Quem coloca uma moto normal e uma scooter lado a lado com certeza vai avaliar a scooter como sendo mais segura. É um senso comum essa análise. As pessoas geralmente consideram que motos menores trazem maior segurança, além do corpo “gordinho” das scooters dar uma sensação de maior proteção. Mas será que é assim mesmo? Scooters são mais seguras que as motos normais?

O que é uma scooter?

Primeiro, vamos abordar o que entendemos por “scooter.” Este termo se refere a uma motocicleta movida por combustível como álcool, gasolina ou eletricidade, mas com um design característico e posição sentada de pilotagem. A marca Vespa é provavelmente a mais conhecida e popular. Scooters são menos potentes do que motos, mas ainda precisam de uma carteira de habilitação para poderem ser utilizadas como meio de transporte, salvo casos em que tenham 50 cilindradas ou menos. Existem também maxi-scooters, que são de maior cilindrada (acima de 300 cc) e são voltadas para estradeiros.

Scooters são mais seguras que outras motos?

Não. Muitos pilotos poderiam apontar o fato de que a scooter não pode rivalizar com a velocidade de um moto como prova de sua segurança. No entanto, os dados mostram que velocidades mais baixas nem sempre significam maior segurança contra acidentes. Na verdade, mais mortes de trânsito relacionadas ao excesso de velocidade acontecem em vias onde a média de velocidade é de 60 km/h ou menos do que em vias onde a velocidade média está acima de 90 km/h. E a maioria das scooters não têm problemas para alcançar os 60 km/h.

Aí temos o argumento de que scooters são geralmente menores do que motocicletas, mas são ainda mais perigosas. Quando seu pequeno scooter facilmente se perde no ponto cego do motorista, você está muito mais vulnerável perto de estacionamentos, em mudanças de faixas, ou em cruzamentos.

Pilotar um veículo de 2 rodas de qualquer tipo requer habilidade e prudência. Portanto, não assuma que ter uma scooter automaticamente torna você menos vulnerável do que ao pilotar uma motocicleta.

Pilotos de Scooters também apresentam um comportamento mais seguro do que os motociclistas, apesar de ambos os grupos responderem às mesmas exigências para a habilitação. Isto sugere uma diferença de atitude onde motociclistas assumem mais riscos do que seus colegas de menor porte.

Scooter não são mais seguras que motos

Ao assumir que uma scooter é mais segura que uma moto, além de cometer um erro grave, o motociclista pode já estar correndo riscos por uma falta de segurança. (Foto: divulgação)

Os perigos das scooters

É importante que você saiba muito bem os perigos aos quais você está sujeito quando pilotando uma scooter, bem como a solução para estes problemas.

Invisibilidade

Motoristas de veículos de maior porte dificilmente respeitam veículos de menor porte, apesar de em nossa legislação estar bem claro que os grandes devem cuidar dos pequenos. Se uma motocicleta já é quase invisível no trânsito, as scooters estão no grau de invisibilidade máximo. Para se proteger desse problema, siga sempre a regra: se você pode ver o motorista pelo retrovisor, ele também pode te ver. Caso ele não esteja prestando muita atenção, não tenha medo de usar a buzina.

Buracos

As vias brasileiras exigem muito dos nosso veículos. Uma motocicleta já sofre com os buracos, imagine então uma scooter que tem um curso de suspensão consideravelmente menor? Além de causar danos a sua scooter, um buraco que passa desapercebido pode fazer com que você perca o controle da scooter e sofra um acidente. Para se prevenir contra este problema, preste bastante atenção ao caminho que você está percorrendo e para onde você está dirigindo sua scooter, desviando de buracos e vias muito irregulares ou reduzindo a velocidade.

Dinâmica

A manobrabilidade das scooters são uma grande vantagem e desvantagem. Pela rapidez que ganham espaço e velocidade, principalmente nas vias urbanas, é fácil você se sentir como o dono da rua e acabar fazendo manobras perigosas. Mantenha sempre a atenção aos veículos ao seu redor, sinalize todos os seus movimentos com cuidado e não se esqueça de olhar sempre seus retrovisores. Um descuido e o dinamismo de uma scooter também será rapidamente responsável por te colocar numa sala de cirurgia.

Vento

Principalmente para quem anda em vias de tráfego intenso de veículos pesados, o vento e até mesmo o vácuo de ar criado por estes veículos pode ser um perigo grande. Além de causar um desequilíbrio, o vácuo pode, literalmente, te puxar. E ficar atrás de um veículo pesado é altamente não recomendado, pois peças e pedras podem ser lançadas contra você e causar um acidente. A dica é reduzir a velocidade quando perto de veículos de grande porte ou ultrapassá-los na primeiro oportunidade segura de fazê-lo. Mantenha também uma distância segura, preferencialmente com um veículo como escudo entre você e o veículo de grande porte.

Scooters e motos são veículos que podem ser seguros, mas dependerão sempre de quem os está pilotando. Se você tem mais dicas e sugestões aos pilotos de scooters, deixe nos comentários sua participação!

Um comentário para “Scooters são mais seguras que outras motos?”

  1. José Joaquim

    O promcipal… Sendo médico, nos muitos plantões, que dei, observei que em caso de colisão lateral, os acidentados, não sofriam fraturas nas pernas. Isto porque o piloto tem suas pernas, sem anteparo (carenagem), para serem esmagadas.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)