Aditivos e tratamentos para óleo tem sido objeto de grande controvérsia por muitos anos. Apesar das alegações dos fabricantes de que esses produtos podem fazer milagres para o seu carro, muitos especialistas acreditam que a propaganda é amplamente infundada. A maioria dos aditivos afirmam prolongar a vida útil do motor do seu carro e melhorar o consumo de combustível, mas, infelizmente, a pesquisa científica tem sido de pouca ajuda para fundamentar ou desmascarar essas alegações. Em última análise, a decisão de usar um aditivo ou não deve depender de vários fatores, incluindo a idade e condição do seu carro.

Aditivo para óleo do motor: o que você precisa saber

Todos os aditivos e tratamentos pós-venda são anunciados para ajudar a reduzir o desgaste do motor, diminuir a temperatura de operação do motor, estender a vida útil do óleo e melhorar a economia de combustível. Outros são projetados especificamente para reduzir vazamentos de óleo e corrosão, reduzir emissões ou parar com a fumaça do escapamento. Ao longo dos anos, processos governamentais e denúncias da mídia ajudaram a reduzir algumas das falsas alegações. No entanto, muitos fabricantes de tratamento de óleo continuam a exaltar as supostas virtudes de seus produtos sem pesquisas imparciais para sustentar suas alegações. Felizmente, alguns fatos importantes finalmente começaram a surgir através de pesquisas.

O aditivo, primeiramente, é uma substância química que um fabricante pode formular para uma certa finalidade. Os óleos e combustíveis já vem com alguns aditivos inclusos. Os aditivos “extras” que você adiciona pelos produtos à venda no mercado complementariam os aditivos já presentes no óleo, aumentando ainda mais a proteção que você dá ao motor do veículo.

Como usar aditivo para óleo de motor?

Usar o aditivo é fácil. Todos eles vem com alguma recomendação da fabricante, inclusive a quantidade certa do produto que deve ser utilizada. A melhor hora de acrescentar o produto para seu óleo é logo após a troca completa do óleo e do filtro. Evite fazer o acréscimo do aditivo quando o óleo está velho ou se você já está rodando há mais de 1000 km com o óleo. É melhor usar o aditivo junto com óleo novo para maior eficiência.

Desgaste do motor

Um motor com aditivo no óleo pode ficar mais protegido contra o desgaste e atrito entre as peças. (Foto: Nitro 9)

Aditivo para óleo de motor funciona?

Pesquisas descobriram o que já era suspeito, que o aditivo ZDDP (dialquilditiofosfato de zinco) realmente reduz o desgaste do motor. Infelizmente, também aumenta o atrito e pode degradar a vida útil dos conversores catalíticos. Além disso, não funciona para motores feitos de qualquer material que não seja aço. Um estudo similar demonstrou o benefício de minúsculas esferas de carbono (100-500 nanômetros de diâmetro). Essas nanoesferas, quando adicionadas ao óleo do motor, reduziram o desgaste e aumentaram a economia de combustível em 10% a 25% sem afetar a viscosidade do óleo do motor. Infelizmente, a tecnologia ainda não está suficientemente desenvolvida para que os nanolubrificantes estejam comercialmente disponíveis.

Outros aditivos se mostraram eficientes em testes anedóticos, ou seja, testes realizados com pouco ou nenhum rigor científico para comprovar a eficiência dos produtos. Porém, eles não deixam de mostrar o potencial dos aditivos para o óleo do motor. O vídeo abaixo é um exemplo da boa performance desses aditivos:

Você deve usar um aditivo de óleo no seu veículo?

A maioria dos óleos de motor disponíveis comercialmente contém aditivos de algum tipo. Os aditivos extras, apesar de suas alegações de marketing, geralmente não foram cientificamente comprovados para fornecer qualquer benefício real. Os aditivos nanolubrificantes podem fornecer benefícios significativos quando ou se esses produtos chegarem ao mercado comercial.

Por enquanto, você receberá os melhores resultados usando o tipo de óleo que atende ou excede as especificações do fabricante para o seu motor, independentemente da marca, e mantendo rigorosamente o cronograma de troca de óleo e filtro. Se seu veículo tem alta quilometragem ou vazamentos de óleo, você pode obter benefícios de aditivos de óleo de pós-venda direcionados para o seu problema específico; no entanto, esses geralmente não devem ser usados ​​se você usar um óleo sintético em seu carro.

Ficou alguma dúvida? Deixem suas perguntas nos comentários abaixo e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)