Com o mercado em constante desenvolvimento, as montadoras tem que se manter atualizadas e de olho na concorrência para conservar as vendas e conquistar novos consumidores.

Depois da Yamaha dá uma renovada na sua YZF-R1, foi a vez da Honda dar um upgrade na sua versão esportiva de alta cilindrada, a CBR 1000RR, para tentar continuar sendo a líder de vendas do setor.

Ainda mais com concorrentes de peso como a BMW S 1000 RR (R$ 69.900), Kawasaki Ninja ZX-10R (R$ 55.900 e R$ 59.900) e Suzuki GSX-R 1000 (R$ 56.500).

A Honda Fireblade sofreu alterações tanto estéticas quanto mecânicas. As linhas ficaram mais retas o que deixou o modelo com um visual mais agressivo, além de melhorar a aerodinâmica.

Honda Fireblade

Honda CBR 1000RR

O motor continua o mesmo, de exatamente 999,8 cilindradas que gera 178,1 cv de potência e 11,4 kgfm de torque. Porém, a injeção eletrônica foi alterada, o que proporcionou um comportamento mais suave e dispensou a utilização de controle de tração (sistema presente na BMW, Kawasaki e Yamaha).

A suspensão também foi renovada, ficou ainda mais acertada e melhorou a estabilidade. A embreagem possui um sistema antideslizante que oferece mais segurança durante reduções bruscas em entradas de curvas.

Os amortecedores receberam incrementos hidráulicos oferecendo diversos tipos de regulagens. Possui um sistema de direção eletrônico que controla o sistema de amortecedores de acordo com a velocidade.

Possui partida elétrica, transmissão de 6 velocidades, rodas de liga leve, lanterna de led e painel lcd que mostra todas as informações digitalmente.

Painel da Honda Fireblade

Painel da Honda CBR 1000RR

Apesar de não ter adotado algumas inovações tecnológicas, o modelo continua sendo o mais fácil de pilotar entre as concorrentes. Transmite prazer e controle tanto para um piloto experiente quanto para um iniciante.

A Honda CBR 1000RR Fireblade é encontrada em 3 cores (preta, branca e vermelha), sendo que a vermelha só é disponível na versão com freio abs.

O preço é bem parecido com o dos seus principais concorrentes: R$ 56.900 a versão comum e R$ 62.900 a versão com abs.

Pelo que parece, a CBR 1000RR manterá o pódio e dando muita dor de cabeça aos concorrentes.

 

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)