Manutenção de caminhão: plano e checklist!

Em Caminhões e Off road por André M. Coelho

As tarefas comuns de manutenção preventiva para caminhões e frotas devem ser personalizadas para caber no veículo individual e seu padrão de uso. A lista de verificação de manutenção preventiva permite que os gerentes de frotas agendam as tarefas de manutenção antecipadamente. Programas de manutenção preventiva fortes garantem que as equipes completa ordens de trabalho sem gastar tempo extra, trabalho e dinheiro.

A manutenção preventiva é essencial para qualquer empresa de frota ter sucesso. Aqui estão os diferentes tipos de tarefas de manutenção de frota e exemplos de manutenção preventiva de horários de manutenção de frotas para prepará-lo para melhorar seu programa de manutenção preventiva da frota.

Tipos de manutenção de caminhão

A maioria das empresas ou organizações que operam uma frota podem ter um grupo de caminhões ou carros que executam a mesma tarefa.

Por exemplo, uma empresa de entrega operará caminhões ou vans que fazem uma grande quantidade de marcha lenta e de baixa velocidade através de bairros. Nesse caso, o agendamento de tarefas de manutenção preventiva com base nas horas do motor pode fazer mais sentido do que programação de tarefas com base em milhagem ou tempo.

As empresas de serviços são outra indústria que requer manutenção de veículos. Veículos de polícia ou táxis podem registrar uma grande quantidade de condução na cidade. Algumas frotas podem experimentar maior desgaste, porque vários motoristas os usam. Esses veículos podem precisar de manutenção mais frequente em itens, como sistemas de frenagem.

Frotas envolvem veículos que poderiam operar em locais perigosos. Por exemplo, algumas frotas industriais podem operar em ambientes empoeirados ou duras. Nesse caso, você pode querer empregar dispositivos de monitoramento eletrônico para considerar a condição de veículos ou bandas.

Manutenção e checklist de caminhões

Caminhões precisam de uma manutenção cuidadosa para redução de custos da frota e evitar problemas na estrada. (Imagem: James Hard Chorley)

Planilha de controle de manutenção de caminhão

A lista a seguir inclui algumas das coisas básicas que a maioria dos veículos exige. Certifique-se de verificar as recomendações fornecidas pelo fabricante do veículo. Não se esqueça de considerar o uso de veículos específicos da sua empresa no estabelecimento de planos de manutenção preventiva. Seja através de uma planilha, software, todas as informações abaixo

Pode ser desafiador para um gerente de frota para acompanhar essas tarefas, especialmente se eles estiverem em uma lista de papel. Um gerente de frota pode usar uma planilha ou software para acompanhar os muitos detalhes que podem se perder na bagunça de papel. Ao fazê-lo, um gerente de frota pode equipar sua equipe de manutenção com as ferramentas para reduzir o tempo de inatividade do equipamento e aumentar a produtividade.

Capacite e recompense as observações dos motoristas

Embora as tarefas de manutenção preventiva possam ser agendadas, os motoristas conhecem as necessidades de seus veículos melhor. Às vezes, um motorista pode notar um problema que não está no horário da manutenção preventiva. Certifique-se de dar aos seus motoristas e operadores uma maneira fácil e acessível de relatar problemas e problemas que eles experimentam.

Os motoristas devem ser obrigados a relatar itens relacionados à segurança, como problemas de pneus, freios macios e lâminas de limpadoras usadas. Se eles percebem que o veículo tem um áspero ou desajeite, eles devem alertar o departamento de manutenção imediatamente. Quanto mais rápido o problema é abordado, menor o custo e a probabilidade de colapso completo. Quaisquer questões como rachaduras do pára-brisa ou danos no corpo também devem ser endereçadas.

Considere a integração de um aplicativo móvel que pode ser usado em um telefone inteligente para relatar problemas observados pelo driver facilmente. Os gerentes de frotas que usam um sistema podem melhorar a poupança, implementando horários de manutenção preventiva.

Considerações-chave ao fazer uma checklist de manutenção de caminhão

Não há uma solução de tamanho único para criar listas de verificação PM para sua frota. Ao montar suas listas, considere os seguintes fatores.

1. Checklist de manutenção preventiva da frota

Primeiro de tudo, considere suas metas de manutenção em relação à sua frota. o que esperas conseguir? Algumas empresas estão focadas na redução dos custos de manutenção, enquanto outros são mais voltados para melhorar a confiabilidade e a eficiência de combustível. Alguns estão focados em ambos.

