Chega uma hora na qual todo proprietário de veículo precisará levar o seu automóvel para realizar algum conserto ou manutenção. Para isso, alguma ou algumas peças precisarão ser trocadas.

E nessa hora é que vem o problema, muitas pessoas se assustam com o preço de peças. E isso acontece muitas vezes porque as pessoas, principalmente os brasileiros, não têm o costume de pesquisar antes de comprar.

Mesmo nas próprias concessionárias e redes autorizadas há diferença de preços entre uma e outra. Algumas marcas são obrigadas a seguir uma tabela de preços mas, outras não.

Outra opção é procurar as peças em lojas de autopeças originais. Muitas vezes você pode conseguir uma peça com até 300% de diferença. Então, pra quê pagar mais caro? Não custa nada pegar o telefone e pesquisar.

No vídeo abaixo podemos ver um exemplo dessa disparidade de preço:

Apesar de sofrerem preconceito, uma outra opção são as peças “genéricas”, não originais. Apesar de algumas serem de qualidade inferior, muitas também possuem qualidade similares às originais sendo que muitas vezes são produzidas pela mesma fabricante.

As montadoras estão brigando na justiça há mais de dois anos pelos direitos de exclusividade na comercialização de peças automotivas. A maioria usa a mesma desculpa para justificar o elevado preço das peças: que as originais são mais seguras e de melhor qualidade.

Já, as fabricantes de autopeças se defendem dizendo que as montadoras abusam dos direitos de propriedade industrial com a intenção de monopolizar o mercado. Com isso, o consumidor será prejudicado já que não haverá possibilidade de escolha.

É devido à esses fatores e à falta de disponibilidade de peças originais que faz com que, cada vez mais, grande parte dos brasileiros realizem o reparo e a manutenção dos seus veículos fora das concessionárias e redes autorizadas.

Peças auto motivas

Peças automotivas podem sofrem grandes variações de preço

Para peças sem grande importância (a maioria não relacionada à parte mecânica, ex: palhetas), acho que as “genéricas valem a pena. Considero um absurdo um conjunto de palhetas dianteiras originais de um carro nacional custar quase 200 reais.

Mas atenção, proprietários de veículos que estão na garantia devem se lembrar que só podem trocar as peças defeituosas por peças originais e nas concessionárias e autorizadas.

Uma dica é que, antes de adquirir o tão sonhado veículo, você pesquise e compare também os concorrentes. Faça uma cotação do valor dos itens de funilaria (vidros, retrovisores, para-choque, para-lamas, capô, etc), dos itens de reposição (embreagem, amortecedores, pastilhas, filtros, etc), das revisões obrigatórias e do seguro.

Depois, aí sim, você decide o que melhor se adapta às suas condições e necessidades. Assim, você vai ficar feliz e sem futuras surpresas.

Aproveite e saiba mais sobre bancos de couro e reparação de parabrisa.

 

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)