Quase todo mundo já teve a experiência de entrar no carro e girar a chave, apenas para descobrir que as luzes ficaram ligadas, a bateria está morta e o carro não. Se você tem acesso a cabos de ligação, você pode usá-los para extrair energia da bateria de outro carro. Se você não tem cabos ou não há outros carros ao redor, você ainda pode ser capaz de iniciar o seu carro, especialmente se você está perto do topo de um plano inclinado e há uma ou duas pessoas fortes para ajudá-lo. Você pode até fazer isso se o veículo tem uma transmissão automática.

Como fazer carros com transmissão manual pegar no tranco?

Ponha o carro em ponto morto e solte o freio de mão. Empurre o carro para o início de um plano inclinado (ou faça no plano, com a ajuda de algumas pessoas), se houver algum próximo. Se seu carro é pequeno o suficiente, você pode ser capaz de fazer isso sozinho, mas é mais fácil se você obter ajuda para evitar acidentes.

Aponte o carro para baixo na rua inclinada e engate o freio de estacionamento. Sente-se no carro, gire a chave, empurre a embreagem e coloque a transmissão na segunda marcha.

Solte o freio de mão e deixe o carro começar a rodar. Você pode precisar de um pequeno empurrão para começar com isso. Quando o carro chegar a 10 km por hora, solte a embreagem e rapidamente aperte o pedal do acelerador, girando a chave. Tudo tem que ser bem cronometrado. Evite acelerar muito antes ou depois de girar a chave, correndo o risco de afogar o carro. Assim que o motor rodar, empurre a embreagem e pressione os freios. Continue empurrando o pedal do acelerador para acelerar o motor até que você tenha certeza que o motor vai continuar funcionando.

Conduzia o carro por alguns quilômetros para carregar a bateria ou vá até o mecânico mais próximo para ver o que pode ter acontecido.

Fazer carro pegar no tranco

O tranco só deve ser usado emergencialmente e o problema deve ser reparado o mais rápido possível! (Foto: imperialcentrocar.com)

Como fazer carros com transmissão automática pegar no tranco?

Coloque o carro em ponto morto vá até o topo de um declive. Acione o freio de mão. Coloque a transmissão em segunda marcha e solte o freio de mão. Quando o carro chegar a 10 km por hora, tente ligar o carro girando a chave. Assim que iniciado, pressione o freio e acelere. Deixe a chave na posição ligada e continue pressionando o acelerador enquanto o carro está rolando, se ele não iniciar pela primeira vez. Conduza o carro por alguns quilômetros para carregar a bateria quando você colocar o motor em funcionamento ou leve ele até um mecânico mais próximo para verificar o que pode ter acontecido.

É prejudicial ao veículo pegar no tranco?

Especialistas em mecânica e mesmo leigos sabem que quando um carro não pega de primeira e precise de qualquer esforço do motorista, alguma coisa está errada. A prática de “pegar no tranco” serve apenas como emergencial e só para um uso, sendo necessário o reparo imediato do problema antes de seguir viagem.

Ao fazer um carro funcionar desta forma, você estará forçando a correia dentada, a cremalheiras, as engrenagens da transmissão e outros itens sofrerem um impacto para o qual não foram preparados. Em carros com injeção eletrônica, como o sistema depende da eletricidade, você pode estar mascarando um problema maior ao fazer o veículo pegar no tranco. Portanto, fazer isso deve ser uma última opção e apenas emergencial.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)