As atividades normais do dia a dia carregam riscos que não pensamos muito, mas estão sempre lá. Para se prever contra esses riscos, muitas pessoas estão dispostas a pagar uma pequena quantia para se proteger contra determinados riscos, porque essa proteção fornece uma valiosa paz de espírito. Essa paz tem um nome: seguro.

O que é prêmio no seguro?

Em um contrato de seguro, o segurado paga uma determinada quantidade de dinheiro, chamado de prêmio para a outra parte, a seguradora. A seguradora, por sua vez, se compromete a compensar o segurado para perdas futuras específicas. As perdas cobertas estão listadas no contrato. Por exemplo, um seguro de automóveis pode cobrir roubos, enchentes, danos ao carro, entre outros problemas.

Prêmio e franquia do seguro

Quando um segurado sofre uma perda ou dano que é coberto na apólice, o segurado pode fazer um pedido de reembolso, chamado de sinistro. A seguradora, então, decide se deve ou não pagar o sinistro, avaliando o veículo e os danos a que ele foi submetido. Sendo deferido, o seguro terá uma franquia, que é o valor mínimo que os danos ao veículo tem de sofrer para que o seguro comece a pagar a franquia do seguro. Por exemplo, se sua franquia é de R$1.500, o seguro só pagará os reparos ao carro que ficarem acima de R$1.500.

Quanto menor for o prêmio do seguro, geralmente, menos coberturas você tem direito, e maior será a franquia do seguro. É necessário encontrar um equilíbrio saudável entre um prêmio com boa cobertura, e uma franquia em um valor razoável.

Prêmio de seguros de automóveis

Ao se preocupar com o prêmio de um seguro, você está se preocupando com a “mensalidade” do seguro. Mas o mais barato não é necessariamente melhor, porque é necessário um seguro com uma boa cobertura, o que custa mais caro. (Foto: www.inpoup.com)

Riscos e prêmio no seguro

O negócio de seguros é sustentado por um complexo sistema de análise de risco. Geralmente, essa análise envolve antecipar a probabilidade de um dano ao veículo, cobrando o suficiente em prêmios para garantir que as perdas seguradas possam ser pagas. Por exemplo, um motorista com poucos anos de carteira é muito mais provável de provocar um acidente do que um motorista com mais tempo de carteira.

Nessa análise de risco, o prêmio que o segurado com menos tempo de carteira vai pagar é maior do que o motorista com mais tempo de carteira, já que é mais provável que o motorista com menos tempo se envolva em um acidente e acabe tendo de acionar o seguro, resultando em custos para a seguradora.

Prêmios dos seguros: como baratear?

Cursos de direção defensiva, sistema de alarme no veículo, guardar o carro em um estacionamento com câmeras, não usar o veículo para trabalho. Essas são algumas das coisas que você pode fazer para reduzir o valor do prêmio de um seguro. Não é, contudo, uma garantia da redução do valor, mas é um bom começo para conseguir negociar com diferentes seguradoras valores menores para seu prêmio e para sua franquia.

Você sabe de alguma forma para reduzir o prêmio de um seguro? Tem mais dicas sobre seguros de automóveis? Deixe nos comentários suas dicas para ajudar mais leitores a pagar mais barato pelos seguros!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)