Uma das principais dúvidas na pesquisa ao comprar um carro, é saber se a manutenção do veículo é cara ou não. Primeiramente precisamos entender o que significa um carro com manutenção cara.

Se você compra um carro “popular” (Uno, Palio, Gol, Celta, Fiesta… etc), é de se esperar que os custos de manutenção destes veículos sejam similares e também os mais baixos dentre outros carros do mercado. O mesmo vale para qualquer outra categoria de veículos. Mas como realmente saber se o custo de manutenção do veículo que você quer comprar vai caber no seu orçamento? Algumas dicas podem lhe ajudar nesta tarefa.

Converse com mecânicos

Todas as vezes que tiver que ir a oficinas, separe um tempo para ter uma conversa com os mecânicos. Caso não seja possível conversar com eles,  converse com os clientes. Geralmente, eles estarão muito bem informados sobre os custos de manutenção do carro que estiverem naquele momento levando à oficina, ou dos carros que estão frequentemente nas oficinas. Conversas assim acabam por se revelar muito importantes ao se decidir por um novo carro.

Pesquise os carros mais vendidos do ano

Acompanhe a lista de carros mais vendidos a cada mês ou a cada ano. Os carros de uma determinada categoria, quando vendem muito pouco, acabam por ter menos fornecedores de peças, o que eleva o preço médio destas. E também, são os carros populares que tem mais opções de peças paralelas, desde as opções de má qualidade até as de qualidade melhor que as originais.

Pesquisa antes de fazer a compra de um carro

Antes de comprar um carro, para não ser surpreendido, compare os custos de manutenção. Assim, você garante mais dinheiro no seu bolso e menos dores de cabeça. (Foto: edmunds.com)

Preço do kit básico de peças

Ligue para autopeças e pergunte os preços das peças que são mais frequentemente trocadas, tais como kit de velas, bateria, rodas, pastilhas de freio, filtro de ar e de óleo e por aí vai. Já fiz isto várias vezes e fiquei surpreso com a enorme diferença. Faça uma planilha com os valores encontrados e some tudo no final.

Converse com proprietários do veículo

Se possível, antes de comprar um carro, converse com alguém que já teve o modelo e tire suas próprias conclusões. Ou procure um clube do seu carro pela internet ou na sua cidade. Esse pessoal conhece muitos detalhes do veículo que podem te ajudar muito na decisão

Revistas e blogs especializados

Leia revistas especializadas que em geral trazem uma pontuação relativa ao custo de manutenção dos veículos. O único inconveniente de tais tabelas é que elas costumam ser muito gerais, não mostrando as variações regionais dos preços das peças, ou mostrando apenas os preços de grandes capitais.

Considerações finais

Com as dicas acima é possível saber com grande margem de segurança qual carro tem a manutenção mais em conta. Observe também que a manutenção é em geral compatível com o preço do automóvel. Se um carro custa 30 mil e outro custa 60 mil, certamente as peças do segundo serão mais caras que do primeiro. Não se iluda: se um carro que era caro quando foi lançado, terá a manutenção mais cara por muitos anos, mesmo depois que este carro já estiver velho e tiver saído de linha. Isto inclusive é um agravante, pois quando começam a faltar peças no mercado, a lei da oferta e da procura tende a tornar ainda mais pesado o custo de manutenção que já era alto. E carros que precisam apenas da manutenção básica, como os carros japoneses e sul-coreanos, mesmo mais caros, podem ter um custo de manutenção mais em conta por precisar de menos manutenção. Escolha bem, principalmente se você pretende ficar com o veículo por mais tempo.

Como você escolhe seu carro? Você leva em consideração o preço da manutenção e das peças básicas?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)