A aceleração em uma motocicleta é uma das partes emocionantes da experiência de pilotagem. Não é apenas divertido, mas também é uma parte importante da pilotagem; sem ele, não poderíamos ir a lugar algum.

Portanto, pode ser incrivelmente frustrante quando há problemas de aceleração com uma motocicleta. Você gasta um pouco de combustível e, às vezes, faz o oposto do que você deseja: perde energia e diminui a velocidade ou até fica parado. Isso não é apenas frustrante, mas também pode ser um pouco perigoso na situação errada.

Moto sem força: o que pode ser?

Então, por que sua moto está perdendo força ao acelerar? Há seis razões principais pelas quais uma motocicleta perde energia ao acelerar:

  • Entupimento no carburador ou bico injetor
  • Problemas na mola do carburador ou do corpo de borboleta
  • Vazamento de vácuo
  • Folga extra no cabo do acelerador
  • Motor dessincronizado

Abaixo, vamos tentar explicar como resolver os problemas mais comuns com motos perdendo força.

Moto acelera mas não desenvolve por conta de entupimentos

Os culpados habituais para resolver problemas em uma motocicleta é o carburador ou o bico injetor. Infelizmente, existem muitas coisas que podem dar errado com estes componentes, mas felizmente elas geralmente são muito simples de trabalhar e consertar.

Se você está tendo problemas de aceleração, a primeira coisa que provavelmente vai querer olhar são os bicos injetores ou os orifícios de injeção de um carburador. Os orifícios são pequenas passagens pelas quais o combustível flui para combinar com o ar, para que o motor obtenha a mistura adequada de ar e combustível. Isso inclui os jatos principais e os jatos piloto. Já no bico injetor, é apenas um orifício.

Esses componentes geralmente ficam entupidos com detritos ou componentes na gasolina, como o etanol. Quando estes ficam entupidos, o combustível não pode ser entregue; portanto, seu motor estará recebendo muito ar e pouco combustível, causando perda de potência ao acelerar.

Como consertar?

Se você suspeitar que esse é o caso dos problemas de aceleração da motocicleta, será necessário retirar os componentes como o carburador e bico injetor desmontá-los parcialmente. Isso pode ser um pouco chato, mas é uma boa prática examinar e limpar estes componentes ocasionalmente de qualquer maneira. Não adianta só usar um limpador de bico injetor ou de carburador e achar que seu trabalho está pronto.

Você precisará desmontar o carburador completamente e limpar todos os componentes. Tire fotos de cada passo para saber onde colocar cada peça de volta. Ter uma cuba de limpeza por ultrassom pode ajudar tanto na limpeza do carburador quanto na limpeza do bico injetor. No caso de algum componentes estar entupido, é bom trocar ou pelo menos usar um reparo.

Moto sem força

Entenda os motivos para sua moto perder força e busque um bom reparo apropriado. (Foto: Rediff.com)

Moto fraca e falhando por problemas com molas do componentes

Por menor que sejam, as molas de componentes como o carburador e o corpo de aceleração são uma parte vital da aceleração. Se você tiver algum problema nestes componentes, você saberá em poucos testes.

Uma mola quebrada geralmente é a culpada de uma aceleração fraca em uma motocicleta. Essas molas estão localizadas onde o cabo do acelerador desce e se conecta ao carburador ou ao corpo de borboleta. Esta mola é o que abre e fecham válvulas quando você está acelerando.

Se esta mola for quebrada, não será possível abrir a válvula e deixar entrar ar. À medida que você acelera, sua motocicleta continua a borrifar combustível, mas não tem ar para misturá-la. Isso faz com que sua motocicleta fique rica em combustível. A mistura inadequada de ar e combustível fará com que sua motocicleta perca energia.

Como consertar?

Se você suspeitar que a mola do carburador ou do corpo de borboleta está quebrada, é possível diagnosticar facilmente desligando a motocicleta, remover os filtros ou a caixa de ar e espiar dentro do carburador ou do corpo de borboletas e veja a reação da válvula ao apertar o acelerador. Se a válvula borboleta não tiver muito movimento quando você pressionar o acelerador, saberá que esse é o seu culpado.

Será mais fácil retirar completamente o carburador ou corpo de borboleta para substituir a mola. Realmente não vale a pena tentar consertar a própria mola porque é barata, mesmo que você precise comprar um kit de reconstrução inteiro para obtê-la. Enquanto você estiver nisso, limpe o restante do componente para evitar problemas futuros.

Moto perde potência por vazamento de vácuo

A entrada de ar em lugares onde não deveria ser outro culpado por perder potência enquanto acelera em sua motocicleta. Isso pode ser causado por juntas defeituosas ou conectores de entrada rachados ou soltos.

Enquanto um carburador está tentando fazer a mistura certa de ar e combustível para fornecer ao motor, isso acontece dentro do carburador ou do corpo de borboleta, que devem ser vedados sem perturbações para que ele funcione corretamente. Se o ar se infiltrar nas juntas defeituosas ou na admissão, isso pode atrapalhar a mistura adequada que está tentando fazer. Isso é conhecido como vazamento de vácuo.

Um vazamento de vácuo leva à adição de muito ar à mistura ar-combustível que os componentes produzem. Quando o seu motor de motocicleta está recebendo muito ar e pouco combustível, ele não funciona direito. De fato, quanto mais gasolina você tentar fornecer à motocicleta, mais ar será aspirado pelos orifícios indesejados que, em última análise, farão com que você perca potência.

Como consertar?

Examine o coletor de admissão do veículo. É bastante comum que eles quebrem ou se tornem quebradiços com o tempo. Certifique-se de que os grampos da mangueira de liberação rápida ao redor do coletor estejam apertados e não deixem entrar ar. Se necessário, substitua os coletores de entrada.

Você também precisará examinar as juntas do carburador e do corpo de borboletas, possivelmente. Examine os componentes e verifique se a vedação está correta.

Se você tiver uma porta de vácuo do carburador ou corpo de borboletas na parte superior do motor, substitua a mangueira de vácuo como se fosse de fábrica. Se a porta de vácuo era para um sistema que você não precisa mais, é possível fechá-la.

Folga extra no cabo do acelerador

Você deve ter notado que o acelerador está conectado a um cabo. Este cabo é conhecido como cabo do acelerador e desce para se conectar ao carburador. Esse cabo informa ao carburador e ao corpo de borboletas qual a largura da válvula borboleta que precisa ser aberta e quando ela deve ser fechada, dependendo da velocidade que você deseja percorrer.

Você pode ter uma folga excessiva no cabo do acelerador, onde está conectado ao carburador. Por sua vez, isso diminui a capacidade de abrir a válvula borboleta, porque não está dando um puxão total. Você terá uma mistura irregular de ar e combustível, o que fará com que sua motocicleta perca energia ao acelerar.

Como consertar: você pode testar isso observando a atividade de suas válvulas borboleta. Gire o acelerador enquanto a motocicleta estiver desligada; se as válvulas não abrirem completamente com uma torção máxima do acelerador, uma folga extra no cabo do acelerador pode ser seu problema.

Geralmente, existe uma porca de aperto alguns centímetros acima do botão que se conecta ao carburador na extremidade do cabo do acelerador. Você pode tentar aumentar isso para que não haja folga.

Às vezes, se você tem uma motocicleta mais antiga, o cabo do acelerador se estende um pouco. Isso é algo que o aperto não pode consertar. Você simplesmente precisará obter um novo cabo do acelerador. Os cabos do acelerador são muito simples de substituir e podem ser substituídos sem a necessidade de remover o carburador, dependendo da anatomia da sua motocicleta.

Motor dessincronizado

Quanto mais rápido você andar de moto, mais cedo sua bobina de ignição informará as velas de ignição. Mais queima é realizada em velocidades mais altas, enquanto as velocidades mais lentas têm menos queima. O tempo do motor é o mecanismo que controla isso.

Se você tiver um a dessincronização, o disparo da vela de ignição fica atrasado e não está no tempo certo, o que fará com que sua motocicleta não acelere adequadamente. Provavelmente isso será acompanhado de alguma saída em falso.

A dessincronização  é geralmente causado por uma falha no sistema elétrico ou o sistema de sincronização mecânico pode estar com defeito. Além disso, se você ou alguém já mexeu com a sincronia antes, isso também pode causar problemas.

Como consertar?

Sincronizar o motor em uma motocicleta é extremamente complicado se você não sabe o que está fazendo. Não recomendo que você tente consertar você mesmo, porque, se isso for feito de errado, você poderá causar danos à sua motocicleta.

Se você suspeitar que esse é o motivo de ter problemas de aceleração em sua motocicleta, é melhor levá-lo a um mecânico para consertá-lo. Eles têm ferramentas especiais que podem fazer o trabalho de maneira rápida e completa e permitem que você saiba que o trabalho foi feito corretamente.

Esperamos que não tenham ficado dúvidas. Se você tiver alguma pergunta, deixe nos comentários e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)