O uso de capacetes é necessário para garantir não apenas a segurança do motorista da motocicleta como também garantir que ele esteja respeitando a legislação de trânsito. Ao não usar o capacete, o motociclista pode ser multado e receber ainda outras punições. Entender essas punições é crucial para sempre lembrar de usar o capacete corretamente.

Riscos de pilotar sem capacete

Exigir que os motociclistas usem um capacete enquanto andam sempre foi um assunto contencioso. A maioria dos pilotos entende que o uso de um capacete é uma coisa inteligente, sendo uma proteção eficaz contra lesões catastróficas na cabeça e no pescoço que compõem a maioria das fatalidades e ferimentos resultantes de acidentes;

Apesar dos riscos, muitos consideram as leis do capacete uma transgressão contra suas liberdades. Outros, acham que podem andar sem capacete sem sofrerem as consequências. A questão principal é que, como parte do nosso Código de Trânsito, motociclistas não podem andar sem capacete.

Perde a carteira por andar sem capacete? Qual valor da multa?

A legislação federal exige que os motociclistas usem um capacete. A justificativa para essa exigência são os custos para as companhias de seguros, para a saúde pública e os riscos para outras pessoas. O artigo 244 do Código de Trânsito Brasileiro deixa bem clara a punição e a multa para quem anda de moto sem capacete:

Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção e vestuário de acordo com as normas e especificações aprovadas pelo CONTRAN, é uma infração gravíssima e com penalidade de multa.

A gravidade da multa é Gravíssima, resultando em 7 pontos na carteira.

A medida administrativa é a suspensão do direito de dirigir e a apreensão do documento de habilitação.

O valor da multa, no momento em que este artigo foi escrito, era de R$293,47.

Dirigir sem capacete

Dirigir sem capacete pode resultar em multas pesadas, entre outras punições severas aos motociclistas que desrespeitam essa lei. (Foto: Michigan Radio)

Como recorrer da multa por dirigir sem capacete?

Se você estava mesmo sem capacete, recorrer não vai adiantar muito, e você ainda terá sua CNH suspensa. Porém, pode ocorrer de você estar com um capacete e ele não estar de acordo com a legislação. A legislação diz o seguinte:

O capacete motociclístico deve estar certificado por organismo acreditado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO, de acordo com regulamentação de avaliação da conformidade por ele aprovado.

Nesse caso, ou em caso de erro na infração, você poderá começar a fazer uma defesa prévia.

Comece atualizando seu endereço no DETRAN de seu estado. Isso vai te ajudar a adiantar o processo de recorrer da multa. Atento ao prazo de recebimento da notificação, você deve recorrer da multa antes de 30 dias. Senão, ela vai se tornar uma multa e aí as punições já entrarão em vigor. Mesmo se você não receber a notificação, verifique no site do DETRAN do seu estado pelas multas para poder acompanhar.

Com o auxílio de um advogado, preferencialmente, identifique erros na infração, como o modelo do capacete no Brasil, mostrando que ele tem o selo do INMETRO, fotos que mostram você com o capacete no momento da multa, etc.

Quando a defesa prévia não é aceita, você pode entrar com recurso na Junta Administrativa de Recursos e Infrações, a JARI.

Tudo isso pode ser feito diretamente no DETRAN.

Muitos pilotos estão insatisfeitos com as leis do capacete, e acham que usá-los é desconfortável e uma imposição desnecessária em sua diversão. Mas não pode haver dúvidas de que usar um capacete salva muitas vidas todos os anos e, gostemos ou não, é a lei. Use o capacete e não fique sem ele nem que seja para ir na esquina de casa. Prenda-o corretamente pois até mesmo o capacete solto pode ser interpretado como estar andando sem capacete por um oficial.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)