Se você já comprou um carro, sem dúvida, alguém lhe disse para verificar se a correia dentada está inteira, o que é um bom conselho, mas você sabe o que é uma correia dentada? Mais importante, sabe como escolher uma correia dentada? Bem, para sanar essas dúvidas, vamos explicar melhor sobre as correias dentadas e as melhores marcas no mercado.

O que é uma correia dentada ou corrente de comando?

Correntes de comando e correias dentadas executam a mesma função, elas conectam a árvore de comando e o virabrequim para mantê-los girando em sincronia. Apesar de terem a mesma funcionalidade, eles são únicos em seu design e cada um deles tem seus próprios benefícios e desvantagens. Como eles tem a mesma função, um motor geralmente será equipado com um ou outro (há um punhado de motores que possuem ambos). Eles geralmente não são visíveis quando você abre o capô, pois eles são protegidos por tampas de metal ou plástico para protegê-los contra detritos.

Em termos muito simples, um motor é essencialmente dividido em duas metades, a metade superior (incluindo a cabeça do cilindro, as árvores de comandos e as válvulas) e a metade inferior (composta pelo bloco de cilindros, virabrequim e pistões). O motor deve girar precisamente no tempo certo e é responsabilidade da correia dentada ou da corrente garantir que isso aconteça. Se o sincronismo ficar fora de sincronia, o mecanismo não funcionará suavemente e provavelmente mostrará alguns dos seguintes sintomas :

  • Sons de tiros ou falhas na entrada ou escape
  • Motor com funcionamento irregular
  • Dificuldade de dar partida ou parar o motor
  • Falta de potência
  • Superaquecimento

Correias dentadas

Correias dentadas são feitas de borracha que é reforçada com fios de aço. Como as correias são flexíveis e não há contato de metal sobre metal, elimina a necessidade de lubrificação. A maioria dos fabricantes recomenda alterar a correia dentada a partir de 40.000 km, embora seja importante verificar com o fabricante para descobrir a recomendação exata. Como as correias passam através de uma série de polias e tensores, é importante que estes sejam substituídas ao mesmo tempo que a correia. Também é uma boa ideia trocar a bomba de água ao mesmo tempo, já que ela fez tanto trabalho quanto a correia. Nos carros mais novos, a bomba de água é frequentemente instalada atrás da correia, de modo que a correia deve ser removida para trocá-la. Em outras palavras, você também pode trocar a bomba de água uma vez que a correia está sendo trocada.

Correntes de comando

Correntes de comando são feitas de metal e lembram as correntes que estão em bicicletas e motocicletas. Como há metal em contato com o metal, a corrente passa pelo interior do motor para que possa ser lubrificada pelo óleo do motor. Como regra geral, as correntes de comando só precisam ser substituídas se houver um problema com elas. Seu principal benefício é que elas duram muito tempo. Algumas desvantagens das correntes de comando incluem o nível de ruído mais alto e o impacto prejudicial de uma, se ela quebrar. Similar às correias dentadas, elas são instaladas através de uma série de tensionadores e polias para mantê-las sob o nível ideal de tensão. Os tensores da corrente de distribuição dependem da pressão do óleo do motor, se por algum motivo a pressão do óleo estiver baixa, os tensionadores da corrente podem perder a pressão e isso compensará o tempo do motor. Isso resulta em baixo desempenho do motor e a corrente pode funcionar mal, causando danos caros. As correntes de distribuição geralmente não têm conexão com a bomba de água, ao contrário das correias dentadas, de modo que não precisam ser substituídas ao mesmo tempo.

Correia dentada

Escolha uma boa marca de correia dentada para garantir o bom funcionamento do seu motor. (Foto: Car From Japan)

Sintomas de uma correia dentada gasta

Um dos sintomas mais comuns de correias desgastadas é o ruído. Correias desgastadas podem ficar frouxas e podem soltar as tampas de proteção enquanto giram. Também pode resultar em alguns detritos ao redor do motor quando ele bate na tampa. Uma correia desgastada está geralmente à beira do ponto de ruptura e deve ser substituída imediatamente. Um som irregular do motor pode indicar uma corrente ou correia gasta, uma vez que as válvulas do motor estão a ficar dessincronizadas. Isso será mais perceptível quando você ligar o carro, pois ele tende a tremer. Se a corrente ou correia estiver muito desgastada, ela não poderá mais ser posicionada corretamente nas engrenagens impedindo o motor de dar a partida. Outros sintomas incluem tiros no escapamento e vibrações durante a condução.

O que acontece se a correia dentada ou a corrente arrebentarem?

Ao falar sobre correntes e correias, é importante conhecer os motores de interferência. Um motor de interferência é aquele em que os pistões e as válvulas compartilham espaço no cilindro, mas não ao mesmo tempo (a grande maioria dos motores na estrada hoje são motores de interferência). O benefício deste tipo de motor é a eficiência, no entanto, se a correia ou a corrente quebrar em um motor de interferência, as válvulas e os pistões colidirão. Os pistões geralmente atingem as válvulas, dobrando-as ou quebrando-as, ou então as válvulas perfurarão um buraco no topo dos pistões. O projeto de reparo poderia facilmente ficar caro de mais. Se a correia quebrar em um mecanismo de não interferência, o motor não colidirá, pois nunca compartilham o mesmo espaço.

Então, saber quando a correia dentada foi mudada pela última vez é uma coisa muito boa. A correia dentada do seu carro é uma grande parte do que faz seu carro funcionar sem problemas. Ela é responsável por controlar as árvores de comandos que estão no motor. Ele fecha e abre as válvulas no exato momento certo, e é isso que fornece a suavidade em sua unidade.

Qual a melhor marca de correia dentada?

Verifique o manual do proprietário: Consulte o manual do proprietário para saber exatamente o que está procurando quando se trata da correia dentada. O manual especificará o tamanho, tipo, e modelo da correia. Em alguns casos, até terá recomendação da marca ideal para o veículo.

Orçamento e qualidade: Existem várias marcas disponíveis no mercado com uma ampla gama de preços. Alguns tendem a se manter um pouco mais tempo do que as outras e podem ser melhores em certos veículos. Correias com teflon são mais resistentes, mas também são mais caras. Porém, sabendo que já é um serviço caro a troca da correia dentada e é um serviço que é feito poucas vezes, vale a pena pagar mais caro para ter o melhor possível.

Mantenha o controle de sua milhagem: Depois de comprar a correia dentada, comece a acompanhar sua quilometrage imediatamente. Isso é para que você tenha uma ideia quando é hora de fazer a substituição novamente.

Não se esqueça de fazer o serviço apenas com um mecânico que tenha as ferramentas para manter o sincronismo do motor. Muitos fazem gambiarras e prejudicam o funcionamento do veículo. Não deixe que esses mecânicos façam a troca da sua correia dentada.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)