O sistema de airbag é uma das partes mais importantes nos componentes de segurança do seu veículo. Um airbag adequado pode garantir que você e seus passageiros sobrevivam a um acidente que poderiam ter causado graves lesões. Os airbags já salvaram milhares de vidas ao longo dos anos. Mas como eles funcionam? O sistema de airbag é extremamente complexo e precisa ser ativado em milésimos de segundos após um acidente ocorrer para garantir a proteção do condutor e seus passageiros.

Airbags são tecidos elásticos ou outros materiais que são hermeticamente embalados em vários locais dentro de veículo. Existem airbags na parte da frente do painel de instrumentos, na maioria dos veículos. Muitos também têm airbags ao longo das partes laterais também. Estes sacos são comprimidos e mantidos em uma pequena área. Quando há um acidente, os airbags enchem-se de ar muito rapidamente para fornecer um sistema de amortecimento para as pessoas no carro para que eles não sejam jogados em cima de uma superfície sólida em caso de um acidente. Enquanto isso não necessariamente impeça um ferimento total ou a morte, pode ser muito útil para atenuar os danos aos passageiros em um carro, na maior parte dos casos.

As partes mais importantes do sucesso dos airbags são os sensores de impacto. Esses pequenos sensores são projetados para dizer quando o veículo foi danificado em um acidente. Eles respondem a diferentes conjuntos de estímulos, incluindo a parada repentina, a pressão aumentada quando peças do carro são movidas/retorcidas devido à força de uma colisão e mais.

Como funcionam os airbags

Na figura, temos o sensor de impacto na esquerda, o inflador do airbag no meio e o airbag em si na parte direita do sistema. (Foto: auto.howstuffworks.com)

Diferentes tipos de sensores também medem a velocidade da roda, o estado do ocupante dos assentos, a pressão de travagem e de impacto e outros indicadores do estado do veículo. Os sensores transmitem sinais para a unidade de controle de airbag, que analisa os dados e pode orquestrar características de segurança como trava do cinto de segurança, fechaduras de portas automáticas, bem como o acionamento ou não do airbag.

Mais segurança para motorista e passageiros

Na foto, o posicionamento dos airbags dentro de um veículo. (Foto: carfinance.org.uk)

Dois tipos de sensores são utilizados para veículos com airbags: elétricos e mecânicos. Sensores elétricos variam em design. Alguns usam um mecanismo eletromecânico, misturando ambos ou até acelerômetro (componente que detecta o movimento e a direção do mesmo) para disparar o sensor. Sensores mecânicos trabalham independente do sistema elétrico e responder de forma semelhante aos sensores elétricos, com um design que aciona um pino de disparo provocando uma pequena explosão após um acidente. Uma vez que um sensor mecânico não requer uma fonte de alimentação, não pode ser desativado como um sensor elétrico pode, quando a bateria for desligada. O sucesso do sistema de airbag depende dos sensores de impacto que trabalham não só com precisão, mas também de forma extremamente rápida, então a parte mais cara e tecnologicamente avançada do sistema de airbag está nestes elementos

Airbag inflado

Na figura, as etapas que um airbag passa desde o momento em que começa a se encher de ar até o ponto em que fica cheio. É recomendado que para crianças e mulheres grávidas o airbag seja desativado, pois pode levá-las a morte. (Foto: carpages.co.uk)

Uma vez que a unidade de controle determina que ocorreu um acidente, ela envia um sinal para o sistema de enchimento dos airbags, que dispara uma carga química, produzindo uma explosão de gás nitrogênio, preenchendo os airbags, que estouram através dos painéis que o contém e entram no espaço do carro, a fim de proteger seus ocupantes. Isso tudo acontece em um instante, geralmente dentro de 25 ou 50 milissegundos, numa velocidade aproximada de 200 quilômetros por hora. Os airbags então vão esvaziar-se sozinhos, uma vez que são acionados.

2 comentários para “Como funcionam os airbags?”

  1. Jefferson

    Tive um acidente de carro ontem, “bati a lateral esquerda, depois vim a capotar, o carro capotou de 3 a 5 vezes e parou com rodas para cima”, o carro tinha airbag motorista e passageiro o carro provavelmente será avaliado “pt”(perca total), os airbag ficaram intactos, não acionaram, nesse caso houve falha ou não e projetado para ser acionado?

    Responder
    • Equipe Carro de Garagem

      Pode ter havido falha, e comprovando a falha, você tem deve acionar o fabricante judicialmente.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)