança em consideração

Vale lembrar que esse teste de baixa pontuação foi realizado a apenas 64 km por hora. É esse mesmo o veículo para garantir a segurança da sua família? (Foto: www.carsafetyrules.com)

Segurança do Novo Uno

Com a completa remodelagem do veículo a segurança entrou em foco. Veja abaixo o crash test do Novo Uno, realizando pela empresa Latin NCAP.

A pontuação de segurança do Novo Fiat Uno sem airbags: 1 estrelas para adultos, 2 estrelas crianças. Isso em um sistema de pontuação com até 5 estrelas. Isso é um péssimo resultado.

Por que o resultado ruim na segurança?

Apesar do Novo Uno querer “vender seu peixe” com a segurança, faz pouco tempo que os veículos brasileiros realmente começaram a se preocupar com itens básicos, como ABS, deformação do veículo durante os impactos, sistema de frenagem, air bags, cintos de segurança de melhor qualidade, estabilidade, entre outros. O brasileiro se acostumou a comprar veículos mais pelo visual do que pela segurança. E também, importante dizer, os compradores de veículos no Brasil eram muito mal informados sobre o que olhar na segurança.

A mentalidade de cortar custos na produção do veículos, juntamente com o consumidor brasileiro que não exige das montadoras uma melhor qualidade, são os principais motivos da baixa pontuação em segurança. Tem melhorado muito, mas ainda teremos, consideravelmente, um longo caminho até uma equivalência com a segurança de veículos norte americanos e europeus. Não significa que você não deva comprar o Uno. Mas, talvez, você possa procurar um veículo que vá garantir melhor uma direção tranquila para você e toda sua família. Talvez, quem sabe, a Fiat não acaba melhorando a segurança do veículo nos próximos anos?

E você? Tem ou teria um Novo Uno? Qual sua opinião sobre o Novo Uno?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)