Então você está fazendo o dever de casa afim de se decidir se você deve ou não comprar um carro clássico ou de colecionador. Você conferiu o nome, a história do carro, possíveis restaurações e informações sobre preços. Você já leu todos os livros, já fez ou pensa em fazer um test drive e deu uma checada no motor.

Aí chega aquele amigo positivo que diz: “carro antigo é dor de cabeça”. Ele se justifica de várias formas e você até começa a ceder. Mas antes de ceder, há alguns aspectos importantes de possuir um carro clássico que você deve considerar antes da compra que ninguém será capaz de falar e estes sim, são os maiores diferenciais no valor adicionado ao carro antigo.

Os vizinhos

Você vai conhecer todos os seus vizinho . Você pode estar vivendo ao lado de uma mesma pessoa por 20 anos e nunca vê-los até que você trazer o seu clássico para um bom banho na calçado. Esteja preparado para alguns conselhos não solicitados sobre cuidados e melhorias do motor também, além de muitas histórias sobre como seu vizinho sequestrou o carro do pai dele para fugir com uma namorada na adolescência.

O apelo para as multidões

Fazer suas tarefas do dia a dia vão levar o dobro do tempo. Planeje um extra de 10 minutos para chegar até a loja enquanto responde a uma série de perguntas de colegas compradores que viram você estacionar. Mas deixar o estacionamento terá um extra de 30 minutos por causa da multidão de pessoas em pé em torno de seu orgulho e alegria.

Motoristas curiosos

Você vai ver os carros em seu espelho retrovisor sendo conduzidos freneticamente só para chegar ao seu lado e dar aquela checada, mantendo -se o tráfego. Mantenha-se atento para a sua janela enquanto eles perguntam de que ano é o seu carro ou que tipo de carro é que. Tenha muito cuidado com esses admiradores , porque eles não estão prestando atenção na estrada.

Carros clássicos com personalidade

Você pode optar comprar um 0 km, igual ao que seu vizinho e quase todos seus amigos tem. Ou pode investir em personalidade e ter um destes lindos modelos em sua propriedade. (Foto: gearheads.org)

Novos amigos

Você vai achar que você vai encontrar pelo menos dez novos amigos em qualquer passeio. As pessoas te contarão histórias, querem saber de detalhes do carro, como ele passou pelo tempo, como você o mantém, o quanto ele consome. Cada um vai querer compartilhar ideias e pensamentos que te deixarão feliz e orgulhoso, além de ganhar uma amizade extra. Isso sem falar nos vários encontros que você terá de carros antigos no caminho.

Questões familiares

A família faz você comprar outra televisão para que eles possam assistir BBB e os seriados favoritos, enquanto você assiste o seu carro na garagem. Mas não é apenas o seu entretenimento de televisão que vai mudar. Você vai passar a pesquisar mais sobre carros antigos na internet, vai querer saber detalhes de restaurações já feitas, conhecer uma rede de pessoas que tem acesso a peças com mais facilidade. Tudo isso fará parte de uma prazerosa rotina envolvendo seu carro.

Mudanças de prioridades

Seu dinheiro disponível vai despencar porque você está gastando 50% do seu salário semanal no MercadoLivre, Buscapé e até em sites internacionais, como Amazon e eBay. Eu definitivamente verificaria minhas finanças e as ajustaria em conformidade para colocar este bom hobby.

Além disso, um carro antigo pode sim ser um investimento. Há um mercado crescente de fanáticos por carros antigos no Brasil e que pagam preços de carro 0 km em literalmente, sucata. Tudo apenas para pegar aquele veículo e fazer uma bela restauração. Você vai ver que cada centavo investido no veículo, salva a gasolina que você vai gastar, vai ser valorizado em duas ou até três vezes. E aí é que entra a principal questão de nosso artigo.

Quando comprar carros antigos pode ser um bom negócio?

Carros antigos são um hobby e um investimento de bastante tempo e dedicação. Lógico, você vai se ver questionando várias vezes a compra e até querendo desistir dela várias vezes. Mas o prazer de ter algo único, com personalidade e história não tem preço. É uma paixão que pode e irá se tornar um investimento não apenas financeiro, mas em um estilo de vida do qual não há volta.

Principalmente se você já tem os contatos e preços das reformas em mãos, o seu investimento em um carro antigo pode ser feito durante um período de tempo estendido ao invés de uma vez só. Eu por exemplo estou restaurando minha motocicleta e já são mais de 6 meses investidos em desmontá-la, sem pressa. Já comecei até a pesquisar a importação de motocicletas de outros países para restaurar em breve.

Você terá dores de cabeça? Sim. Mas só para elas passarem após a solução do problema e você poder rodar com seu carro na frente do seu amigo que insistia para você não comprar este seu carro. E lógico, impressionando todos que estiverem em seu caminho.

Um comentário para “Quando comprar carros antigos pode ser um bom negócio?”

  1. Lenita Espindola

    Adorei a matéria. Tenho um Belina 79.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)