A condução de um veículo sempre apresenta algum nível de risco, e pilotando uma moto, ou motocicleta, amplifica alguns desses riscos. Condutores e passageiros têm muito menos proteção do que aqueles dentro de um carro, caminhão ou SUV. Além disso, motocicletas são valiosas que podem ser caras para reparar, no caso de um acidente. Isso faz do seguro de moto, assim como é o seguro de carros, uma ferramenta importante para proteger a si mesmo e suas finanças.

Tipos

O seguro de uma moto vem em algumas das mesmas variedades que o seguro de carro. Os motoristas podem selecionar os limites para categorias como a responsabilidade, abrangência e colisão, ou optar por ir sem seguro em uma ou mais áreas. Seguro de responsabilidade civil paga por dano que causar à propriedade de outra pessoa ou lesões que você causar em um acidente. Seguro de colisão paga para reparo ou substituição de sua própria motocicleta em acidentes onde você teve culpa. Seguro abrangente cobre a sua moto em caso de vandalismo, roubo ou dano de eventos de não-condução como um incêndio em sua garagem. Por fim, há coberturas que se aplicam aos passageiros e ajuda a pagar por quaisquer danos que eles sofram. Lembrando também que alguns seguros também oferecem opções para os acessórios do motorista e do veículo.

Taxas

Taxas de apólices de seguro para motos variam muito, dependendo de vários fatores. Como acontece com qualquer tipo de seguro, os motoristas que optam por uma franquia maior ou definem limites inferiores para salvar um pouco de dinheiro. As companhias de seguros baseiam suas taxas em fatores como idade, endereço de registro, condução e até o histórico financeiro do mesmo. O tipo de motocicleta também importa: motos esportivas custam mais para segurar do que outros estilos, e motos mais antigas, com um valor menor de dinheiro custam menos para segurar do que modelos mais novos e caros. É também um pouco mais difícil encontrar seguros para motos com mais de dez anos de idade. Em alguns casos, fazer parte de um motoclube ajuda na redução das taxas.

Seguro de motocicletas

Nem todo mundo precisa de um seguro de motos. Mas dependendo do preço, vale a pena ter até para modelos mais simples. (Foto: portalsegurodemoto.com)

Compensa mesmo fazer o seguro da sua moto?

Tome algumas medidas simples para garantir que você obtenha o seguro de moto por um preço razoável. Não compre uma apólice até que você compare as taxas de várias companhias de seguros. Algumas empresas podem estar dispostas a cobrir as ofertas dos concorrentes ou dar um desconto para os motoristas que também compram uma apólice de seguro automóvel com eles. Aulas de condução segura e participação em uma organização também podem se qualificar para um desconto em seu seguro.

Motociclistas que dependem da motocicleta para o trabalho devem optar pelo seguro, pois ficar sem a moto é um risco muito grande. Quem tem motos com valores acima de R$10.000 também deve buscar um seguro, porque são motos valorizadas e com manutenção mais cara. O que cabe você decidir é se sua moto vale o investimento na segurança, uma vez que o dano, roubo ou queda pode resultar em um grande furo no seu bolso. As mesmas regras de escolha de seguros de carro valem aqui. Estude bem a possibilidade e daí, decida qual a melhor opção para você.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)