Peças genuínas, originais, ou paralelas parece ser uma dúvida de muitos donos de veículos que querem escolher a parte certa para colocar em seus veículos. Apesar do funcionamento dessas peças ser essencialmente o mesmo, as pequenas diferenças entre elas podem ser o que vai diferenciar entre um carro sem problemas e um carro cheio de defeitos.

Peças paralelas, genuínas, ou originais: qual é melhor?

Antes de mais nada, precisamos esclarecer uma das dúvidas mais comuns de compradores de peças automotivas: qual tipo de peça é melhor. Se formos seguir a linha das revistas especializadas ou dos “especialistas”, as peças genuínas são as melhores opções. Mas isso não poderia estar mais distante da realidade.

Muitas peças originais e paralelas são desenvolvidas corrigindo algumas falhas das peças que vieram no veículo, ou até com uma fabricação superior à das peças genuínas. Não é o caso para todas as peças originais e paralelas, pois vai demandar uma pesquisa aprofundada de sua parte. Mas é importante tirar o preconceito de que as peças genuínas são sempre melhores porque isso não poderia estar mais distante da realidade.

Cada tipo de peça pode ser melhor para uma finalidade diferente, e cada parte diferente tem muitas variações. Por exemplo, uma peça paralela de marca X pode ser pior do que a genuína, enquanto a peça da marca Y apresenta durabilidade e características muito melhores. As mesmas fabricantes para diferentes peças podem ter resultados completamente diferentes e cabe ao proprietário pesquisar quais delas vão entregar os melhores resultados.

O objetivo da peça também influi. Peças tem grande variação de preço. Uma troca de peça emergencial pode deixar a qualidade da peça um pouco de lado em troca de um valor mais baixo. Mas um projeto de melhoria no desempenho do veículo, por exemplo, pode exigir peças mais caras.

Peças de veículos

As diferenças entre peças paralelas, genuínas e originais são poucas, mas importantes de conhecer para definir qual será a melhor compra. (Foto: aemr.tk)

Peça genuína: significado

Uma peça genuína é idêntica às peças usadas na fabricação do seu veículo, seguindo às mesmas especificações técnicas e características. São as peças vendidas na rede de concessionárias, com caixas personalizadas para a marca do veículo. Geralmente são as peças que devem ser obrigatoriamente usadas em trocas quando o veículo ainda está na garantia da fábrica, ou se você pretende manter o veículo com as características originais de fábrica.

O que são peças originais?

São peças que podem ser usadas alternativamente com as peças genuínas, geralmente fabricadas com as mesmas especificações técnicas e qualidade da peça genuína. São peças que no geral são idênticas às peças genuínas, com a diferença de não serem vendidas com o logotipo da marca da montadora mas sim, com o logotipo da fabricante da peça. “Como assim?”, você deve estar se perguntando.

Muitas montadoras terceirizam a fabricação de suas peças. Essas peças são então vendidas para a montadora com uma caixa personalizada com a marca da montadora, e não a marca da fabricante da peça. Porém, a mesma fabricante da peça pode as vender no mercado sem usar a marca da montadora.

O que são peças paralelas?

São também conhecidas como peças genéricas ou alternativas. Elas são desenvolvidas por diversas empresas, muitas delas não tendo fabricado peças genuínas para os veículos. Elas tentam usar as especificações idênticas às das peças genuínas do carro. Como não são homologadas pelas montadoras, geralmente tem um custo reduzido. Porém, a qualidade entre as peças paralelas varia muito entre as diferentes fabricantes e tipos de peças. Muitas das peças paralelas são usadas em projetos de melhoria do desempenho do veículo, por exemplo, e as especificações são muito diferentes das peças originais.

São o tipo de peça que mais vai exigir pesquisa por parte do proprietário do veículo para encontrar as melhores opções. Uma mesma marca pode fabricar peças de péssima qualidade para um sistema do veículo, enquanto fabrica excelentes peças para outros. Fóruns, redes sociais e grupos de discussão são ótimas fontes para pesquisar a qualidade das peças paralelas.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários suas perguntas e nós iremos te ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)