Como funciona o Sem Parar?

Escrito na categoria "Automóveis e veículos" por André M. Coelho.

Atualmente no Brasil as filas de pedágio estão enormes. Isso causa uma irritação enorme, sem falar na perca de tempo na viagem.

A maior parte das estradas pedagiadas americanas e européias estão equipadas com um sistema conhecido com E-ZPass. Ele detecta e processa os pedágios eletronicamente. Este sistema utiliza um transpoder instalado no veículo, ele é ativado por uma antena que existe em uma faixa de pedágio.

Todas as suas informações de conta estão guardadas neste transponder, no momento em que a antena identifica o seu transponder, ela irá fazer a leitura e automaticamente a quantia referente ao pedágio é debitada em sua conta. Aqui no Brasil, este sistema é conhecido pelo nome de Sem Parar ou Via Fácil.

Como funciona o Sem Parar?

Como utilizar a Via Fácil?

Este tipo de coleta foi desenvolvido para tornar o fluxo de tráfego muito mais rápido, justamente porque os carros não precisam parar para fazer uma transação.

Características deste sistema

Os nomes dos sistemas variam bastante de país para país, como já vimos, mas todos têm o mesmo tipo de funcionamento. Confira os componentes básicos que fazem o sistema funcionar a seguir:

Os motoristas têm que pagar para obter um transponder. No Brasil, você recebe o transponder ao fazer uma assinatura do serviço, está assinatura tem duração de cinco anos. O dispositivo é colocado na parte de dentro do pára-brisa do carro, ele fica posicionado atrás do espelho retrovisor. As antenas estão posicionadas nas faixas de pedágio, elas são responsáveis por emitirem uma freqüência de rádio que se comunica com o transponder.

Agora que você conhece sobre os itens deste sistema, vamos explicar detalhadamente como funciona a detecção e coleta dos pedágios. Eis aqui o funcionamento completo deste sistema:

Como funciona o Sem Parar?

Ilustrativo do sistema E-ZPass

Tudo isso leva apenas alguns segundos para se completar. Este sistema registra cada transação incluindo o horário, data, praça e o valor do pedágio que é cobrado de cada veículo. Se a conta não tiver sido quitada pelo débito automático, a cancela não vai se abrir e o pagamento deve de ser feito em dinheiro.

Estamos chegando ao final deste artigo e esperamos que vocês tenham entendido completamente como funciona o sistema Sem Parar. Este tipo de situação poderá facilitar e muito na hora da sua viagem.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

O pai de André já teve alguns carros clássicos antes de falecer, como Diplomata, Chevette e Opala. Após completar 18 anos, tirou carteira de moto e carro, comprando então sua primeira moto, uma Honda Sahara 350. Fez um curso de mecânica de motos para começar uma restauração na moto, e acabou aprendendo também como consertar alguns problemas de carros. Seu primeiro carro foi uma Nissan Grand Livina de 2014 e pretende em breve comprar uma picape diesel. No caminho, vai compartilhando tudo que aprende no site Carro de Garagem.

Deixe um comentário