Bonneville T100 agora no Brasil! Quanto custa?

Escrito na categoria "Motos e scooters" por André M. Coelho.

Quem gosta de motocicleta, com certeza, conhece a marca Triumph e já deve ter ouvido falar do seu modelo Bonneville.

Este foi lançado em 1959 e logo se tornou um ícone das motos inglesas durante as décadas de 60 e 70.

Os anos se passaram mas, o modelo continua sendo produzido. E para comemorar os 110 anos da marca, foi lançada a versão Boneville T100.

A primeira coisa que chama atenção na Triumph Bonneville é o seu design. Apesar de ser uma moto naked (livre de carenagens), seu visual é clássico.

Um dos diferenciais desse modelo é o seu motor. A maioria das motos Triumph possuem motor de três cilindros enquanto a Bonneville é equipada com motor bicilíndrico, refrigerado a ar.

Tiumph Bonneville T100

Uma das opções de cores da Bonneville T100

Atualmente, a T100 possui motor de 865 cc e capaz de gerar 67 cv de potência. Apesar de ser uma moto de média cilindrada, ela é bem econômica. Segundo a marca, a Bonneville T100 faz cerca de 18,8 km/l na cidade e 23,8 km/l na estrada.

O modelo é equipado com injeção eletrônica multiponto, afogador, radiador de óleo, câmbio de 5 velocidades, dianteira com garfo telescópico, traseira com sistema bichoque e conjunto de mola-amortecedor e freio a disco.

A posição de pilotagem é bastante confortável, graças ao guidão recuado. Já o banco é plano e com pouca espuma, o que causa desconforto depois de um certo tempo. Porém, como ela é uma moto urbana, suas características cumprem bem a função.

Painel da Triumph Bonneville T100

Painel da Bonneville T100

Seu quadro é de berço simples, o que proporciona boa estabilidade em alta velocidade e facilidade nas mudanças de direção.

A Bonneville T100 é de edição limitada em mil unidades e tem o seu número de série (o a 1.000)  identificado. Estará disponível para vendas ainda esse mês mas seu preço ainda não foi divulgado, deve sair em torno de R$ 30 mil.

Se você gosta de motos, aproveite e confira também a Mirage 650 da Kasinski, a Kawasaki Z800 e a superesportiva 1199 Panigale S.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário