Se você já possuía um carro antes, provavelmente sabe que o reparo da transmissão é a última coisa com a qual deseja lidar. Principalmente, porque você sabe quanto custa uma transmissão para reparar ou substituir. Seu reparo total pode ser de milhares de reais.

Antes de qualquer desgraça mecânica, mostraremos os 5 principais fatos relacionados à transmissão que você precisa saber para ter um conhecimento rápido e prático. E a partir destes fatos, mostraremos como escolher uma oficina de confiança para os serviços necessários.

Como funciona a mecânica do câmbio automático?

Vamos começar com o papel que a transmissão de um veículo desempenha. O trabalho da transmissão é garantir que a quantidade correta de energia do motor vá para as rodas do seu carro, para que ele dirija a uma determinada velocidade. Basicamente, quanto mais rápido o motor gira, mais energia é enviada através do fluido dentro da transmissão e mais rapidamente suas rodas giram.

Dois componentes principais que compõem uma transmissão são:

O eixo, que transfere energia do motor para os eixos, permitindo que o veículo se mova.

As engrenagens ou marchas, que consome energia do motor, para que seu veículo possa se mover em uma variedade de velocidades. As marchas permitem que o veículo dê partida, conduza e pare.

Em uma transmissão automática, a troca destas marchas é feita automaticamente, através de comandos eletrônicos.

Transmissão automática

Escolha uma boa oficina de transmissão automática para evitar problemas e conservar seu sistema por mais tempo. (Foto: Steve’s Automotive & Collision)

Troca do fluido de transmissão

Se você perguntar a qualquer mecânico ou entusiasta de automóveis se precisa trocar o fluido de transmissão do seu veículo, a resposta será sempre sim. O fluido de transmissão é a linha de vida de todas as partes móveis da transmissão do seu veículo. Lubrifica e mantém a sua transmissão fresca. Com o tempo, o fluido da transmissão se deteriora, especialmente quando o veículo está envolvido na condução e na retirada de cargas pesadas da cidade. Então, quando você deve pensar em trocar o fluido?

Primeiro, consulte o manual do proprietário. Normalmente, você deve trocar o fluido de transmissão em torno de 150.000 km. Sabemos que isso parece muito, especialmente se você não planeja ter seu veículo por muito tempo. Mas se você compra um carro usado, tem alta quilometragem ou decide percorrê-lo por mais de 150.000 km, pense seriamente em mudar seu fluido de transmissão.

A cor do fluido também será um sinal revelador de uma troca necessária. O fluido de transmissão tende a ficar mais escuro e emite um odor de queimado quando está pronto para ser substituído. Para uma verificação de rotina, abra o capô e localize a vareta ao lado do motor. Seu manual ajudará a guiá-lo.

Para um proprietário de carro comum, trocar o fluido da transmissão pode ser um procedimento complicado. Recomendamos que você traga seu veículo a uma concessionária ou mecânica especializada e peça que eles ofereçam sua opinião de especialista.

Alguns modelos mais recentes têm uma transmissão selada e requerem um mecânico para trocar seu fluido. Se sua transmissão estiver selada, você poderá dizer que o fluido pode estar ruim se as engrenagens triturarem ou atrasarem o engate ao mudar.

O que significa flush do fluido de transmissão?

O flush do seu sistema é um dos melhores procedimentos de manutenção de transmissão disponíveis. Em vez de apenas trocar o fluido da transmissão, o mecânico usará uma máquina que passa óleo novo pela transmissão. Enquanto empurra o lodo e a sujeira acumulados, esse processo substitui cada gota de fluido usado por fluido completamente novo. As melhores oficinas vão oferecer esse serviço, e garantir que sua transmissão esteja com o melhor desempenho possível.

O que é um vazamento de transmissão?

Um vazamento de transmissão marca um dos problemas mais comuns de manutenção de automóveis. Isso pode ser causado pela não troca frequente do fluido de transmissão, por um acidente ou pelo desgaste normal. Níveis baixos de fluido podem fazer com que a transmissão escorregue e superaqueça. Se você encontrar um líquido vermelho escuro ou marrom embaixo do carro, verifique-o imediatamente. Dizemos isso apenas porque vazamentos de transmissão causarão rapidamente falha no sistema inteiro. A transmissão depende do fluido, portanto, se o nível do fluido for passageiro, nada funcionará corretamente.

Como escolher uma oficina especializada em transmissão?

As oficinas especializadas em transmissão precisam ter boas avaliações para garantir que sua transmissão não terá problemas, e seu investimento terá um retorno em um reparo que vai continuar. E no reparo de transmissão, o barato sempre vai sair caro.

Um grande problema com sua transmissão é geralmente a última coisa que qualquer proprietário de carro quer ouvir do mecânico. Não há uma maneira fácil de contornar isso, a menos que você gaste o dinheiro para reparar, reconstruir ou substituir a transmissão. Mas nem todos os problemas de transmissão exigem reparo ou substituição, e uma oficina mecânica de qualidade vai cobrar o valor justo para evitar um prejuízo maior.

O que mais vocês sabem sobre oficinas especializadas? Como escolhem?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)