Os vários tipos de óleo de motor no mercado são projetados para finalidades diferentes. Para escolher o tipo adequado de óleo para o seu veículo, você precisa entender a importância dos aditivos de óleo, classificações de viscosidade e códigos de classificação do óleo. É relativamente simples

Tabela de lubrificantes automotivos: aditivos para óleo do motor

Para ajudar o óleo a manter o seu motor fresco, limpo e sem corrosão, as fabricantes misturam vários aditivos, ao óleo do motor. Tais aditivos pode representar até 25% do custo do óleo e não prover, necessariamente de origem mineral. Esses aditivos tem várias funções: facilitar a aderência do óleo às partes metálicas, neutralizar detritos do motor, entre outros fatores.

Tabela óleo lubrificante automotivo: classificação de viscosidade

O óleo é classificado e identificado pela sua viscosidade, o que determina a sua capacidade de fluidez. Existem dois tipos de óleo no mercado, de acordo com a viscosidade: óleo de viscosidade única e óleo multiviscosidade. Quase todos os veículos são projetados para funcionar com óleo multiviscosidade. Quanto menor o número, mais fino o óleo e mais facilmente ele pode fluir. Com o óleo 10W40, por exemplo, os dois números diferentes significam que este é um óleo multiviscosidade. O 10W é um índice que se refere a como o óleo flui a baixas temperaturas (o W significa Winter, de inverno); 40 refere-se a como o óleo flui a altas temperaturas. Para descobrir qual viscosidade escolher para o seu veículo, procure no manual do seu veículo qual o óleo que você tem que usar no motor.

Importância do óleo certo do motor

Escolher um óleo para o motor não é uma tarefa tão fácil, mas escolhendo o tipo certo, você pode prolongar a vida útil do seu motor. (Foto: Reader’s Digest)

Códigos de classificação de óleo e classificação API

Todos os óleos recebem um selo, que significa que ele atende aos padrões de proteção de motores e requisitos de economia de combustível do Comitê Internacional de Normalização e Aprovação de Lubrificantes (ILSAC), que é um esforço conjunto de fabricantes de automóveis dos EUA e dos japoneses.

Uma das classificações possíveis para o óleo do motor além da classificação SAE é a classificação promovida pelo American Petroleum Institute (API). O programa certifica que o óleo de motor atende a certos padrões de qualidade e desempenho. A classificação de serviço é mostrada no rótulo do produto. Os óleos de motor com uma Classificação de Serviço da API SA foram formulados para uso em carros construídos antes de 1930, e agora estão obsoletos. Depois, vieram os óleos SB, SC, SD, SE, SF, SG, SH, SJ, SL, SM, SN, e por aí vai. As classificações mais recentes substituem as mais antigas, sendo retrocompatíveis, isto é, você não só pode como deve substituir as versões antigas pela versão mais recente.

Funcionamento dos óleos em diferentes faixas de temperatura

Na tabela, você pode ver a faixa de temperatura onde cada tipo de óleo funciona. (Foto: www.rotasdaliberdade.com.br)

Entenda o óleo sintético

Alguns afirmam que os óleos sintéticos permitem intervalos mais longos entre mudanças de óleo, resultando em menos desgaste nas peças do motor e operando a altas temperaturas. Ainda é muito cedo para dizer que o óleo sintético é necessariamente melhor do que o óleo mineral. Mais ecológico o óleo sintético é.

Como escolher o óleo certo para seu motor?

Para escolher o óleo certo para o seu veículo, o melhor método se baseia em responder a algumas perguntas simples:

Que tipo de óleo você tem usado? Se seu veículo está funcionando bem, não há muitos vazamentos, e as peças apresentam desgaste normal, não há nenhuma razão mudar marcas.

Que tipo de óleo o manual do veículo recomenda? Se o seu veículo ainda estiver na garantia, usar um óleo diferente do recomendado pode invalidar a garantia de um veículo novo.

Você vive em um clima muito frio ou muito quente? É uma região montanhosa? Há mudanças bruscas de temperatura onde você mora? Óleos multiviscosidade cobrem uma gama de temperaturas maior. Quanto menor o número antes do “W”, melhor o óleo funciona em tempo frio. Mas também, quando esse número é menor, o intervalo ideal de funcionamento é menor.

Qual a idade do seu veículo? Se você tem um veículo antigo que usou apenas um tipo de óleo durante toda sua vida útil, principalmente no caso de óleo de viscosidade única, vai formar um pouco de borra do motor, porque alguns óleos de viscosidade única não tem aditivos. Será necessário fazer um flush do óleo do motor para substituir por um óleo novo, ou você vai terminar com um motor danificado.

Quão desgastado está o motor do seu veículo? Se o seu veículo já registou uma grande quilometragem ao longo de vários anos e tem rodado com um óleo de viscosidade única, o óleo multiviscosidade não é consistentemente espesso o suficiente para lubrificar as peças do motor desgastadas e que se tornaram menores enquanto estavam se desgastando, deixando espaços maiores entre eles. Para manter o óleo espesso o suficiente para preencher essas lacunas, a recomendação geral dos mecânicos é mudar para um óleo mais pesado de viscosidade única quando o veículo começar a funcionar erraticamente ou começa a queimar o óleo mais rapidamente. Se você estiver rodando com um óleo com viscosidade 30, mude para a viscosidade 40 pelo menos durante o verão, quando o óleo tende a queimar mais e reduzir a quantidade no motor.

Tabela do óleo do motor

Com a tabela de temperaturas do óleo do motor, você tem uma informação que facilita o trabalho na escolha do óleo. Sabendo a idade do motor e se ele está queimando ou vazando óleo, você poderá descobrir qual o óleo ideal para o motor do seu veículo. A condição para fazer a troca do óleo por outro é de acordo com a recomendação do seu mecânico. Antes da troca, é ideal fazer um flush completo do sistema de lubrificação. Troque o filtro do óleo e e complemente a lubrificação com um protetor das peças metálicas do motor. Esse conficionador é excelente, criando uma película sobre as peças metálicas para reduzir o atrito e o desgaste das peças.

Como você escolhe o óleo para seu motor? O que você ainda tem de dúvidas quanto ao óleo?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)