Luzes LED são uma opção popular no mercado paralelo para a maioria dos veículos, sendo elas mais brilhantes do que as lâmpadas halógenas e com uma durabilidade muito maior, utilizando menos energia. O problema com a instalação de luzes de LED em seu veículo é que você não pode simplesmente trocar as lâmpadas. Você realmente precisa de substituir todo o conjunto de luz apropriadamente.

As duas luzes mais comuns que são convertidas em LED são os faróis e lanternas traseiras. A fim de fazer isso, você deve remover o conjunto do farol/lanterna traseira e instalar os novos conjuntos de LED. Como fazer isso da maneira apropriada?

Encontre um farol LED com as mesmas especificações de seu farol normal

Esta é a primeira e mais difícil tarefa. Para que seu veículo continue dentro da legislação vigente e para que o sistema elétrico de seu veículo não sofra falhas, o conjunto de faróis/lanternas traseiras de LED tem que ter voltagem, fluxo luminoso e temperatura de cor (cor das luzes dos faróis) nos mesmos números que seu farol. Isso vale principalmente para veículos que tem sistemas de segurança que avisam sobre a queima dos faróis, já que muitas lâmpadas LED exigem menos voltagem e portanto, podem nem ser reconhecidas pelo sistema.

Falaremos mais sobre isto abaixo, em detalhes. Mas queremos deixar claro que escolher os faróis e/ou lanternas traseiras de LED pode ser uma grande dor de cabeça.

Como colocar farol dianteiro de LED no seu carro?

Após comprado o farol dianteiro de LED, ou seja, o kit completo já com o LED instalado e não fitas ou lanternas LED para serem adaptadas, você está pronto para começar. Você precisará de ter o manual do veículo em mãos, as ferramentas apropriadas para os parafusos fixadores do farol e se possível, um torquímetro para aplicar o torque correto na hora de fixas os faróis de LED.

Primeiro, desligue o motor do veículo e abra o capô. Desconecte o chicote de conexão elétrica da parte traseira do conjunto do farol. Alguns veículos exigem que você remova uma vedação de borracha ou tampa para ter acesso ao conector.

Remova os parafusos de fixação do conjunto ao compartimento do motor. A maioria dos veículos tem parafusos que podem ser removidos com uma chave de fenda Phillips, mas outros têm parafusos que precisam ser removidos com uma chave diferente, como sextavada. Puxe o conjunto para fora do compartimento do motor.

Instale o conjunto do farol LED e reinstale os prendedores. Volte a colocar o cinto de conector e a vedação de borracha/tampa, se necessário. Repita com o outro conjunto do farol e feche o capô.

Finalizado o processo, é interessante você pegar um balde de água e jogar próximo ao farol para verificar se a vedação está funcionando corretamente. Caso veja que a água entrou pela vedação, abra novamente, seque onde foi molhado e veja onde a vedação não ficou boa. Teste de novo e caso necessário, troque a vedação dos faróis. Tudo que você menos quer é um curto circuito por causa de água no sistema.

Como colocar luzes traseiras de LED no seu carro?

Desligue o motor do veículo e abra o porta-malas. Remova os dois parafusos ou parafusos que prendem a tampa de luz traseira no porta-malas e remova a tampa. Desconecte chicote conector elétrico da luz traseira e remova do veículo. Instale o conjunto de substituição de LED e ligue os conectores, recolocando a tampa e parafusos. Repita com o outro conjunto de lanterna traseira e feche o capô.

Para as lanternas traseiras, o teste com água externo é necessário para verificar a vedação. Repita o procedimento feito para os faróis dianteiros.

O problema de um farol de LED no seu carro

Os faróis de LED são muito bonitos. Mas ao colocar um par em seu carro sem o devido planejamento, você poderá ter um problema sério no sistema elétrico. (Foto: www.ledheadlight.net)

Cuidados os faróis LED

Antes de instalar os faróis, vale a pena lembrar alguns cuidados básicos para você não se ver em maus lençóis.

