Os componentes de uma janela elétrica permitem que os ocupantes de um veículo levantem e abaixem as janelas, conforme necessário, sem usar manivelas de acionamento. A maioria dos carros hoje tem janelas elétricas permitindo que os ocupantes levantem e baixem os vidros usando um interruptor. Estes podem tornar-se desgastados e ficarem danificados ao longo do tempo, sendo necessária uma manutenção ou substituição dos componentes. Mesmo se tudo estiver certo com suas janelas, é bom saber também o que inspecionar para evitar problemas no futuro.

Um aviso: sempre prefira levar seu veículo para um especialista consertar. Não nos responsabilizamos por qualquer dano que seu veículo possa sofrer pelas sugestões aqui dadas. Faça por sua conta e risco, e apenas se você confiar no que está fazendo.

Vidro elétrico parou de funcionar, não sobe nem desce: o que pode ser?

Primeiro passo para diagnóstico: todas as janelas não funcionam ou apenas uma apresenta defeito? Se você não pode mover qualquer das janelas, o primeiro lugar para olhar é o fusível. Os reguladores de janelas são dispositivos de alta corrente e o fusível é dimensionado para ser capaz de abrir as quatro janelas juntas. Idade e algumas canaletas de janela pegajosos podem resultar em um fusível queimado. Gire a chave para a posição de partida, mas não inicie o carro.

Se o fusível estiver queimado, pressionar o botão da janela não fará absolutamente nada: o motor não faz barulho e o vidro não se move. Se o fusível é bom e você pode ouvir o motor, ou o vidro age como ele quer se mover, então você tem algum tipo de problema mecânico. Se não, verifique o fusível. Se a caixa de fusíveis não estiver rotulada, consulte o manual do proprietário para ver qual fusível é o culpado. Não vá arrancar fusíveis procurando um defeituoso, ou você pode interromper a energia para a Central de Injeção, causando problemas para o veículo, ou outros problemas com componentes eletrônicos.

Se o fusível estiver ok, mas a janela ainda não se move, novamente verifique se todas as janelas não conseguem ser movidas ou se é apenas uma? Se for apenas uma, você ainda pode ter uma oportunidade para pesquisar dentro da porta. Se são todas as quatro, talvez seja algo mais simples que você possa solucionar por baixo do painel do veículo.

Neste ponto, se você reduziu a falha a algum problema elétrico que não é tão simples quanto um fusível queimado, você precisa pesquisar pelo esquema do sistema elétrico do seu carro e usar um voltímetro ou luz de teste de 12 v. Tudo o que é necessário agora é começar no painel de fusíveis e seguir a fiação para o interruptor, e de lá mover para o motor do vidro elétrico, testando ao longo do caminho para 12 volts. Em algum lugar, você encontrará um conector solto ou corroído interrompendo a tensão para o motor. Ou, o próprio interruptor pode estar com defeito. Se o interruptor da porta do condutor não abrir a porta traseira direita, mas o interruptor na porta o fizer, procure um interruptor ruim na porta do condutor ou uma falha na fiação.

Como diagnosticar problemas no vidro elétrico

Uma janela elétrica no veículo que não funciona pode ser algo tão simples quanto um interruptor defeituoso. É bom fazer um diagnóstico correto para evitar problemas. (Foto: Ace Glass)

Como baixar e como subir o vidro elétrico manualmente?

Deixe a porta aberta, mas estável. Isso significa não mover a porta demais. Preferencialmente, faça isso com alguém de ajudando. Pressione a trava externa da porta contra você (a a lateral da porta, que “encaixa” no carro). Pegue o vidro entre as palmas da sua mão, sendo uma palma no interior do veículo e outra no exterior. Pressione firmemente, controlando a força para evitar danos ao vidro. Mova as mãos para baixo ou para cima para mover o vidro. Se baixando o vidro, sempre deixe uma pequena parte exposta para poder levantar o vidro novamente. Vá reposicionando as mãos enquanto movimenta o vidro, até deixá-lo na posição desejada.

Se o vidro travou dentro da porta e nenhuma parte está exposta, o trabalho de levantá-lo manualmente é um pouco mais complexo. Você precisará remover o painel da porta do seu veículo, que geralmente está fixado por pressão, bastando puxar em pontos específicos. Pesquise vídeos e manuais de serviço para saber como fazer isso no seu modelo de veículo. Depois, você precisa desligar o motor da janela. Mas já tenha em mãos dois pequenos calços de madeira para dar suporte às elas. Alguns modelos de motores tem uma alavanca especial ou ferramenta para subir as janelas manualmente. Use-as ao invés de desligá-los, se for possível. Desligue o motor e coloque os calços nas janelas, segurando-as na posição que você deseja. Conecte a janela de volta a guia do motor e recoloque o painel da porta no veículo.

O que passar nas canaletas dos vidros? Silicone em spray para vidro elétrico?

Para fazer a manutenção da lubrificação dos vidros, use produtos apropriados para tal. Para lubrificar a canela e os motores, você precisará de graxa branca e lubrificante em spray. remova o painel da porta, passe um jato de ar no local para remover partículas de poeira, e aí sim, aplique a graxa e o silicone em spray, como manda a fabricante no manual de serviços do seu veículo. Cuidado para esses componentes não pegarem em componentes elétricos dos vidros. Não aplique grafite nos vidros elétricos, pois ele pode se tornar abrasivo e danificar os motores e componentes elétricos do vidro.

Conserto de vidro elétrico: preço

Um conserto simples custa entre 10% e 20% do salário mínimo vigente. Se há a necessidade da troca de motores ou outros componentes que acionam o vidro elétrico, os custos podem chegar a 50% do salário mínimo, o que não é tão caro para uma peça que dificilmente estraga.

Dicas para estender a vida de seu vidro elétrico

Assim que a janela estiver totalmente para cima ou para baixo, solte o botão do vidro elétrico, pois mantê-lo pressionado pode colocar enorme tensão sobre o motor e os componentes do regulador.

Usando produtos de cuidado para borracha ou spray de silicone, pode evitar que os selos de borracha dos vidros fiquem duros e sequem. Isso permitirá que a janela vá para cima e para baixo livremente.

Se você já passou por todos os testes e verificações acima e precisa substituir o seu regulador de janela ou motor, há vários guias que te ensinam a fazê-lo sozinho, se não quer gastar com mão de obra. Faça por sua conta e risco, e lembre-se de procurar o vídeo ou manual de serviços do seu modelo específico do veículo.

Ficou alguma dúvida? Algo que você queira saber sobre vidros elétricos? Deixe nos comentários suas perguntas, e estaremos aqui para ajudá-los no que for preciso!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)