Com crise econômica nos Estados Unidos e no mundo, a fabricante de automóveis Chrysler quase desapareceu. A solução foi um empréstimo com bancos americanos e a fusão com a italiana Fiat.

Depois da fusão, a Fiat resolveu criar também uma parceria com a GAC (fabricante chinesa) para desenvolver um carro fabricado na China e voltado para a população do país. Essa parceria também facilitou a entrada da Fiat no mercado chinês e o resultado é o Fiat Viaggio. O carro será fabricado nas instalações da GAC e já começa a ser comercializado (na China) no fim do ano com o nome de Fei Xiang (que significa voando alto).

O Viaggio é uma releitura da Fiat para o Dodge Dart, porém menos agressivo e com linhas mais parecidas com as dos veículos da marca italiana. Também tem proporções um pouco maiores que o seu irmão americano. Possui 4,68 m de comprimento, 1,85 m de largura e 2,70m de entre-eixos. O carro está posicionado no segmento de sedãs médios e usa a mesma plataforma do Dart (baseada na do Alfa Romeo Giulietta).

Fiat Viaggio (frente)

Visão frontal do Fiat Viaggio

Fiat Viaggio (lateral)

Visão lateral do Fiat Viaggio

O modelo possuirá motor T-Jet 1.4 com potência máxima de 120 a 150 cv, dependendo da versão. Haverá opção por câmbio manual de 5 marchas ou a nova transmissão automática da empresa (de 6 velocidades e dupla embreagem). O interior possuirá acabamento de qualidade, além de detalhes cromados e de aço escovado. A versão top de linha virá com gps integrado e tela de 8.4″ polegadas sensível ao toque.

Fiat Viaggio (lateral frontal)

Visão lateral-frontal do Fiat Viaggio

Fiat Viaggio (lateral-traseira)

Visão lateral-traseira do Fiat Viaggio

Ainda não se sabe se o veículo será exportado e comercializado fora da China. Principalmente, porque o Linea foi renovado na Europa e se espera que a nova versão chegue ano que vem no Brasil. Mas também há a possibilidade do Viaggio aposentar o Linea.

Alguns especulam que a Fiat pretende trazer, em 2013, o Dodge Dart para o Brasil (o carro viria equipado com motor 2.4 e 184 cv de potência) e que, se o Viaggio desembarcasse aqui, o modelo seria equipado com motor 1.6 e não T-Jet. Enquanto ficamos aguardando, você pode dar uma olhada no Fiat Freemont, o SUV que a Fiat lançou depois da fusão com a Chrysler.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)