Qual a diferença entre um motor 2 tempos e um motor 4 tempos?

Escrito na categoria "Dúvidas automotivas" por André M. Coelho.

A comparação entre motores de dois tempos e quatro tempos pode ser feita em aspectos como cursos necessários para a conclusão do ciclo termodinâmico, peso do volante utilizado, tamanho do motor para produzir a mesma potência, desgaste no no motor, presença ou não de válvulas, eficiência volumétrica e eficiência térmica. Vamos explicar isso melhor.

Como funciona o motor de 2 tempos?

O ciclo termodinâmico do motor de dois tempos é completado em dois tempos do pistão ou em uma revolução do virabrequim. Assim, há um golpe de potência para cada revolução do virabrequim.

Devido ao acima, o momento de rotação é mais uniforme e, portanto, um volante mais leve pode ser usado.

Novamente, devido a um golpe de potência para cada revolução, a energia produzida para o mesmo tamanho do motor de dois tempos é duas vezes, ou a mesma potência do motor é mais leve e mais compacta.

Devido a um golpe de potência em uma revolução, tem maiores requisitos de refrigeração e lubrificação. Há uma maior taxa de desgaste em dois tempos em comparação com o motor de quatro tempos.

Motores de 2 e 4 tempos

Na esquerda, um motor de 2 tempos funcionando. Na direita, um motor de 4 tempos. (Foto: Reddit)

Os motores de dois tempos não possuem válvulas, mas apenas portas (alguns motores de dois tempos estão equipados com válvula de escape convectiva).

Devido à leveza e simplicidade e à ausência do mecanismo de atuação da válvula, o custo inicial do motor de dois tempos é menor.

O motor de dois tempos é usado onde baixo custo, compacidade e peso leve são importantes, isto é, em scooters, motocicletas, pulverizadores de mão etc.

A eficiência volumétrica é menor devido ao menor tempo de ingestão da mistura.

Há menor eficiência térmica, e a eficiência da carga parcial é fraca.

Como funciona o motor 4 tempos?

O ciclo termodinâmico do motor de quatro tempos é completado em quatro tempos do pistão ou em duas revoluções do virabrequim. Assim, há um golpe de força para cada duas revoluções do virabrequim.

Devido ao acima, o momento de rotação não é tão uniforme e, portanto, um volante mais pesado é necessário.

Por causa de um golpe de energia para cada duas revoluções, a energia produzida para o mesmo tamanho do motor de quatro tempos é menor ou para o mesmo poder, o motor é mais pesado e mais volumoso.

Por causa de um golpe de potência em duas revoluções menores, requisitos de refrigeração e lubrificação. Menor taxa de desgaste no motor de quatro tempos.

Os motores de quatro tempos possuem válvulas e mecanismos de atuação de válvulas para abertura e fechamento das válvulas de admissão e de escape.

Devido ao peso comparativamente maior e ao mecanismo de válvula complicado, o custo inicial do motor de quatro tempos é maior.

O motor de quatro tempos é usado onde a eficiência é importante, isto é, em carros, ônibus, tratores, motores industriais, aviões, geração de energia etc.

A eficiência volumétrica é maior devido a mais tempo para a ingestão de mistura.

Maior eficiência térmica, e a eficiência da carga parcial é melhor.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder o quanto antes!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário