O sinistro é o termo usado pelas seguradoras quando há indenização sobre danos materiais de um veículo. Basicamente, é toda vez que você tem que acionar o seguro para danos sofridos pelo seu veículo.

A partir do momento em que você aciona o seguro e recebe o sinistro para perda total ou roubo, o veículo passa a ser um veículo sinistrado. Na maioria dos casos, o dano/roubo pode impossibilitar a recuperação do veículo, e a consequente mudança do veículo de sinistrado para “recuperado”, ou seja, apto a rodar de novo nas ruas brasileiras.

O que é um veículo sinistrado?

Exemplos de veículos sinistrados podem explicar melhor o que são esses veículos.

Digamos que seu carro foi roubado. No momento que você aciona o seguro, e recebe o valor do veículo roubado, o veículo passa a ser um veículo sinistrado. Isso significa que se ele for encontrado, vai direto para um pátio de leilões do DETRAN, e pode se tornar um veículo recuperável ou não.

Outra situação são batidas, que causa perda parcial ou perda total. Ao acionar o seguro e enviar seu veículo para a vistoria, se o veículo for avaliado como Perda Total, quando não é viável consertar o carro após o acidente, o veículo passa a ser sinistrado, e é mandado para um pátio de leilões. Na maioria das vezes, esses veículos também não são recuperáveis. Quando é viável a recuperação, mesmo assim, o veículo passa também a ser “sinistrado”, porque já teve que receber reembolso do seguro.

Em todas as situações onde o segurado recebe indenização pela perda total ou roubo do carro, o veículo passa a ser um veículo sinistrado.

Funcionamento da recuperação de carros sinistrados

Na foto, todos os detalhes que você precisa saber sobre recuperação de carros sinistrados e danos aos quais eles foram submetidos. (Foto: anoticia.clicrbs.com.br)

Veiculo sinistrado faz seguro?

Na grande maioria das vezes, as seguradoras se recusam a fazer seguro de veículo sinistrado. Mesmo quando o carro é recuperável, muitas seguradoras se recusam a fazer o seguro pelos possíveis problemas que podem ser apresentados pelo veículo. Mas há exceções.

Algumas seguradoras oferecem seguros especiais para veículos sinistrados. Todavia, esses seguros são mais caros e trazem exigências específicas, como a vistoria mais frequente do veículo.

Geralmente, carros sinistrados que foram roubados, mas encontrados e colocados à venda em leilão, tem menos dificuldade para fazer seguro. Carros sinistrados que estiveram envolvidos em colisões/acidentes, dificilmente tem seguro aceito, salvo quando os danos são pequenos e comprovados em documentação.

Veículo sinistrado à venda

Veículos sinistrados são vendidos mais barato no mercado, justamente por conta das dificuldades com seguro e outros problemas burocráticos. Porém, o vendedor é obrigado a informa a condição de sinistrado do veículo, principalmente se o mesmo foi retirado de pátio de leilões do DETRAN.

Veículos que sofreram colisões e estão sinistrados só servem para peças de reposição. De maneira alguma recomendamos o uso desses veículos para uso no dia a dia, porque é bem difícil saber a extensão dos danos após uma recuperação, a chamada “maquiagem” do veículo.

Carros que foram roubados, sofreram sinistro, e acabaram em um leilão do DETRAN são mais fáceis de lidar. Mas vale a pena pesquisar com seguradoras de sua região antes para ver se alguma delas vai disponibilizar um seguro a preços razoáveis para seu veículo sinistrado.

Veículo sinistrado: como saber?

A Resolução 362/10 do Código Nacional de Trânsito (CONTRAN) define que todos os veículos envolvidos em acidente com danos de média ou grande monta tem o registro do dano em seu CRV, para fins de classificação do sinistro. O proprietário pode até pedir uma reavaliação do dano, mas é difícil conseguir que a reavaliação reduza o tipo de dano sofrido.

Para saber se um carro é ou não sinistrado, o comprador deve pesquisar pelo Certificado de Registro de Veículo (CRV). Nele deve constar a informação sobre o Certificado de Segurança Veicular (CSV), comprovando que o veículo está em condições de circulação. Para veículos que já tiveram sinistro, mas foram recuperados, o CSV é acompanhado pela palavra “recuperado”.

Se você comprar um carro sinistrado sem saber, seu direito do consumidor garante a devolução do dinheiro, com juros e correção monetária, ou veículo semelhante, em condições perfeitas. Isso é mais fácil de obter quando comprando de empresas, pois transações entre pessoas físicas é um pouco mais complicado de fazer valer os direitos do consumidor.

Se você ainda tem dúvidas, os comentários estão abertos às suas perguntas.

2 comentários para “O que é um veículo sinistrado? O seguro aceita?”

  1. Leonardo Maximo

    Boa Tarde, comprei um carro com sinistro, consta *Recuperado no documento e eu tinha ciência que constava sinistro, atualmente estou tentando vender e recebi o questionamento de qual tipo de Sinistro há no veículo e não sei responder, gostaria de saber se há alguma forma de consultar esta informação.

    Responder
    • Equipe Carro de Garagem

      Leonardo, alguns sites disponibilizam uma análise completa do histórico do veículo.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)