As válvulas de admissão e exaustão são o componente final do sistema de trem de válvulas. Elas são feitos de metal temperado que deve resistir às condições extremas da câmara de combustão. Eles são moldados para ter uma haste fina levando a uma face mais plana, com as válvulas de admissão geralmente maiores que o escapamento. Em muitos motores modernos, cada cilindro tem duas válvulas de admissão e duas válvulas de escape por cilindro.

Aual a função das válvulas no motor?

São quatro eventos que devem ocorrer em um motor de combustão interna para garantir o funcionamento. Estes são chamados de tempos ou cursos. O primeiro curso é a admissão. Durante o curso de admissão, uma mistura de ar / combustível é puxada para a câmara de combustão pela abertura das válvulas de admissão (com motores de injeção direta, o combustível é injetado após o ar ter sido puxado).

O próximo curso é o de compressão. As válvulas de admissão e exaustão fecham, prendendo a mistura ar / combustível na câmara de combustão. O pistão agora é forçado para cima, comprimindo a mistura ar / combustível, tornando-o altamente combustível.

O próximo curso é o de força. A mistura de ar comprimido / combustível é inflamada por uma vela de ignição. Com as válvulas de exaustão e admissão permanecendo fechadas, a mistura inflamada se expande rapidamente, forçando o pistão de volta para baixo no cilindro. Isso, por sua vez, gira o virabrequim, que então, por meio do trem de força, gira as rodas do veículo.

O curso final é o curso do escapamento. Durante o curso de exaustão, o pistão começará a subir novamente, empurrando a mistura gasta através da válvula de exaustão agora aberta. Após os gases de exaustão terem escapado do cilindro, a válvula de exaustão fechará e o curso de admissão ocorrerá novamente. Todo esse ciclo ocorre cerca de 1250 vezes por minuto ao dirigir em velocidades de rodovia.

Válvula de admissão de veículo

A válvula de admissão permite a entrada do combustível para combustão no cilindro. (Foto: AutoGuide.com)

Sintomas de problemas nas válvulas do veículo

Embora as válvulas possam falhar por vários motivos, os dois tipos mais comuns de falhas são válvulas dobradas, válvulas queimadas e válvulas desreguladas.

Válvulas tortas ocorrem quando o pistão faz contato com as válvulas. Isso faz com que a válvula não seja mais capaz de vedar o cilindro corretamente. Muitos motores são motores de interferência, o que significa que o pistão se desloca para cima além do ponto mais baixo em que as válvulas se deslocam para baixo durante a operação normal.

O motor é sincronizado por uma correia dentada ou corrente por meio do virabrequim, que aciona os pistões, e do eixo de comando, que aciona as válvulas. O impacto entre os dois é causado quando esse tempo é interrompido por uma forma de falha de tempo.

Válvulas queimadas ocorrem quando a válvula não consegue mais vedar corretamente após temperaturas excessivas terem danificado o material da válvula. As causas típicas de válvulas queimadas são permitir que o veículo superaqueça ou combustível incorreto está sendo usado.

Sinais de que o reparo é necessário

O principal sintoma de válvulas danificadas é uma operação irregular do motor, especialmente em marcha lenta.

A primeira etapa do diagnóstico quando houver suspeita de válvulas danificadas seria um teste de vazamento. Durante este teste, o motor é girado até que o ponto morto superior do cilindro testado atualmente seja alcançado. As válvulas de admissão e exaustão serão fechadas neste momento. O ar comprimido é injetado no cilindro através do orifício da vela de ignição.

A capacidade do cilindro de manter a pressão é então medida usando um medidor de vazamento. Se um vazamento significativo for detectado vindo do corpo do acelerador ou do escapamento, as válvulas estão vazando.

Em alguns casos, as válvulas podem ser inspecionadas usando um boroscópio inserido no cilindro. A remoção da tampa da válvula para inspecionar o trem de válvula também pode ser necessária. Se tudo mais falhar, a cabeça do cilindro pode precisar ser removida para verificar as válvulas.

Quanto custam os reparos?

A substituição da válvula é um trabalho muito grande que requer a desmontagem do motor. O custo para reparos de válvulas pode estar entre os maiores valores de reparos para um veículo, somente em mão de obra. Este reparo pode levar muitas horas para ser concluído, mesmo após um diagnóstico certeiro.

Como o motor quebra durante esse reparo, muitas juntas serão substituídas e muitas outras peças serão removidas. Se você estiver fazendo esse reparo, pode ser um bom momento para concluir outros reparos necessários, já que descontos de mão de obra sobrepostos provavelmente seriam aplicados.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)