Embora qualquer plano de manutenção preventiva possa atingir um dos objetivos acima, ainda é importante definir o que você deseja realizar para melhor focar suas tarefas de manutenção preventiva. Sem esse foco, é fácil gastar tempo em itens de lista de verificação que não conseguem nada.

2. Causas do tempo de inatividade dos veículos da frota

Com um objetivo em mente, é importante perceber que o tempo de inatividade do veículo da frota quase certamente conseguirá a maneira de alcançá-lo. Por exemplo, se o seu objetivo é manter os custos mínimos, o custo médio de tempo de inatividade por veículo por dia definitivamente fará definitivamente o tempo de inatividade não planejado que vale a pena prevenir.

Esta área é onde os dados de desempenho do veículo de rastreamento são verdadeiramente importantes, pois ajudará você a descobrir as possíveis causas do tempo de inatividade não planejado da sua frota. Depois de saber o que coloca seus veículos fora de serviço para reparos, melhor você pode planejar as tarefas de manutenção preventiva para combater essas causas.

3. Tipos de veículos

Os tipos de veículos que você mantém muitas vezes impactam os tipos de tarefas de manutenção que você planeja, assim como sua frequência. Por exemplo, semi-reboques maciços terão necessidades muito diferentes das de carros de frota, uma vez que têm usos diferentes e envolvem diferentes componentes (como um reboque e engates em uma semi). Diferentes marcas e modelos podem ter diferentes padrões de desgaste, e, portanto, diferentes horários para a manutenção e substituição de componentes individuais.

4. Regulamentos Federais e Estaduais

Muitos aspectos da gestão da frota têm que se adequar aos regulamentos federais e estaduais, e muitas vezes, esses regulamentos determinarão o que você precisa procurar ao inspecionar seu equipamento. Algumas leis até mesmo fazem inspeções regulares obrigatórias para manter os veículos de frota tão seguros, eficientes e ecológicos quanto possível.

Por exemplo, muitas empresas precisam de inspeções e manutenção em veículos de frota em várias áreas na nação para reduzir as emissões, e elas têm várias regras que regem como essas inspeções devem ser realizadas. Realizar inspeções que apoiam essa lei é, portanto, vital para minimizar a responsabilidade e ajudar sua empresa a atingir suas metas de manutenção.

Tarefas de manutenção preventiva de caminhões

Ao considerar as tarefas individuais, você precisará incluir em suas listas de verificação de manutenção da frota, ela ajuda a considerar as habilidades envolvidas na conclusão de cada tarefa.

Algumas empresas são capazes de cobrir tudo internamente, de inspeções simples para diagnósticos complexos. Outros podem não ter tantos recursos à sua disposição, ou suas operações de negócios podem cuidar inteiramente de sua frota, o que significa que é mais difícil justificar manter o pessoal interno à mão para fazer tudo. Nesses casos, podem ser necessários profissionais de terceiros especializados para lidar com algumas das manutenções preventivas que você planejou para sua frota.

Ter as tarefas certas planejadas é uma questão, mas é igualmente importante certificar-se de que suas manutenções preventivas sejam executados quantas vezes são necessários – e não mais que isso. Cerca de uma terceira das tarefas de manutenção são realizadas com muita frequência, por isso, certificando-se de que você tenha os horários corretos podem ajudá-lo a manter os custos baixos.

Assim como é importante manter de manutenção de seus veículos, você também precisa ter certeza de que você execute as tarefas necessárias com frequência suficiente para mantê-las em funcionamento. Você precisará atacar um equilíbrio cuidadoso – fazer com muita frequência e perder tempo e recursos; Não faça isso com frequência, e você coloca seus veículos em risco.

Cada frota e empresa é única, e os locais onde os PMs e inspeções são realizados variam de uma organização para a próxima. Algumas inspeções podem ser realizadas pelo motorista na estrada, enquanto outros são tratados toda vez que um veículo verifica em seu lote. A localização afetará como os PMs são realizados e por quem, e isso deve ser refletido em suas listas de verificação.

Por exemplo, se um profissional precisar executar algumas das tarefas preventivas em sua lista, pode valer a pena incluir aqueles em uma lista separada daqueles que você fará em seu próprio lote. Uma verificação de pista de inspeção pode envolver diferentes tarefas de uma verificação de quintal, como ao manusear o relatório de inspeção do veículo do motoristapara grandes veículos comerciais.

