Quando comprando um veículo por financiamento ou consórcio, poderá ser exigido de você pagar uma taxa referente ao Gravame. O Gravame é uma taxa paga ao DETRAN de seu estado para que um novo certificado do veículo seja emitido sem a restrição financeira. Mas vamos entrar em maiores detalhes sobre o Gravame.

O que é o Gravame?

A taxa de Gravame consórcio e a taxa de Gravame financiamento são a mesma coisa. Efetivar a inclusão/baixa de Gravame/Alienação fiduciária, significa pagar uma taxa ao Detran de seu estado para ter a emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) e o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), mantendo o mesmo proprietário.

Existe o Sistema Nacional de Gravames para consulta, de forma a ajudar os proprietários de veículos a saber se seus veículos já tiveram todas as obrigações financeiras pagas e podem ser transferidos para propriedade da pessoa quem comprou o veículo.

Financiamento e pagamento de Gravame

Ao fazer o pagamento do Gravame, o veículo que você financiou ou consorciou será, finalmente, oficialmente seu. (Foto: 2015online.net)

Por que você deve pagar o Gravame?

Quando você paga a tarifa de gravame, você está terminando o processo de compra de um veículo por financiamento, leasing ou consórcio. Em qualquer um dessas três formas de pagamento de um veículo, você não é o proprietário do mesmo até o momento em que faz a quitação da última parcela. Até esse último momento, a propriedade do veículo é de quem financiou/consorciou/emprestou o dinheiro para você.

É uma forma de garantia de que você pagará todas as parcelas, pois a instituição financeira ou empresa pode tomar o veículo de você se você deixar de pagar suas obrigações financeiras. Assim, eles podem recuperar o dinheiro perdido. Porém, eles tem que devolver o que você já pagou, mas este é um assunto para outro artigo, e vamos voltar ao Gravame.

Assim, até você pagar o Gravame, depois de quitar todas as parcelas, o veículo ainda não é seu por completo. Até esse momento, o veículo não poderá ser transferido para o nome de ninguém, nem sequer vendido a terceiros.

O que eu preciso para poder pagar o Gravame?

Para poder gerar a taxa de Gravame eletrônico, você precisa atender aos seguintes requisitos:

  • Consultar no Sistema Nacional de Gravames se a liberação da restrição foi realizada pela financiadora
  • Documentos: certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), certificado de Registro de Veículo (CRV), comprovante de residência, vistoria e decalque do chassi para confirmação dos dados do veículo, documento de Identificação Oficial com Foto e CPF, cartão CNPJ da empresa e CPF do representante legal (para pessoa jurídica)

Dependendo do DETRAN de seu estado, outras exigências podem ser feitas. Acesse o site de seu DETRAN para obter mais detalhes e informações. Você pode solicitar o Gravame online, por telefone ou em unidades do DETRAN de seu estado.

Se você quer também transferir a propriedade ou município do veículo, deve apresentar os documentos exigidos para estes procedimentos.

Quanto custa o Gravame?

Depende do DETRAN de seu estado. Pode exemplo, o valor da taxa de Gravame em Minas Gerais é menor do que R$70, caindo na categoria de “alteração de dados”. Porém, há estados onde a resposta para quanto custa a taxa de Gravame será um pouco mais cara, podendo passar dos R$100. Verifique e reserve esse dinheiro para não ter problemas em passar o veículo para sue nome.

A taxa de gravame Detran MG e de outros estados pode mudar, e você deve acompanhar para não atrapalhar sua transferência do veículo.

Você já teve problemas com o Gravame? Como fez o pagamento? Quanto custa o Gravame no seu estado?

 

 

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)