Os spoilers são muitas vezes confundidos com aerofólios, e os termos são frequentemente usados em de forma intercambiável e incorretamente. Qual a diferença entre um spoiler e um aerofólio? É essa dúvida que vamos tentar esclarecer em detalhes.

Spoiler de carros: o que é?

Um spoiler é um dispositivo aerodinâmico automotivo cuja função de design pretendida é atrapalhar o movimento de ar desfavorável em um corpo de um veículo em movimento. Os spoilers na frente de um veículo são frequentemente chamados de barragens de ar ou difusores de ar porque além de direcionar o fluxo de ar, eles também reduzem a quantidade de ar que flui por baixo do veículo, o que reduz a elevação aerodinâmica.

Os spoilers são frequentemente equipados em carros esportivos de corrida e alto desempenho, embora tenham se tornado comuns em veículos de passageiros também. Alguns spoilers são adicionados aos carros principalmente para fins de estilo e tem pouco benefício aerodinâmico ou mesmo podem chegar a piorar a aerodinâmica. O objetivo principal do projeto de um spoiler em veículos de passageiros é reduzir o arrasto e aumentar a eficiência do combustível.

Enquanto muitas vezes imitam os aerofólios, esse design serve principalmente para fins decorativos. Os veículos de passageiros podem ser equipados com spoilers dianteiros e traseiros. Os spoilers dianteiros, ou difusores encontrados abaixo do pára-choques são usados ​​principalmente para direcionar o fluxo de ar para longe dos pneus e para a parte inferior do corpo onde o coeficiente de arrasto é menor. Os spoilers traseiros modificam a transição de forma entre o teto, a parte traseira, a mala e a retaguarda, atuando para minimizar a turbulência na parte traseira do veículo.

Diferença entre spoiler e aerofólio

Seja um spoiler ou aerofólio, você deve fazer a escolha certa para seu projeto de modificação no veículo não sair errado. (Foto: Amazon.com)

Fabricação dos spoilers

Os spoilers geralmente são feitos dos seguintes materiais:

Plástico ABS

A maioria dos fabricantes de equipamentos originais criam spoilers produzidos por moldagem de plástico ABS com várias misturas, que trazem plasticidade a este material barato, mas frágil. A fragilidade é a principal desvantagem do plástico, que aumenta com a idade do produto e é causada pela evaporação de fenóis voláteis.

Fibra de vidro

Usado na produção de peças de automóveis devido ao baixo custo do processo de fabricação. Os spoilers de fibra de vidro consistem em enchimento de fibra de vidro preso com um tipo de cola sintética. A fibra de vidro é suficientemente durável e viável, mas tornou-se não lucrativa para a produção em grande escala.

Silicone

Mais recentemente, muitos fabricantes de acessórios de automóveis estão usando polímeros orgânicos de silício. O principal benefício deste material é a sua plasticidade fenomenal. O silício possui características térmicas extra altas e proporciona uma vida útil mais longa do produto.

Carbono

Fibra de vidro à base de fibra de carbono é o material mais novo no mercado automotivo. O carbono é leve, durável, mas também um material muito caro. Ao contrário da fibra de vidro comum, a solidificação da cola ocorre em uma câmara de pressão usando altas temperaturas. Devido à grande quantidade de resíduos durante o processo de fabricação, os produtores em larga escala não podem usar amplamente a fibra de carbono na produção de peças de automóveis atualmente.

Aerofólio: o que é?

Um aerofólio é um dispositivo aerodinâmico destinado a aumentar o arrasto, gerar força em um automóvel ou fornecer “estética”. O ângulo do aerofólio em alguns carros pode ser ajustado para aumentar a força descendente sobre as rodas traseiras, mas tem o resultado duplo de aumentar o arrasto. A praticidade dos aerofólios em diferentes unidades de tração é um tema debatido devido ao segredo dos detalhes da física, mas os princípios básicos são bem conhecidos.

Aerofólios tem uma aplicação em qualquer tipo de unidade de tração, dependendo do objetivo. Qualquer carro que possa ser feito para sobresterçar, incluindo carros com tração dianteira, pode se beneficiar da adição de aerofólios. Nos carros de tração nas rodas traseiras, este aumento de arrasto pode aumentar a velocidade nas curvas, mas a um custo para a velocidade máxima, exigindo afinação para diferentes condições. Esta força para baixo ajuda as rodas motrizes a manter a tração nas curvas de alta velocidade. O efeito geral equilibra o manuseio do carro, diminuindo a tendência do carro para sair do controle. Uma tendência recente é adicionar um aerofólio na parte traseira de carros esportivos e de passageiros modificados, incluindo veículos com tração dianteira.

Ficou alguma dúvida sobre as diferenças? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos respondê-las!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)