Parece que a Dafra está levantando vôo. Além de conquistar cada dia mais consumidores, a empresa também têm conseguido firmar diversas parcerias com grandes nomes.

Por possui uma excelente instalação em Manaus, a Dafra já é parceira e produz algumas motos da BMW e da MV Agusta. Agora, é ela quem também irá produzir as Ducatis no Brasil.

A famosa fabricante italiana de motos, que hoje pertence ao Grupo VW e Audi, tem o intuito de aumentar as vendas no mundo e, principalmente, em mercados emergentes como o Brasil.

Inicialmente, a linha Monster é que será produzida no país através do sistema CKD (kits desmontados e que são apenas montados no país). Por enquanto, a marca só possui fábrica na Itália e Tailândia.

A Monster 696 é o carro chefe da marca no mundo e pretende continuar assim. Agora, sendo montada no Brasil, quem sabe os preços não caem ainda mais (atualmente o modelo é vendido por R$ 33.900).

Ducati

Ducati Monster 696

Com o acordo, a Ducati fica responsável pelas operações de vendas e distribuição enquanto a Dafra cuida apenas da produção.

Além de ser famosa por seu porte, beleza, qualidade e potência, a Ducati também tem história (foi criada em 1950 e já ganhou a Moto GP em 2007).

A marca também já foi mencionada e utilizada em diversos filmes como O Corvo – Cidade dos Anjos, Sim, Senhor!, Matrix, Tron: O legado e o seriado Witchblade.

Outra novidade da parceria é o lançamento de bicicletas elétricas tanto da Dafra quanto da Ducati. As e-bikes da Dafra serão disponibilizadas em 3 modelos:

E-bikes Dafra

E-bikes da Dafra: DBX, DBL e DBO respectivamente

DBX (R$ 1.990): modelo mais simples que possui câmbio Shimano SIS de 7 marchas, rodas aro 26, assento para garupa, cesto, 3 níveis de assistência ao pedal, bateria portátil e autonomia de até 42 km (com apenas um passageiro).

DBL (R$ 2.490): modelo intermediário com quadro de alumínio, assento para garupa, 6 níveis de assistência ao pedal, autonomia de 35 km além de motor elétrico e bateria de lithium.

DBO (R$ 6.000): versão top de linha e dobrável. Quadro de alumínio, pesa 27 kg, possui câmbio de 3 marchas, painel de lcd, assistência automática ao pedal, motor elétrico, freio a disco dianteiro e iluminação dianteira e traseira.

Os modelos começam a ser vendidos ainda esse mês e exclusivamente nas lojas Polishop. As e-bikes da Ducati também serão comercializadas a partir desse mês mas com um preço mais elevado, a partir de R$ 8.600.

E-bike Ducati

E-bike da Ducati

As bicicletas elétricas da Ducati possuem um design e mecânica mais sofisticados além de bateria de lithium, autonomia de 40 km e atingem velocidade de até 25 km/h.

As e-bikes são uma ótima opção para as pessoas que procuram economia e rapidez no trânsito caótico dos centros urbanos. Sem contar que não é preciso ter habilitação e nem pagar documentação para conduzir o veículo.

Também há possibilidade de usá-la como uma bicicleta comum, além da aceleração ser feita pedalando, o que proporciona benefícios à saúde e ao meio ambiente.

Aproveite e veja também outras motos de média e alta cilindrada como a Harley Sportster 1200 Custom e a Honda NC 700X.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)