Antes de qualquer modificação ou manutenção em uma motocicleta, é sempre recomendado que você consulte o manual do proprietário para obter especificações, dicas e programas de manutenção regulares. Você não pode deixar nada passar antes de querer tunar, personalizar sua moto e assim, mudar o desempenho da mesma. Ao sair das especificações de fábrica, além de sair da garantia original, você pode estar forçando demais sua motocicleta e acabar danificando alguma parte dela. Por isso, vá com cuidado e saiba bem o que está fazendo antes de começar. Não se esqueça: o tipo de moto é o item que mais vai limitar até onde você pode ir com seu tuning.

Pneus e Rodas

Na hora de tunar os pneus, você pode optar por LEDs, mudança do diâmetro das rodas, cores diferentes para os aros e muito mais. Alguns projetos de tuning irão precisar de um  grande conhecimento de engenharia porque quando você sai do projeto original, você está modificando todo um projeto aerodinâmico, mecânico e elétrico para o perfeito funcionamento de um veículo. E você não poderá esquecer da segurança importante que o pneu proporcionar a um motociclista. Você precisa saber escolher um pneu com boa aderência e estabilidade de direção, além de saber escolher o pneu certo para o tipo de terreno onde você mais vai andar.

Tuning de motos

Com mais conhecimento de mecânica e engenharia, é possível até modificações mais extremas, como esta da foto. (Foto: www.tobefast.com)

Controles

Reveja as manetes para se certificar de que elas ainda estão lubrificadas, ajustados e devidamente equipado. Elas não devem estar quebradas, dobradas, ou rachada. Inspecione os cabos para se certificar de que eles não estão desgastados, enferrujados ou dobrados em ângulos agudos. Além disso, teste para se certificar de cabos da sua moto, em nenhum momento, interferem com sua habilidade para dirigir. Isso pode ser verificado acelerando a moto e girando o guidão, verificando se os cabos podem se movimentar livres. Verifique os tubos para cortes, rachaduras, vazamentos, protuberâncias, atritos ou deterioração. Cabos, mangueiras não devem interferir com a sua direção ou suspensão, e não devem ser dobrados em ângulos agudos. Teste que o acelerador se move livremente, não agarra quando utilizado. Principalmente depois de fazer modificações do tipo Chopper, já que você terá de estender o guidão e também os cabos.

Luzes

Verifique a bateria para garantir que os terminais estão limpos e apertados. Verifique se ela está devidamente carregada. Verifique o tubo de ventilação para confirmar que não está dobrado ou entupido, e está direcionado corretamente. Caso você queira instalar uma luz mais forte ou outras peças que requeiram eletricidade, é necessário fazer um cálculo para ver se a bateria aguenta ou se será necessário uma mudança para uma bateria mais forte. Isso vale para lanternas LED, Xenon, som e outros. É comum aumentar a potência da bateria no tuning ou arrumar uma bateria exclusiva para os itens extras. Verifique as lentes dos faróis para se certificar que não estão rachadas ou quebradas, se encontram devidamente instalados e não tem condensação excessiva por dentro. A condensação é o sinal de um selo quebrado, que podem precisar de substituição. Água e eletricidade não se misturam e condensação resulta em má iluminação. Teste o funcionamento do farol alto e do farol baixo. Teste a lâmpada traseira e luzes de freio para se certificar de que eles trabalham quando deveriam e não estão rachados. Teste ambas setas, verificando também se o tempo de resposta delas é rápido o suficiente.

Óleo e outros fluidos

Verifique os níveis e a qualidade do óleo do motor, óleo das engrenagens, eixo de transmissão, fluído hidráulico, refrigeração e combustível. Substitua todo os fluidos necessários. Verifique se há vazamentos desses fluidos mesmos. Não troque o fluido por um que, na teoria, melhoraria o desempenho de sua motocicleta. Use apenas o que estiver no manual. A única coisa a mais que você poderá usar é um desengripante, para proteger algumas peças de sua motocicleta da ferrugem. Nada de modificações aqui: use o óleo recomendado pelo fabricante na quantidade certa.

Tuning de motos

O importante é deixar o veículo com sua cara e sua personalidade no tuning. (Foto: recherche.autoplus.fr)

Chassi

Reveja a condição do quadro, olhando para a pintura, rachaduras, ou saliências. Verifique se os garfos dianteiros e amortecedores traseiros estão ajustados corretamente. Verifique a tensão da correia ou corrente. Lubrifique a corrente frequentemente, enquanto inspeciona os dentes da relação, confirmando que eles não estão tortos e estão devidamente montado. Tome cuidado, pois muitos motociclistas mudam a relação para um maior desempenho e acabam forçando demais o motor, danificando-o.

O que é importante aqui é o projeto todo. Mudanças bruscas no chassi deixarão claro se sua moto precisará de mais torque ou mais potência, influenciando assim na escolha da relação e também no peso que o motor conseguirá carregar. Um chassi e carenagens muito pesados precisarão de uma moto mais potente.

Suportes

Para ambos os cavaletes, central e lateral, verifique se eles não estão rachados ou dobrados, além de possuírem uma angulação certa entre a moto e o chão. Também tem a tensão necessária para manter a moto na posição. O seu encosto, se você tem um, deve ser adequadamente protegido e pronto para o seu passageiro. Reforce o cavalete ou use um de uma moto mais e mais pesada caso tenha adicionado muito peso a moto durante o tuning.

Melhorando o desempenho da motocicleta: tuning

No original em inglês, tuning significa algo como “sintonizar, afinar” algo. No caso de motocicletas, ao fazer as coisas acima vão garantir o melhor desempenho possível para motocicleta, sem prejudicar a moto com mudanças muito drásticas. Adesivos e pinturas diferentes, por si só, não são tuning. Você poderá personalizar com mais coisas, tais como luzes, pinturas diferenciadas, materiais diferentes em algumas partes da moto. Mas cada uma dessas mudanças deve ser pensada usando as instruções acima. Nada pode prejudicar a ciclística da motocicleta. É comum algumas pessoas comprarem carenagens para dar um visual “esportivo” para suas motocicletas. Porém, eles esquecem que o resfriamento dos motores dessas motos é feito com o contato com o ar e a carenagem prejudica o resfriamento do óleo e pode danificar o motor. Assim sendo, pense bem antes de mudar alguma coisa e acabar com sua motocicleta no processo.

Quando tiver um projeto de tuning em mente, converse com mecânicos e engenheiros antes de qualquer modificação, além de uma vasta pesquisa pela internet, garantindo que as mudanças não serão radicais a ponto de inutilizar sua motocicleta.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)