Seguro de financiamento de veículo – Como funciona?

Escrito na categoria "Segurança e seguros" por André M. Coelho.

Quando financiando um veículo, a concessionária, banco, ou instituição financeira que está oferecendo o financiamento, oferece a opção do seguro de financiamento de veículo. Diferentemente de um seguro de financiamento habitacional, que é obrigatório, o seguro de financiamento de veículo não é obrigatório. Porém, o seguro de financiamento de veículo não traz apenas um custo a mais: ele traz benefícios e segurança para quem está financiando.

Seguro de financiamento de veículo: o que é?

Quando você financia um veículo, você estará pagando parcelas que correspondem ao valor financiado e aos juros do financiamento, que é o “lucro” de quem financia veículos. Durante o pagamento das parcelas, a pessoa que fez o financiamento do veículo pode deixar de pagar algumas parcelas, sofrer um acidente que a impossibilita de pagar as parcelas, ou até o falecimento dessa pessoa.

Seguro na hora de fazer o financiamento de veículo

Ao financiar um veículo, você tem que se proteger contra possíveis problemas. Um seguro de financiamento de veículos protege você e sua família de imprevistos financeiros. (Foto: www.makingsenseofcents.com)

Nesses casos, normalmente, a família da pessoa, ou o espólio dos herdeiros, assumem a dívida do financiador. E em alguns casos, não é possível quitar a dívida, e a instituição que financiou o veículo pode pegá-lo de volta, para vender e pagar a dívida. Aí entra o seguro de financiamento de veículo.

Com o seguro de financiamento de veículo, se algo acontecer a pessoa que está financiando, como invalidez total ou parcial, ou até falecimento, o seguro cobrirá as despesas com o financiamento do veículo, e os herdeiros e familiares não terão que assumir quaisquer dívidas.

Seguro de financiamento de veículo é obrigatório?

Não, mas é recomendado que você faça o seguro. Desta forma, se caso aconteça algo com você, o seguro do financiamento te dá uma garantia a mais, uma segurança de que seus familiares não passarão por dificuldades.

Outra vantagem é que algumas empresas já oferecem o seguro de financiamento junto a um seguro auto, com assistência, manutenção, e seguro contra danos ao veículo e a terceiros. Apesar de muitas pessoas aconselharem a fazer apenas o DPVAT, vale lembrar que o seguro obrigatório não cobre danos ao veículo, nem danos que você possar causar a outros veículos em acidentes.

Fica então nossa dica: quando financiar um veículo, faça o seguro de financiamento. E sempre que você comprar um carro, faça também um seguro auto, para se precaver contra imprevistos do trânsito.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários suas perguntas e iremos respondê-las o quanto antes!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário