Depois da direção hidráulica e do trio elétrico, o ar condicionado é o item mais desejado por quem pretende adquirir um carro.

Além de refrescar a cabine nos dias quentes e ajudar a manter os vidros desembaçados nos dias frios e chuvosos, o ar condicionado possui muitos outros benefícios, além de alguns poréns.

Primeiramente, precisamos entender como funciona o ar condicionado automotivo. Além de controlar a temperatura, ele também controla a ventilação, umidade e a qualidade do ar no interior do veículo.

Seu princípio fundamental é transformar o estado físico do R134-a (fluído refrigerante utilizado nos veículos a partir de 96) e sua pressão ao longo do circuito de refrigeração.

Quando o ar condicionado é ligado, um compressor localizado ao lado do motor e a ele ligado é acionado e começa a pressurizar o R134-a, aspirando e comprimindo incessantemente.

O fluído quente e em estado gasoso vai para o condensador (localizado próximo ao radiador) e nele é realizada uma troca térmica com o ar, onde o calor do fluído é retirado e sua temperatura reduzida. O fluído sai do condensador em estado líquido porém, com a pressão elevada.

Depois, o fluído passa por uma espécie de filtro secador que ajuda na desidratação, retém as impurezas e partículas e absorve a umidade. A seguir o fluído é encaminhado para uma válvula de expansão que diminui sua pressão bruscamente e, consequentemente, sua temperatura.

Assim, o fluído vai para o evaporador (situado dentro do painel do veículo) onde os dutos são refrigerados e um eletroventilador faz a reciclagem da temperatura e umidade no interior do veículo.

O ar, já resfriado e em estado gasoso, passa pelos dutos de ventilação, pelo filtro (quando tiver) e, finalmente, pelas saídas de ar. A cada vez que o ciclo se repete, o sistema se torna mais eficiente.

Como pudemos perceber, o sistema do ar está atrelado ao motor. Por isso, quando o ar está ligado, o veículo perde potência que varia de 7,5 a 15 cv, independente da velocidade ou temperatura.

Ar condicionado automotivo

Há diversos cuidados que devem tomados em relação ao ar condicionado para evitar problemas futuros

Abaixo, seguem algumas dicas para evitar perda de potência e conservar o ar em bom estado:

  • Caso o veículo seja 1.0, é aconselhável desligar o ar antes de subir uma ladeira muito íngreme. Atualmente, os veículos 1.0 com ar condicionado de fábrica possuem um sistema identificam quando é necessário usar toda a potência do motor e assim, desativa o ar momentaneamente
  • Evite ligar o veículo e o ar ao mesmo tempo já que há possibilidade de sobrecarregar o motor. Ligue primeiramente o carro e depois o ar.
  • Se o veículo estava fechado e está quente no seu interior, abre primeiro as janelas. Depois ligue o ar com as janelas ainda abertas e deixe assim por uns 2 minutos, só depois feche as janelas.
  • Mesmo quem não costuma utilizar o ar com frequência deve acioná-lo uma vez na semana (mesmo no inverno), cerca de 10 minutos, para evitar problemas futuros.
  • Faça a manutenção do ar anualmente ou a cada 15 mil km.
  • Troque o filtro do ar a cada 10 mil km. No caso de pessoas que andam frequentemente em estradas de terra, a troca deve ser realizada a cada 7 mil km.
  • Dê preferência para ar condicionado instalado de fábrica. Vários locais que realizam a instalação (sem ser de fábrica) não ajustam o compressor de ar de acordo com o giro do motor o que pode ocasionar numa maior perda de potência e causar problemas futuros.
  • Direcione as saídas de ar para cima, assim você refresca o interior por igual e não entra em contato direto com o ar.
  • A opção de modo de recirculação não deve ser usada com frequência. Apenas em situações em qua há muita fumaça e poluição e por no máximo 15 minutos.

http://youtu.be/TdNOhHXLDcA

Além da perda de potência, o ar condicionado automotivo também aumenta o consumo de combustível em cerca de 10%.  Porém, nas estradas e em alta velocidade, manter as janelas fechadas e o ar ligado diminui o ruído que vem de fora e ainda melhora a aerodinâmica do veículo.

Outro ponto positivo do ar condicionado é que, com ele, as pessoas evitam andar com os vidros abertos, o que proporciona maior segurança nas cidades que estão cada dia mais violentas.

Aproveite e saiba mais sobre infiltração no carro e como é feita a limpeza dos bicos injetores.

6 comentários para “Ar condicionado tira mesmo a potência do motor?”

  1. Lucas

    Parabéns pela matéria. Muito bem explicada!

    Responder
  2. Manoel Martiniano Moura

    Como fazer higienização no ar condicionado automotivo

    Responder
    • Equipe Carro de Garagem

      Depende do modelo.
      O ideal é levar numa oficina ou empresa especializada no assunto.
      Observação: evita concessionárias!

      Responder
  3. Johnatta

    Excelente explicação, tirei todas as minhas duvidas.

    Responder
  4. Janaína

    Estou com um problema no meu carro, usado e ainda sou bastante leiga nesses assuntos. Gostei das explicações claras e precisas.

    Responder
  5. Flávio

    Site muito bom. Rico em informações, dicas… Gostei.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)