Nosso artigo de hoje vai te ensinar muito sobre os comandos de válvulas. Você vai entender como a árvore de comando afeta o desempenho do motor. Primeiramente você deve saber que as peças-chave de um comando de válvulas são os ressaltos.

No momento em que a árvore de comando gira, cabe aos ressaltos a função de abrir e fechar as válvulas de admissão e escapamento, isso deve ser feito de maneira sincronizada com o movimento do pistão. Existe sim uma relação direta entre o formato destes ressaltos e a forma com que o motor vai operar em diferentes faixas de rotação.

Relação em baixa velocidade

  • No momento em que o pistão começa a se mover para baixo no curso de admissão, a válvula de admissão vai se abrir, ele deve se fechar enquanto o pistão continuar descendo, isso deve ser feito até que ela se feche completamente no momento em que o pistão atinja o ponto mais baixo. Depois disso, o ciclo é recomeçado.

Relação em alta velocidade

  • Assim que a válvula de admissão abre e o pistão começa seu curso de admissão, existe uma aceleração da mistura ar-combustível no tubo de admissão para dentro do cilindro.
  • Assim que o pistão chegar ao fim do seu curso de admissão, a massa de mistura de ar-combustível certamente já vai estar se movendo a uma velocidade alta.
  • Quando estiver em alta velocidade, o movimento de ar-combustível será muito maior, além de precisar que a válvula de entrada permaneça aberta por mais tempo.
  • Existe também a necessidade de que a válvula se abra mais a velocidades maiores. Isso é determinado pelo perfil do ressalto.

Você deve imaginar que qualquer comando só será perfeito em apenas uma rotação do motor. Em qualquer outra, certamente não vai operar no seu potencial máximo.

Como funcionam os comandos de válvulas?

Quais as diferenças entre os comandos de válvulas?

A ideia de um comando fixo manteve uma solução de compromisso. Exatamente por isso que os fabricantes resolveram desenvolver diversos esquemas para variar este perfil do ressalto, estas mudanças são efetuadas de acordo com a mudança de rotação do motor.

Você já deve ter escutado falar de diversas configurações destas árvores de comando nos motores não é mesmo? Confiram quais são elas abaixo:

Comando de válvulas único no cabeçote (SOHC)

  • Este tipo de distribuição é utilizado em motores com apenas uma árvore. Ela é responsável por abrir e fechar as válvulas de saída para escape dos gases, além de controlar as válvulas de entrada do combustível.

Duplo comando de válvulas no cabeçote (DOHC)

Como funcionam os comandos de válvulas?

Ilustrativo do duplo comando de válvulas no cabeçote

  • Este tipo de distribuição é usado em motores com explosão interna. Funciona através de um duplo comando de válvulas, contando com duas válvulas para entrada e saída.

Comando no bloco (OHV).

  • Este tipo de distribuição está presente mais nos motores mais antigos. São motores de combustão interna que tem o comando válvulas instalado diretamente no bloco do motor. O acionamento das válvulas é indireto.

Estamos chegando ao final deste artigo e queremos saber da sua opinião. Deixe-nos um comentário com sua crítica ou sugestão, pois teremos o maior prazer em recebê-la e avaliar tudo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)