Enquanto a navegação móvel para carros evoluiu como uma função cada vez mais comum e básica nestes veículos de quatro rodas, os motociclistas ficam presos com mapas em papel e soluções de pós-venda durante anos, além dos incômodos conectores que tem que ficar em cima do tanque ou conectados no guidão, como suporte para o GPS. Esse suporte não é nada prático e pode até atrapalhar o piloto enquanto ele tem que configurar ou procurar informações ao mesmo tempo em que pilota.

Uma nova empresa russa está aí para mudar isso com um capacete que possui navegação integrada. O LiveMap usa um microfone, sensor de luz, fone de ouvido e uma tela para transmitir informações de viagens pertinentes em todas as cores que o piloto pode controlar usando comandos de voz. O sistema funciona da mesma forma que os encontrados em aviões de combate modernos, onde as informações são transmitidas diretamente para o visor.

As semelhanças com o Google Glass

A projeção das direções no centro da viseira do piloto, em vez de no canto superior direito, como acontece com o Google Glass. A equipe por trás do desenvolvimento diz que é realmente mais seguro, uma vez que o sensor de luz mantém as direções transparentes no visor não importa a hora do dia. A maior diferença fica mesmo no tamanho das informações, bem maiores no capacete do que no Google Glass.

A segurança e praticidade para o piloto

O sistema também permite que o piloto a mantenha o foco no que está à frente da moto. Um giroscópio integrado e bússola digital mantém a projeção orientada corretamente, mesmo que o usuário incline a cabeça ou se inclina na moto. Muito legal, prático e seguro de garantir ao piloto as melhores instruções possíveis sem tirar sua atenção da pista e sem prejudicar sua segurança.

Segurança do capacete com informações

Imagine poder visualizar informações todas de um GPS dentro de seu capacete? Mais do que prático, isso também garante maior segurança ao motociclista. (Foto: www.technologyace.com)

As especificações do capacete LiveMap

O capacete LiveMap pode oferecer até um dia inteiro de uso, graças a um par de baterias de Lítio-Íon, embora um plug de carga USB possa fornecer a energia extra quando necessário. É uma grande duração e será um grande feitio, quando capacete for colocado à venda.

Você pode colaborar para trazer o capacete para a vida real

Agora, o LiveMap é financiado através Indiegogo, um site de financiamento coletivo. A empresa está buscando levantar US$150.000 para criar um protótipo funcional. Depois disso, os modelos de produção podem chegar a custar em torno de US$2.000. Para quem vai participar no financiamento coletivo, o custo é de US$1500. Isso é bem caro, mas o custo pode baixar ao longo de gerações adicionais e com o interesse de mais fabricantes. Se te interessou, não se esqueça de ir até o site e colaborar para financiar essa brilhante ideia.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)