O Toyota Prius é o rei de economia de combustível, mas por quanto tempo? Com a onda de carros híbridos e cada vez mais econômicos, esta não é a primeira vez que as empresas têm olhado para a eficiência de combustível em vez de cavalos de potência. Após crises energéticas em 1970, uma nova geração de carros começou a aparecer. Eles eram pequenos, simples e, pelos padrões de hoje, de fraca potência. Mas fizeram e ainda fazem sucesso na bomba de combustível. Em 1975, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA começou a acompanhar o consumo de combustível em todos os veículos vendidos nos EUA. E aqui, reunimos 5 deles que fazem inveja até nos melhores carros econômicos hoje em dia

O melhor de todos os tempos: Honda Insight

Parece um pouco injusto colocar um híbrido aqui, mas o Insight de 2000 foi o primeiro híbrido gasolina-elétrico no mercado dos EUA e sua economia de combustível é muito monstruosa para ignorar : 20,8 km/l cidade, 25,9 km/l na estrada. Isso é melhor do que qualquer veículo produzido antes ou depois e este carro de dois lugares levou para casa o título economia sete anos seguidos. Ele corre com um motor 1.0 de 3 cilindros que faz 67 cavalos assistido por cerca de 10 quilowatts (13,4 cavalos) de um motor-gerador elétrico com uma bateria de níquel-metal- hidreto embalada. O uso generalizado de alumínio na estrutura do corpo ajudou a manter o peso 40 por cento mais leve do que um veículo de aço de tamanho comparável . Claro que o carro era um pouco estranho, mas a forma deu-lhe um coeficiente de arrasto ridiculamente baixo de 0,25, também o melhor para qualquer carro em produção. Infelizmente, com o pico de vendas em torno de 4000 por ano, o Insight foi aposentado após 2006, permitindo ao Toyota Prius agarrar o primeiro lugar. Mas ele voltou em 2009 como uma criança de cinco lugares, com km/l na vizinhança de 17/19, o que é ainda um grande feito .

Melhor não- híbrido: Chevy Sprint

A era do injetor de combustível começou décadas atrás, mas ainda na década de 1980, o Sprint não se importava. Com um carburador controlado por computador, 48 cavalos, motor de três cilindros, o Sprint alcançou 18,7 km/l na cidade e 22,5 km/l na estrada, ganhando o título de economia de combustível em 1986, ’87 e ’88 . A Suzuki projetou o carro, basicamente uma versão americana do modelo Suzuki SA310 de 1985 e muitos de seus conceitos básicos foram levados para o Geo Metro anos mais tarde. O Sprint estava disponível como um modelo de duas portas ou quatro portas com nenhuma mudança na economia de combustível. A versão turbo com injeção de combustível tinha 70 cavalos de potência e chegava a a 100 em 9,4 segundos, mas a quilometragem caiu para 15,7/18,3. O modelo base, com um preço de etiqueta em torno de cinco mil dólares, vinha com o rádio AM/FM, além de um leitor de fita cassete e um relógio digital.

Carros com alta economia de combustível

Para quem não conhecia ainda, este é o Insight: feio mas altamente econômico. (Foto: autos.aol.com)

Um para os amantes de utilitários: VW Rabbit Pickup

O icônico VW Rabbit diesel foi o campeão de quilometragem por cinco anos consecutivos, começando em 1978 e atingindo um máximo de 14,45/17 km/l para o modelo de 1982 com uma transmissão manual de 4-velocidades. Projetado e construído nos EUA , o Rabbit era o que seu nome sugere: um coelho com os bancos traseiros removidos e substituídos por uma cama de carga. Tinha uma construção unibody e tração dianteira e pesava pouco mais de uma tonelada. Com o mesmo motor de injeção de combustível de 1,6 litros fazendo 52 cv e 72 kgfm de torque, ele tem o incrível consumo de 13,6 km/l na cidade e 14,9 km/l na rodovia, batendo qualquer utilitário desde que o consumo começou a ser analisado nos EUA. Ele também tinha uma “luz E” no painel, que alertava o motorista quando mudava de marcha para a economia ideal. O 1980 Izusu diesel tem quilometragem comparável, mas o Rabbit recebe os seus números ligeiramente melhores da cidade.

Geo Whiz: Geo Metro XFI

Um par de anos atrás, as pessoas estavam chamando especialistas em automóveis em todo o país para perguntar se poderiam construir um veículo de 42,5 km/l de 4 passageiros com a tecnologia de hoje. Um grande número de especialistas disse algo como: “Claro. Pegue um Geo Metro, arranque tudo menos os assentos, cubra as aberturas de roda bem e reduza o motor para uma velocidade máxima de 80 km/h e você está lá”. Essa proposta nunca foi testada, mas não há nenhuma dúvida quanto a economia do Metro: sete títulos do modelo mais econômico. O Metro XFI foi especialmente frugal, ganhando cinco anos consecutivos, começando com o modelo 1990, que alcançou 18,3 km/l na cidade e 21,7 km/l na rodovia com uma transmissão manual de 5 velocidades. Muitos proprietários relataram economia rodovia de mais de 25,5 km/l, e o tanque de 38 litros  funcionou por 800 km ou mais. O Metro apresentava um motor 1.0 de 3 cilindros e bem leve, graças a numerosos componentes de alumínio. Fazia 49 cavalos e 58 kgfm de torque. Era confiável, acessível e com bastante espaço interno para vários fins.

O Campeão Original e ainda em Combate : Honda Civic

Este é o único veículo na nossa lista que você ainda pode obter com esse cheiro de carro novo . O Civic foi campeão de economia seis vezes em três décadas diferentes, começando com o CVCC Civic em 1975 , o primeiro ano da EPA. Talvez nenhum outro modelo da história dos EUA (e até do mundo) tenha um histórico tão consistente para a eficiência do combustível e confiabilidade em um único pacote. O mais econômico até agora foi o 1986 – ’87 Civic HF coupe, que entregava 17,8 km/l na cidade e 21,7 km/l na rodovia, mas perdeu o título depois para o Chevy Sprint. Outro campeão anual foi em 1989, o Civic CRX HF, um de dois lugares que tem 17,4 km/l na cidade e 21,2 km/l na rodovia com um motor 1.5 de quatro cilindros e 5-velocidades na transmissão manual. Talvez mais relevante é a economia do sedan Civic quatro passageiros: desde 1986 o modelo nunca alcançou menos de 10,2 km/l cidade e 12,3 mpg na rodovia e, na última década, os números saltaram para 10,6 km/l na cidade e 14 km/l na rodozia. O Civic 2008 tem um banco traseiro espaçoso , as comodidades esperadas de sempre, e uma classificação de segurança de muitas estrelas, fazendo cerca de 17 km/l na estrada.

Qual carro você teve que foi o mais econômico? Qual carro acha que é econômico hoje em dia e por que?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)