Legislação brasileira

De acordo com a legislação brasileira, o sistema sistema de iluminação é um do dispositivos de segurança do veículo. De acordo com a legislação, o padrão de potência do farol alto é de 60 W. Para o baixo, 55 W. Mesmo se alguém te oferecer um produto importado com voltagens maiores, como já são encontrados aos montes no mercado de peças paralelas, você não deve aceitar sob o risco de ser multado, segundo o artigo 230, inciso XIII do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que diz que alterar o sistema de iluminação configura infração grave.

Configuração do sistema elétrico

Se você não tem conhecimento mínimo de mecânica, sequer arrisque na modificação. O sistema elétrico de um veículo é um dos mais sensíveis, principalmente no caso de veículos com injeção eletrônica. Uma mudança pode acabar custando bem caro se você não souber o que está fazendo.

Fluxo luminoso, temperatura da lâmpada e voltagem

Uma lâmpada halógena tem 800 lúmens e a de xenônio com potência equivalente gera 5.400 lúmens. As lâmpadas LED tem 300 lúmens. Estas são as medidas de fluxo luminoso, isto é, a capacidade de iluminar das lâmpadas. Aqui vale dizer que quanto mais próximo do fluxo luminoso da lâmpada halógena, melhor para estar dentro da lei.

Depois, temos a temperatura da lâmpada, também conhecida como cor do facho de luz. Esta temperatura é medida em kelvin (K) e é informada em todo kit de faróis e lanternas. Lâmpadas halógenas tem entre 3.200 K e 4.000 K. Lâmpadas de xenônio, entre 6.000 K a 12.000 K. Lâmpadas LED, 8.500 K. Nesta questão, você precisa saber que só são permitidas lâmpadas nas cores brancas ou amarelas, ou seja, nas fachas de temperatura em que a cor é branca ou amarela.

A voltagem para o sistema de um veículo deve ser equivalente, mesmo que outros dados sejam diferentes entre as lâmpadas. Isso garante que o sistema continue trabalhando na mesma voltagem para seu funcionamento, garantindo um risco menor de defeitos no sistema.

Considerações Finais

Um policial pode até te multar por estar com uma lâmpada diferenciada, mas esta multa só pode ser aplicada caso este tenha em mãos um aparelho denominado luxímetro, responsável por medir a luminância das lâmpadas. Não é possível que o policial faça a multa sem essa avaliação, a não ser que, por exemplo, você esteja usando uma lâmpada claramente forte demais para seu veículo e de coloração proibida. Mesmo assim, é preciso do equipamento para verificar se a luz é branca ou azul.

Nossa recomendação é sempre que você se atenha ao equipamento original do veículo, salvo raros casos. Por exemplo, se você tem um veículo que vai muito para lugares isolados e a lâmpada original não ilumina o suficiente, a troca pode ser apropriada, mas é ainda melhor instalar faróis de milha para estas opções.Já existem muitas opções de faróis LED no mercado apropriados e adaptados para carros específicos, mas não deixe de verificar todos os dados que descrevemos acima antes de fazer a compra.

Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Deixem nos comentários suas perguntas para que possamos ajudá-los!

4 comentários para “Farol de LED – Como colocar no seu carro?”

  1. Pj

    Tenho uma S-10 2013, Ela não aceita modificações de Led nos Faroletes, na ré e na placa, da como esta queimado, somente no teto que foi aceito… Tem algumas lâmpadas próprias?

    Responder
  2. Eliah Duarte Jr

    Para ix35 hyundai qual seria as lampadas de led apropriadas? Para milha e para os farois

    Responder
    • Equipe Carro de Garagem

      Eliah, apenas coloque lâmpadas LED se o modelo tiver estas originalmente.

      Responder
  3. Tony

    Boa tarde, hoje fui parado pelo guarda de transito e ele me informou que entrou em vigor no dia 02/11/16 uma lei que proíbe o uso de LED´s… Ele me informou que LED´s só se for de fabrica. Alguém sabe que lei é essa?

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)