Atrás do volante, a maioria de suas decisões dependem do que você vê diretamente na frente de você. Em situações de baixa luminosidade ou escuridão, seus faróis devem sempre ser eficazes, para te dar o suporte necessário nas mais diversas condições meteorológicas. Com o passar do tempo, a exposição aos elementos como sol, granizo, água e sal, pode causar fazer com que os faróis fiquem danificados ou menos resistentes. E quando eles não acendem ou a regulagem fica prejudicada, é hora de conhecer melhor a manutenção do farol para evitar problemas. Se você não se sentir seguro para essas manutenções confie em um especialista. Não nos responsabilizamos por qualquer dano causado por um reparo mal feito. Portanto, cuidado!

Manutenção de faróis: o básico

Verifique regularmente se os faróis estão funcionando corretamente. Ligue as luzes e caminhe em torno da frente do veículo para ver se as duas lâmpadas estão ligadas, e verifique o alinhamento dos faróis. Às vezes, os faróis do carro ficam tortos ou a luz não brilha para a frente como deveria.

É importante manter as lentes dos faróis limpas. Sujeira e detritos podem acumular-se na superfície, o que pode levar as lentes a ficarem amarelas com a idade e diminuir a qualidade da luz que sai. Siga estas etapas para manter seus faróis limpos:

Usando fita adesiva, cubra a área ao redor do farol para evitar riscar a tinta do carro.

Limpe a superfície (usando o sabão para carros) para remover a sujeira. Seque a superfície e procure partes um pouco enevoadas, amarelamento, ou rachaduras. Isso determinará se você precisa fazer reparos.

Molhe a superfície e lixe a lente com lixa 1000. Lixe em uma direção apenas. Limpe com uma toalha de algodão ou pano de microfibra.

Sele a lente com um cera de vedação. Use um quarto de tamanho em um pano de microfibra, aplique na lente da esquerda para a direita. Deixando-a embebida por alguns segundos. Continuar polimento até os faróis ficarem transparentes.

Como fazer a manutenção dos seus faróis

A manutenção de faróis é muito fácil, só exige um pouco de cuidado para manter eles sempre no melhor estado de conservação possível. (Foto: Master Muffler)

Procedimento de substituição dos faróis

Ao substituir uma lâmpada de farol, o primeiro passo para qualquer proprietário de carro deve ser consultar o manual do seu carro e certificar-se de que você é capaz de realizar o processo. Em muitos casos, as únicas ferramentas necessárias para mudar um farol são um par de alicates e um par de luvas de látex.

Comece removendo a lâmpada defeituosa: abra o capô do carro para localizar o conector de bulbo saindo da parte de trás do farol. O conector será mantido no lugar por um anel de plástico, que pode ser removido pelo desparafusamento; uma aba metálica, que deve ser puxada com alicates; ou uma aba de plástico no próprio conector, que precisa ser empurrada para o centro do conector enquanto puxa o conector para fora. Remova o retentor, puxe o conector e troque a lâmpada, e cuidado para não tocar no vidro.

Limpe o retentor: Isso pode ser feito usando um pano limpo ou uma escova. Isso vai ajudar que a sua nova lâmpada dure mais tempo.

Insira a nova lâmpada: certificando-se de que você está segurando a lâmpada nova em sua base, encaixe-a no lugar no conector e insira o retentor de volta para o veículo.

Regulagem e ajustes de faróis: problemas mais comuns

Lentes de farol rachadas: existem soluções de reparação de líquidas e reparos que podem ser usados para reparar rachaduras em lentes de faróis. Embora estes reparos não tornem a fenda invisível, eles efetivamente selam a fenda, impedindo que ela se alargue e que a umidade entre.

Carcaça do farol: toda a montagem do farol inclui normalmente os sinais de mudança de direção e as luzes de estacionamento. Estas são todos substituídos juntos como uma unidade. Remova os conectores e as lâmpadas, como você faria para substituir a lâmpada do farol. Para lâmpadas menores, como a lâmpada sinalizadora, o soquete é geralmente removido da caixa manualmente, girando.

Alinhamento dos faróis: sempre que os compartimentos dos faróis são substituídos, devem ser alinhados por um mecânico qualificado. Alguns compartimentos de faróis tem níveis de bolha sobre eles, permitindo fácil ajuste na direção vertical. O parafuso de ajuste, que geralmente está localizado próximo a esses níveis, precisa ser girado até que a bolha esteja entre as duas linhas. Certifique-se de ter o carro estacionado em terreno plano e nivelado ao ajustar o alinhamento vertical dos faróis. Teste o ajuste apontando os faróis para uma parede reta, trocando entre o ajuste de farol alto e baixo, e marcando na parede a altura do feixe dos faróis, verticalmente. Marque um risco horizontal passando pelos dois verticais do centro do farol que esteja na altura do centro da lâmpada do farol. Depois de marcar o centro dos faróis na parede dessa forma, afaste o carro até 7,60 metros da parede. As luzes ainda devem estar alinhadas com as linhas marcadas. Se não estiverem, é ir ajustando até continuarem alinhadas, tanto no farol baixo quanto no alto.

Cuidados especiais com os faróis

Ao reparar ou substituir seus faróis, tome cuidado com objetos quentes e instrumentos afiados. Não substitua as peças a menos que você esteja certo de que não irá comprometer a sua segurança ou o desempenho do seu veículo. Manter seus faróis em boas condições é de extrema importância em locais de neblina ou chuva, quando a visibilidade tende a ser baixa para os motoristas.

É muito comum também que um só dos faróis apresente problemas. Portanto, é melhor se policiar para ver se algum dos dois faróis está com problemas de regulagem ou de potência, para evitar uma multa ou acidente.

Você faz a manutenção dos faróis do seu veículo? Como? Já teve problemas sérios com os faróis que foram difíceis de reparar? Quais?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)