Como fazer uma checklist de manutenção de caminhões?

As listas de verificação ou checklists de manutenção preventivas mais eficazes estão em conformidade com as melhores práticas. As dicas podem ajudá-lo a aproveitar ao máximo as listas de verificação de manutenção da frota.

1. Inclua todos os componentes do veículo em sua lista de verificação de manutenção preventiva

Ao determinar as tarefas, você precisa incluir em suas listas de verificação de manutenção da frota, certifique-se de ter conta para todos os componentes do veículo. Por exemplo, se sua frota consistir em grandes reboques de trator, inclua componentes de ambos os tratores e os trailers na sua lista (em alguns casos, o trailer pode exigir uma lista de verificação separada todas as suas). Faltando uma parte crucial pode deixar seus veículos subestimados e em risco de avarias no futuro.

2. Separe as tarefas necessárias a partir do desnecessário

Enquanto você não quer deixar nada, às vezes certas tarefas não são necessárias e acabará lhe custando mais a longo prazo. Por exemplo, muitas vezes é mais eficiente substituir os pneus em vez de girá-los ou para limitar as tarefas executadas em tune-ups.

3. Determine quem executará cada tarefa

Tão importante quanto as tarefas de executar é a questão de quem deveria fazê-los. Muitas tarefas podem ser tratadas por seus drivers, enquanto outros podem exigir atenção profissional. Sabendo quem fará o que ajudará você a criar listas de verificação de acordo.

Por exemplo, uma lista de verificação no setor de caminhões comerciais seria conduzida diariamente por seus motoristas, enquanto tarefas de manutenção mais complexas podem exigir um técnico dedicado de manutenção. Cada um provavelmente seria melhor servido com uma lista de verificação individual delineando suas tarefas atribuídas.

4. Organize o veículo em manutenção preventiva por tipo e frequência

Diferentes tarefas terão naturalmente seus próprios cronogramas. Pode ajudar a organizar as listas de verificação da frota PM por frequência de tarefas. Por exemplo, tarefas que precisam ser conduzidas diariamente podem ser uma lista, enquanto as tarefas mensais ou anuais teriam as suas próprias.

Além disso, algumas tarefas podem ser feitas em conjunto, como verificar o fluido de óleo e transmissão. Certificando-se que esses itens são agrupados podem economizar tempo e transmitir inspeções de veículos.

5. Criar uma lista de verificação de manutenção preventiva para inspeções de pré-serviço

Na maioria das vezes, pensamos em manutenção preventiva como uma tarefa recorrente realizada durante a vida de cada veículo. No entanto, também é importante inspecionar os veículos quando chegam pela primeira vez em seu lote, sejam novos ou usados.

A criação de uma lista de verificação de pré-serviço pode ajudá-lo a detectar quaisquer anormalidades que possam existir em seus novos veículos e resolvê-los antes de se desenvolverem na estrada. Além disso, isso lhe dará a oportunidade de registrar informações importantes do veículo (fazer e modelar, componentes, números de série, etc.) no início para ajudar a pedir peças de reposição posteriormente.

6. Seja claro, porém conciso com as descrições de tarefas

Quando se trata de escrever suas listas de verificação ou checklist, cada item deve ser organizado em uma ordem lógica e escrita com o máximo de detalhes necessário. A descrição de cada tarefa deve ser clara e completa, mas você também deve mantê-lo conciso também. Afinal, é muito fácil perder detalhes importantes dentro de um grande bloco de texto.

Certificar-se de que suas listas de verificação têm um fluxo lógico e são organizados por local no veículo (e até mesmo rotulá-los como tal) pode ajudar a manter as descrições de itens de lista de verificação curta enquanto ainda cobrem todos os detalhes que você precisa (como o que fazer, como fazer, faça isso, ferramentas necessárias e assim por diante).

Enquanto muitos itens são grampos comuns em listas de verificação de manutenção de frota e caminhão, as melhores listas de verificação de manutenção preventiva para sua frota serão as que você cria. Contanto que você siga as melhores práticas, ouça seus drivers, e leve as necessidades de seus veículos em conta, deve percorrer um longo caminho para tornar sua frota o mais confiável possível.

O que vocês fazem na manutenção de veículos? Como funciona?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário